P A T R O C I N A D O R E S

13ª Jornada: SC Coimbrões, 66 – Galitos/FLOR de AVEIRO, 58 

Culminar do desinteresse e do pouco empenho… 
Com 5 vitórias seguidas e a mostrarmos que a nossa classificação não corresponde ao nosso nível fomos a Gaia defrontar o penúltimo classificado do grupo, que apenas venceu 2 jogos. 
Durante o último mês tem sido notória a falta de empenho e de compromisso com o treino mas apensar disso temos tido a capacidade de jogar melhor do que o que treinamos. 
Em relação ao jogo há pouco a dizer, lutámos e empenhámo-nos para vencer mas notou-se a falta de treino, quer no ritmo, quer nos pequenos detalhes que sempre nos fizeram fortes. Jogámos sempre de forma apática e sem intensidade, defensivamente nunca estivemos bem e ofensivamente fomos tendo alguma facilidade em construir bons lançamentos. 
Estivemos sempre na frente, nunca estivemos a perder a não ser no prolongamento. Os minutos finais do jogo foram decisivos para o desfecho final, onde o Coimbrões foi claramente mais forte. Sofremos um triplo para ir a prolongamento e isso foi uma machadada emocional. 
No prolongamento não conseguimos reagir e venceu quem mais fez por isso. 
Os alertas têm sido dados diariamente, mas o foco, o empenho e o compromisso não estão presentes, as nossas jogadoras mais velhas e mais influentes têm de ter outro comportamento e outra forma de estar, temos muitas responsabilidades no clube e temos de ter mais carácter. 
Falta um jogo, morreu o grande objectivo da época mas jogámos o nosso orgulho contra as campeãs nacionais e a única equipa invicta no Norte. 
Luís Oliveira 
Parciais: 11-19; 15-12; 09-12; 17-09, 14-06 
Marcha: 11-19; 26-31; 35-43; 52-52; 66-58 

Galitos: Carolina Oliveira; Luzia Ferreira; Joana Pereira; Inês Fartura; Beatriz Santos; Beatriz Marques; Catarina Wilson; Francisca Oliveira; Raquel Teles; Raquel Costa; Beatriz Dias e Leonor Balseiro.

0 comentários:

Enviar um comentário

Galitos Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura