P A T R O C I N A D O R E S

16ª Jornada: Desportivo da Póvoa, 51 – Galitos/MATSURI, 55 

Vitória sofrida. 
Depois da péssima prestação e do mau resultado na jornada anterior era importante obter um resultado positivo para recuperar a confiança das jogadoras. Com 3 jornadas para o fim da fase regular e com os 4 primeiros lugares da classificação já atribuídos (falta saber a ordem) era importante conquistar uma vitória para procurarmos a melhor classificação nesta fase possível, i.e. o 5º lugar. 
Apesar de ocupar o penúltimo lugar na classificação, a equipa da Póvoa de Varzim tem qualidade, conquistou 4 vitórias (uma deles no nosso pavilhão!) e já complicou a vida a algumas equipas, em particular nos jogos em casa. Tendo em conta o cenário classificativo à entrada desta jornada, tínhamos de encarar o jogo com a máxima ambição e concentração procurando sair com um resultado positivo. 
Entrámos muito bem. A jogar de uma forma desinibida, mas com muita concentração, ambição e intensidade, surpreendemos a equipa da casa com um parcial de 12-00. A equipa da Póvoa parou o jogo e melhorou a defesa, impedindo que marcássemos pontos durante cerca de 5 minutos. 
A partir do 2º período o jogo ficou pautado pelo equilíbrio, com 6 momentos em que o marcador registou um empate e com várias alternâncias no marcador. 
Empatados a 1.30 minutos do final, passámos para a frente com um lançamento triplo, obrigando a equipa da casa a tentar parar o jogo. Com um lance livre marcado a 9 segundos do fim selámos o resultado em 51-55. 
Apesar dos erros cometidos, estivemos bem do ponto de vista emocional e físico. Conseguimos uma boa percentagem de lançamento exterior (40%) e uma boa resposta na luta pelos ressaltos (44). Tivemos a serenidade para reagir contra as adversidades e a paciência para atingir o objetivo. 
Não se percebe como é possível a equipa da Póvoa defender com pressão e fazer apenas 14 faltas enquanto que nós defendemos a meio-campo, provocando menos contactos e cometemos 22 faltas! Mais surpreendente é o facto da equipa da casa ter apenas 9 faltas quando faltavam 53 segundos para o final do jogo! É importante que se definam e mantenham critérios para que se respeite o esforço das jogadoras. 
Hugo Fernandes e Sofia Pinho e Melo 
Parciais: 07-14; 14-08; 17-19; 13-14 
Marcha: 07-14; 21-22; 38-41; 51-55 

Galitos: Mónica Ré, Margarida Cura, Raquel Gonçalves, Mariana Oliveira, Inês Afonso, Joana Silva, Rafaela Oliveira, Ana Santos e Henrietta Wells.

0 comentários:

Enviar um comentário

Galitos Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura