P A T R O C I N A D O R E S

Play-Off - ¼ Final 

Jogo 1: Galitos/MATSURI, 52 – Carnide, 63 

Podíamos ter feito mais? 
Podíamos, mas era difícil! Nos jogos de play-off as equipas tem uma motivação extra e é comum haver resultados surpreendentes. Sabíamos que tínhamos pela frente uma equipa bem organizada, com boas rotinas e que joga com muita intensidade. Para além disso, é uma equipa fisicamente forte, agressiva e com possibilidade de rodar as jogadoras sem comprometer a qualidade. Apesar de já termos perdido 2 jogos frente a este adversário, encarámos este jogo com ambição e confiança. 
Entrámos muito bem e surpreendemos a equipa do Carnide com a nossa atitude. Com muita intensidade defensiva e fortes transições fizemos um parcial de 13-00 que nos permitiu acabar o 1º período com 10 pontos de vantagem e só sofrer 5 pontos. 
No 2º período a equipa adversária reagiu, aumentou a agressividade defensiva e a intensidade. Mais fortes fisicamente, as jogadoras do Carnide conseguiam dominar as tabelas e marcar pontos de segundos (e terceiros!) lançamentos. Sofremos 27 pontos neste parcial, o que mostra a superioridade da equipa visitante. Mesmo assim, fomos para o intervalo a perder pela margem mínima. 
A 2ª parte foi bastante equilibrada. Apesar da diferença no resultado final e do Carnide ter estado sempre na frente do marcador, nunca deixámos que se distanciasse muito. Melhorámos na defesa, mas não conseguimos ser intensos no ataque. O desgaste começava a aparecer e o Carnide mantinha a equipa mais fresca, fruto da maior capacidade para fazer rotações e manter uma equipa alta e forte em campo. 
A perder por 5 pontos a cerca de 20 segundos do fim do jogo sofremos 6 pontos (com um triplo em cima da buzina) que fixaram o resultado final. 
Não cometemos erros clamorosos, mas os que cometemos acabaram por dar vantagem ao adversário: perdemos 14 ressaltos na nossa tabela, permitindo muitos segundos lançamentos, e apenas conseguimos 46% da linha de lance livre (10/22!). 
Com uma equipa mais baixa, mais leve e menos intensa era difícil fazermos muito mais do que fizemos, mas se conseguirmos melhorar alguns aspetos menos positivos temos qualidade para lutar pela vitória no próximo jogo, em Lisboa. 
Temos uma semana para preparar o jogo, e vamos estar preparados! 
Hugo Fernandes e Sofia Pinho e Melo 
Parciais: 15-05; 16-27; 07-12; 14-19 
Marcha: 15-05; 31-32; 38-44; 52-63 

Galitos: Mónica Ré, Margarida Cura, Raquel Gonçalves, Mariana Oliveira, Inês Afonso, Joana Silva, Joana Fernandes, Rafaela Oliveira e Ana Santos.

0 comentários:

Enviar um comentário

Galitos Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura