P A T R O C I N A D O R E S

18ª Jornada: Coimbrões, 73 – Galitos/MATSURI, 49 

Primeiros 20 minutos de grande qualidade… sem pernas nos últimos 10… 
À entrada para esta última jornada da fase regular ainda não era conhecida a ordenação da classificação nos primeiros 4 lugares nem entre o 5º e o 7º classificado. À margem da classificação final e dos possíveis emparelhamentos para o play-off, encarámos este jogo como todos os outros: sermos competitivos e lutar pela vitória. 
Nesta fase da competição as equipas já se conhecem bem e sabem claramente quais os pontos fortes de cada uma. Depois de termos vencido em casa na 1ª volta e cientes das dificuldades que iríamos encontrar pela frente, ambicionávamos repetir o resultado positivo. 
Em termos de análise, este jogo não se dividiu nas clássicas 4 partes (os 4 períodos de jogo), mas em 3 partes distintas: os primeiros 20 minutos, os 10 seguintes e os 10 minutos finais. 
Até ao intervalo apresentámos um basquetebol de grande qualidade. Conseguimos controlar os pontos fortes da equipa da casa, fomos dominadores nas tabelas e soubemos tirar partido do potencial ofensivo. 
Nos 10 minutos seguintes começamos a mostrar alguma debilidade na defesa dos jogadores interiores, perdemos o domínio nas tabelas e não fomos tão assertivos e objetivos no ataque. 
Nos últimos 10 minutos o jogo não teve grande história. Com poucas atletas disponíveis para este jogo, o cansaço começou a ter efeitos no nosso desempenho. A equipa do Coimbrões, com maior rotação da equipa, mantinha um bom desempenho físico e aproveitou para se afastar no marcador. 
Nos últimos minutos, com uma vantagem confortável no marcador, a equipa da casa colocou em campo 5 jogadoras muito jovens, rápidas e completamente frescas. Nesta fase já mostrávamos sinais de grande desgaste. A maior experiência e qualidade das nossas jogadoras não foram argumentos para contrariar a juventude, maior velocidade e intensidade de jogo das adversárias. 
Apesar do resultado, mostrámos que somos capazes de jogar com muita qualidade e nunca baixámos os braços, mesmo quando o resultado começava a ficar desnivelado e o cansaço nos impedia de ter melhor desempenho. 
Agora é o momento de nos prepararmos para o play-off, tentar jogar 40 minutos como fizemos nos primeiros 20 deste jogo e mostrar do que somos capazes! 
Hugo Fernandes e Sofia Pinho e Melo 
Parciais: 15-10; 21-21; 14-10; 23-08 
Marcha: 15-10; 36-31; 50-41; 73-49 

Galitos: Mónica Ré, Margarida Cura, Raquel Gonçalves, Mariana Oliveira, Inês Afonso, Joana Silva e Ana Santos.

0 comentários:

Enviar um comentário

Galitos Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura