P A T R O C I N A D O R E S

4º Jornada: ASSCR Gumirães, 4 vs Galitos/LA CLINIC, 3 

Um jogo que estava ao nosso alcance 
Despertámos cedo para uma viagem longa. Bem sabemos que mesmo motivados, seria difícil jogar na casa de um adversário que nos colocou sempre muitas dificuldades e ainda mais aquela hora. No entanto compromissos são para se cumprir. Logo de início demos uma boa imagem. Aquecimento bem organizado, os pais a fazerem uma claque fantástica e desta forma estava tudo montado para um bom jogo. 
Até começamos bem. Defendemos de uma forma pressionante e conseguimos roubar muitas bolas. No ataque demorámos a acertar com o cesto, mas lá conseguimos. O facto de a equipa da casa não ter os recursos humanos para garantir a organização do jogo, fez com que o seu treinador tivesse que arbitrar e na mesa ficasse um pai que nunca fez paragens no marcador, nem mesmo no lance livre. Este facto fez com que o período fosse escasso para a marcação de pontos ficando assim uma vitória para nós por 0-2. 
Sem que nada o fizesse prever no 2º período tudo mudou. Defendemos mal, atacamos ainda pior. Muita confusão no ataque, pouca agressividade defensiva e nem mesmo as sucessivas chamadas de atenção mudou o rumo do jogo. Acabamos mesmo por perder o parcial exclusivamente por culpa própria. 
O 3º tempo foi uma cópia do 2º. Estávamos completamente presos à ideia que com lances individuais (1x1) conseguíamos dar a volta ao resultado o que acabou por não acontecer, naturalmente. 
A perder por 2-1, no 4º período era fundamental ganhar para manter a esperança de poder vencer o encontro. O nervosismo e a ansiedade tomou conta de nós e, apesar de equilibrado, permitimos muitas facilidades ao adversário, que mesmo sem grandes recursos conseguiu de uma forma organizada aparecer, por várias ocasiões, perto do cesto e fazer pontos. 
Nos 2 últimos períodos esgotámos os últimos “cartuchos”. Um empate e uma vitória ditou o resultado final e ficou a sensação de que podíamos fazer muito melhor. No final do jogo reconhecemos que o adversário esteve melhor. 
No entanto, fica um “amargo de boca” porque sentimos a vitória a fugir entre a mãos e fizemos pouco para a recuperar. Ficou a lição de que não há jogos ganhos antecipadamente e que os treinos servem para aprender, sobretudo quando estamos concentrados/focados no que estamos a fazer. 
Parabéns equipa... pelo galitos canta, canta... Galo! 
Miguel Coelho 
Parciais: 00-02; 06-04; 02-00; 07-03; 04-04; 02-04 (21-17) 
Marcha: 00-01; 01-01; 02-01; 03-01; 04-02; 04-03 

Galitos: Daniel Cardoso, José Alves, Francisco Saraiva, Sebastião Prata, Ricardo Soares, Jamal Baker, Miguel Gomes, Rafael Ferreira, Pedro Narciso, Miguel Trindade, Duarte Almeida e Tiago Amorim.

0 comentários:

Enviar um comentário

GALITOS Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura