P A T R O C I N A D O R E S





2ª Mão: Galitos/Triplo Saber 40 – Sanjoanense 52


Deixámos escapar a vantagem da 1ª mão ...
Depois de na semana passada termos ganho vantagem no 1º jogo deste playoff, ontem deixámos escapar esses 5 pontos.
Foi um jogo algo invulgar para estas idades. Começando com boa intensidade conseguimos uma vantagem de 3 pontos que nunca foi superior porque ora perdíamos a bola em drible na transição ou porque o lançamento não saía. Algumas desatenções a defender neste período também permitiram à equipa visitante marcar 8 dos seus 10 pontos em situações de 1x0.
No 2º período começaram as nossas dificuldades face à defesa adotada pelo adversário, uma defesa mista “box and one” com o jogador que trazia a bola a ser defendido a todo o campo. Sentimos grandes dificuldades na transição defesa/ataque com sucessivas perdas de bola, que permitiram contra-ataques rápidos à Sanjoanense. Sempre que conseguimos vantagem no 1x1 logo esbarrávamos nos 4 jogadores metidos na área restritiva obrigando os jovens Galináceos a optar pelo lançamento exterior. 8 pontos marcados neste parcial são bem exemplo das dificuldades que sentimos em lançar ao cesto.
Ao intervalo uma desvantagem de 10 pontos dava-nos alguma intranquilidade, patente em algumas atitudes dos nossos atletas que não escondiam as dificuldades que tiveram dentro de campo.
Depois do intervalo o jogo foi mais equilibrado, mesmo com armas desiguais, pois a equipa de fora continuou durante toda a 2ª parte na sua defesa zona. A equipa foi resolvendo de forma satisfatória os problemas no ataque, com tentativas permanentes de penetração para o cesto e trocando bem a bola escolhendo quase sempre bem o elemento para lançar ao cesto. O tiro de fora nem sempre saiu e com defesa zona o convite ao lançamento é muito tentador para estes inexperientes jogadores, que muitas das vezes lançavam logo ao 1º passe, tanto era o espaço consentido pela defesa adversária.
Ainda chegámos a 5 pontos mas nunca conseguimos melhor do que isso. Ficámos com a sensação de que fizemos bem o nosso trabalho, a atacar e a defender, mas sempre com a ideia em mente de que podemos fazer mais e melhor.
Paulo Sá
Parciais: 12-10; 08-20; 11-10; 09-12
Marcha: 12-10; 20-30; 31-40; 40-52

Galitos: Rui Ribeiro, Pedro Catarino, Pedro Gonçalves, João Diogo, José Pedro, João Querido, João Afonso, Hugo Veiga, Luís Almeida, Gabriel Cravo, Vasco Sousa e Martim Jesus. 




5ª Jornada: Galitos B/SENDA 1 – Beira-Mar 6

Três passos para trás na nossa evolução…

No domingo, 27 de Maio, recebemos o Beira-Mar para o último jogo da temporada. Sabíamos as potencialidades da outra equipa e estávamos preparados para as dificuldades que a melhor equipa da série nos podia colocar.
Este foi o 5º encontro contra este adversário, sempre jogos muito complicados, com claro pendor para o rival. É sempre um jogo emotivo, ou não fosse um dérbi da cidade de Aveiro.
Entrámos mal, muito ansiosos e muito precipitados nas nossas decisões. Este mau início impulsionou o Beira-Mar a controlar todos os aspetos do jogo. Nunca nos conseguimos impor, como tínhamos feito no último embate entre estas equipas.
Durante o jogo um rol de más decisões misturado com muita precipitação e ansiedade levou a que os parciais fossem demasiado desequilibrados para o que se passou dentro das quatro linhas.
Não fizemos as coisas “simples” que o treinador foi pedindo e fomos sempre muito permissivos. Fomos constantemente batidos no 1x1 para o meio (apesar indicações para defender o meio), ninguém ajudou o colega, fomos pouco agressivos a defender, deixando o adversário jogar à vontade, tendo tempo para pensar e tomar as melhores decisões. No ataque não soubemos escolher boas situações de lançamento, nem fazer transições rápidas, procurando finalizações fáceis debaixo do cesto. Não fomos coletivos e jogámos sempre acima do lance livre, o que facilitou o trabalho defensivo do adversário.
Foi um mau jogo em termos de fundamentos e de resultado mas um bom jogo na atitude. Lutámos até ao fim e demos o nosso melhor. Foi um dia em que as coisas não nos correram de feição mas não foi o fim do mundo.
Foi o último jogo oficial do ano, para a semana temos a festa de encerramento do minibasquete na Gafanha e vamos todos estar presentes. Vamos continuar o nosso trabalho para podermos ser melhores no futuro.
Luís Oliveira
Parciais: 03-09; 03-13; 04-04; 02-15; 14-19; 04-09
Marcha: 00-01; 00-02; 01-03; 01-04; 01-05; 01-06

Galitos: Jorge Ferreira; Vasco Silva; Gonçalo Aguiar; Leonardo Maio; Dinis Mota; João Costa; Pedro Silva; Francisco Cordeiro; Gonçalo Carvalho; João Matias e Diogo Pinto.


Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita a atleta Sub-14 Filipa Silva pelos seus 13 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.

II Edição do 
MiniCampos de Férias 
GALITOS

O Basquetebol do Galitos vai realizar a II edição dos Minicampos de Férias.

O seu início está agendado para dia 25 de Junho e prolonga-se até ao dia 20 de Julho (1º momento) e de 27 de Agosto até 7 de Setembro. Neste segundo período iremos também introduzir actividades pré-escolares que mais não será do que um “retomar” de hábitos de trabalho.

Para mais informações pode consultar-nos na secretaria do nosso pavilhão, no mail secretaria.basquetebol@galitos.pt ou para o nº 916057670.

10ª Jornada: Galitos B/Hello Fagor 50 – Ovarense B 59

Jogo emotivo…
Nesta jornada defrontámos o líder desta Taça Distrital, a equipa da Ovarense B, que contava até à data 9 vitórias em outros tantos jogos. A nossa equipa estava classificada em 4º lugar, com 6 vitórias e 3 derrotas.
Este era um jogo, nesta fase da época e contra um adversário forte, que nos iria permitir tirar algumas conclusões sobre a evolução dos nossos atletas e da nossa equipa.
Entrámos com uma atitude e postura muito positivas, demonstrando uma enorme vontade em disputar este jogo. No ataque conseguimos ser ofensivos, jogar situações de 1x1 e 2x2, em que obtivemos boas jogadas coletivas. Em termos defensivos, tivemos algumas falhas na defesa ao jogador do lado contrário à bola e também sentíamos dificuldade na luta das tabelas, dado a elevada estatura e porte atlético de alguns jogadores e à falta de bloqueio defensivo da nossa parte.
No final do 1º período o resultado era favorável à Ovarense em 19-23.
No 2º período chegámos a estar a perder por 21-30, mas soubemos jogar de forma muita intensa e unida, começando pouco a pouco a encurtar essa desvantagem, chegando ao final da 1ª parte já a vencer por 37-33, melhorando essencialmente em termos defensivos. Fomos muito intensos e agressivos, procurando jogar sempre em “alta rotação”.
O 3º período caracterizou-se novamente pelo equilíbrio, mas a nossa equipa sentia claras dificuldades em atacar o cesto da forma mais correta. Pouco ofensivos, precipitados na altura de lançar ao cesto, não íamos escolhendo a melhor opção no ataque. Mesmo assim, fruto da excelente atitude defensiva, chegamos ao final do período com o jogo em aberto, estando a perder por apenas 43-45.
O equilíbrio foi novamente a nota dominante dos últimos 10 minutos, conseguimos lutar com todas as forças pelo melhor desfecho, mas deixámos o adversário fugir nos últimos 3 minutos, fruto de uma defesa zona que não soubemos atacar, nem para a qual estávamos preparados, acabando por perder por 50-59.
A sensação que fica é que “adoramos” e “vivemos” intensamente estes jogos. Foi muito bom sentir o espirito de ambição que a equipa denotou.
Podemos tirar várias conclusões, mas a principal é a de que conseguimos encurtar distância em relação a um adversário que há menos de um ano estava muito longe. No entanto, temos muito trabalho árduo pela frente, claramente estamos melhor defensivamente do que no ataque, vamos procurar no tempo que nos resta da época melhorar ainda mais este capítulo do jogo.
Foi um encontro difícil, muito duro em termos físicos e psicológicos, e nós demonstrámos uma excelente atitude, proporcionando um bom espetáculo de basquetebol, muito intenso e emotivo.
Parabéns a todos pela excelente atitude e pela boa imagem que transmitimos. Um obrigado a todos os pais, familiares e amigos que na bancada sempre apoiaram a equipa, proporcionando um excelente ambiente no pavilhão.
Desejamos as melhoras ao Manuel Santos, Tiago Sá, Bruno Soares e Pedro Meireles, que estão a recuperar de lesões.
André Leitão
Parciais: 19-23; 18-10; 10-12; 07-14
Marcha: 19-23; 37-33; 43-45; 50-59

Galitos: Rogério Ratola (6), Miguel Pina (7), João Lamas (5), Nuno Simões (8), Luís Cupido (4), Nuno Lemos (2), Diogo Santos (10), Francisco Pinheiro (6), Ruben Costa (2), Jorge Pinheiro e Lucas Franco.


Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita o atleta Sub-14 Henrique Rocha pelos seus 14 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.


Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita o atleta Sub-6 do MiniGalitos Bernardo Dias pelos seus 6 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.

7ª sessão de trabalho do JEEP


Realizou-se esta madrugada, das 6h55 às 7h55 o 7º e último treino da edição deste ano do JEEP - jovens em evolução permanente.

O trabalho que está essencialmente virado para o aperfeiçoamento dos fundamentos técnicos dos jogadores voltou a incidir na exploração de movimentos de costas para o cesto.

Esta última sessão voltou a contar com a adesão de muitos atletas tendo estado presentes 24 jogadores que foram orientados por 8 treinadores e 2 fisioterapeuta que trabalharam a vertente física dos atletas.

Parabéns a todos os presentes, jogadores e treinadores, pela grande adesão que esta iniciativa teve e que com toda a certeza ajudou a melhor o basquetebol de todos. Aos treinadores pela partilha das propostas de trabalho e aos jogadores pela melhoria na execução dos seus fundamentos técnicos.
 
Um agradecimento especial à Isabel que em todos treinos preparou o merecido pequeno almoço que todos os participantes tinham direito no final do treino.
 
Na próxima época há mais!

Final: MaiaBasket 90 – Galitos/DUNIK 57


Presença na final, uma experiência enriquecedora…
A disputa do jogo que decidia o vencedor deste ano do Inter-Associações frente ao MaiaBasket em sua casa não foi fácil para nós.
Depois de termos derrotado na véspera o ATC com um cesto mesmo a terminar o encontro não conseguimos contrariar o maior favoritismo adversário acabando por perder por uma margem dilatada.
Estávamos muito ansiosos antes do encontro, acusando a pressão de disputar um jogo decisivo, uma experiência nova para a maioria dos jogadores.
O Maia entrou muito forte ainda complicou mais a nossa tarefa e os jovens Galináceos não conseguiram libertar-se e jogar o que está ao seu alcance deixando o adversário ganhar uma grande vantagem logo no arranque da partida
O MaiaBasket, com mais argumentos em termos físicos, colocou-nos muitos problemas nas áreas próximas do cesto, tanto no ataque, como na defesa mostrando-nos que temos de ser mais agressivos e intensos para conseguirmos jogar a este nível.
As dificuldades em atacar o cesto adversário, apesar da boa circulação de bola e o facto de não conseguirmos parar os 3 jogadores mais fortes do adversário (tinham os 3 mais de 30 pontos ao intervalo) fez com que o jogo ficasse praticamente resolvido ao intervalo (44-24)
Para a 2ª parte o desafio era conseguirmos jogar ao nosso nível encontrando motivação para contrariar o ascendente adversário, mas apenas o conseguimos a espaços. Também a este nível temos de melhorar e conseguir reagir às adversidades. Nem sempre as coisas nos vão correr bem e é importante conseguir dar a volta à situação.
O percurso nesta competição tem um saldo bastante positivo com a presença nesta final apesar dos altos e baixos verificados. É importante estar nestes momentos para continuarmos a crescer.
Vamos continuar a treinar para preparamos da melhor forma a presença na Fase Final Distrital que se realiza a 7, 9 e 10 de Junho em SJ da Madeira
João Cura
Parciais: 24-10; 20-14; 24-12; 22-21
Marcha: 24-10; 44-24; 68-36; 90-57

Galitos: Vasco Bugalho; André Carvalho; Rodrigo Leite; Tiago Bebiano; Rui Pereira; Alexandre Pereira; Vasco Peralta; Henrique Rocha; Luís Patrício; Afonso Fonseca e António Matias.






O Clube dos Galitos, através da sua secção de Basquetebol, vai voltar a organizar a II edição do MiniCampos de Férias Galitos.

Após o sucesso das primeiras semanas queremos voltar a proporcionar momentos únicos a crianças dos 6 aos 16 anos.

Teremos uma grande diversidade de atividades para satisfazer todos os participantes.

Cá vos esperamos para juntos curtirmos e entrarmos com o pé direito nas Férias Grandes!

6ª Jornada: Galitos/Colégio D. José I 5 – Ovarense 1

Bom jogo!
Domingo, 27 de Maio, realizámos o último encontro frente à equipa da Ovarense.
A equipa nesta 3ª fase esteve sempre num em bom plano em praticamente todos os jogos que realizou contra as suas adversárias. Muito boa disposição, muita alegria e uma vontade enorme de todas em querer jogar é o principal aspeto que se retira do jogo.
Em todos os jogos utilizámos 14, 15 atletas o que é muito bom e importante. Pensamos que se os jogos tivessem mais minutos ficariam todas bem mais satisfeitas por poderem participar ainda mais. Procuramos dar o melhor enquadramento possível a todas as atletas.
Entrámos bem em todos os períodos do jogo e apenas fomos batidas no 1º fruto de alguma desconcentração nos lançamentos na passada que dispusemos e que desperdiçámos.
A competição foi saudável e o convívio entre todas as equipas foi uma boa experiência, vamos continuar a trabalhar, para o ano há mais.
A todos os pais que nos acompanharam o nosso obrigada o vosso apoio é importante.
Pelo Galitos, canta, canta... GALO
Sofia Pinho e Melo
Parciais: 05-07; 09-05; 12-10; 17-11; 07-03; 22-09
Marcha: 00-01; 01-01; 02-01; 03-01; 04-01; 05-01

Galitos: Mariana Gouveia; Mariana Fonseca; Margarida Cura; Linda Nunes; Sofia Ribeiro; Daniela Caldeira; Ana André; Cristiana Rosa; Íris Fartura; Joana Mendes; Joana Pereira; Beatriz Santos; Mafalda Solá e Matilde Açafrão.

JEEP III

Terça-feira, realiza-se o e último treino
da edição deste ano do JEEP como é habitual às 6h55 

Cruzamento 1ºs classificados: Galitos/Colégio D. José I 41 – Esgueira 64

Um passo para o lado ou talvez não....!
Sábado, dia 26 de Maio, defrontámos mais uma vez a equipa do Esgueira no 2º jogo para apuramento do local da final distrital da 2ª divisão. Depois de termos efetuado um bom jogo em Esgueira partimos para este encontro com a ambição e esperança em repetir ou melhorar o resultado conseguido anteriormente.
O jogo começou com muitos tropeções e algum nervosismo mas mesmo assim saímos a vencer do 1º período.
Entrámos muito mal no 2º período com um parcial de 00-09, precipitámos lançamentos, os cestos não saíam e acusámos algum cansaço. Chegamos ao intervalo a perder por uma diferença de 9 pontos.
A 2ª parte iniciou-se com uma pequena recuperação e a diferença a meio do 3º período ficou apenas a 6. Podemos dizer que lutámos sempre desde o 1º ao último minuto, nunca desistimos.
É importante não esquecer que se há uns meses atrás nos dissessem que iríamos estar a disputar o jogo contra a equipa do Esgueira que é mais experiente, bastante maior e na globalidade mais velha dificilmente acreditaríamos e isso é que é importante relembrar. Só trabalhando e jogando é que podemos melhorar as nossas capacidades. Engane-se quem pensa que já acabou, ainda teremos mais jogos e de certeza que iremos lutar por bons resultados até ao final.
Gostaríamos no entanto referir que é tão importante saber perder como saber ganhar com dignidade, respeitando o adversário, o jogo ainda não acabou…!
Aos que nos deram o seu apoio o nosso obrigada, saber que não estamos sós é muito importante.
Pelos Galitos...canta, canta... GALO
Sofia Pinho e Melo
Parciais: 10-06; 06-19; 11-14; 14-25
Marcha: 10-06; 16-25; 27-39; 41-64

Galitos: Joana Cura, Mariana Gouveia, Barbara Lameiro; Filipa Silva; Margarida Cura, Ana André, Sofia Ribeiro, Mariana Limas; Matilde Açafrão; Mafalda Solá e Cristiana Rosa .

12º Encontro: Manhã no mercado!


Uma semana depois do encontro na Decathlon, voltámos a jogar ao ar livre e num piso de cimento. A manhã de sol que se fez sentir no mercado de Ovar proporcionou aos nossos 13 corajosos Galináceos um encontro muito especial e divertido!
No encontro desta manha na cidade Vareira marcaram presença a equipa local da Ovarense, os seus vizinhos de Oliveira de Azeméis, ENESSE e o nosso MiniGalitos!
Começámos o encontro de fora, enquanto as outras duas equipas jogavam, aproveitámos um outro campo para aquecer, “entretemo-nos” a trabalhar lançamentos na passada e de meia-distancia e claro ganhar apetite para os jogos que tanto queríamos fazer!
A ansiedade e vontade de jogar era muita e finalmente chegava o 1º jogo. Enfrentámos o ENESSE, começámos lentos e por isso tivemos algumas dificuldades em jogar. As características reduzidas do campo obrigavam-nos a ser mais coletivos e a reagir às situações do jogo com maior velocidade! -Rapidamente percebemos que tínhamos de correr mais, passar a bola e não driblar… e driblar para nada, acabando bem melhor do que começámos e assim com mais animo para o jogo seguinte!
Os nossos anfitriões era a equipa que se seguia, apesar da melhoria acima descrita, pecamos no excesso de lançamento de fora quando podíamos finalizar na passada e de forma mais fácil. Neste jogo trabalhámos melhor em equipa com boas leituras de passe e corte, aprendendo bem a lição de que em passe somos bem mais objetivos e velozes do que em drible. Estivemos mais participativos nos ressaltos e em comum ao jogo anterior uma boa prestação defensiva, agressivos e sem nunca largar o nosso adversário direto!
Para finalizar, um mesclado e colorido jogo do “alemão”. Apesar de todos se terem portado dignamente, o azar do Manuel Loureiro que por pouco não foi à final e a valia dos nossos adversários, o Galináceo Miguel Silva foi o nosso representante na final com mais 3 atletas do ENESSE e mesmo assim saiu vencedor!
No encontro de hoje tivemos a estreia dos atletas Simão Oliveira e Miguel Costa que começaram esta semana a trabalhar connosco e que bem se integraram hoje!
Um muito obrigado aos pais presentes, quer pela deslocação, quer pelo apoio sem eles não teria sido a mesma coisa!
Um agradecimento muito especial à Ovarense pelo convite e pelas lembranças, parabéns também por esta excelente iniciativa, nesta altura do ano sabe sempre bem uns jogos ao ar-livre!
As melhoras ao nosso valente Rodrigo Silva que com um valente “tralho” nos assustou a todos, mas que felizmente se recompôs e acabou como nós gostamos de sorriso nos lábios!
Continuamos a crescer como homens, a evoluir como jogadores e a cada vez sermos melhores atletas e colegas de equipa, assim dá gosto trabalhar, no final com tantas feridas nos joelhos e cotovelos, e suor bem estampado no rosto ainda tivemos força para cheio de orgulho gritarmos bem alto Pelo Galitos, canta, canta, Galo…
Rui Labrincha

MiniGalitos: José Machado, Manuel Loureiro, Rodrigo Silva, Nuno Marques, Guilherme Cardoso, Simão Oliveira, Daniel Luzia, Tiago Sá, David Castro, Nuno Silva, Miguel Costa, Miguel Silva e Jaime Oliveira Treinadores: Nuno Cruz e Rui Labrincha.

5ª Jornada: Galitos/Colégio D. José I 2 – Colégio de Calvão 5

Precisamos de um danoninho !
Domingo, 20 de Maio, realizámos mais um encontro contra a equipa do Colégio. O nosso crescimento continua apesar deste resultado menos favorável. Não é muito fácil conseguir ganhar quando o adversário apresenta 2 atletas muito maiores do que nós, toca a comer danoninhos…!
Procuramos sobretudo nestes encontros que se comecem a adquirir rotinas de jogo, conhecimento básicos como saber o que fazer, quando tenho de defender e quando tenho de atacar. O objetivo é colocar a jogar o maior número de atletas possível sendo que o papel das mais velhas e com melhor conhecimento é o de enquadrar as nossas atletas mais novas.
Neste jogo empatámos 1 período, ganhámos outro e perdemos 3. Estes jogos são muito importantes para a transição das jovens atletas para as sub-14.
A todos os pais que nos acompanharam o nosso obrigada o vosso apoio é importante.
Pelos Galitos...canta, canta... GALO
Sofia Pinho e Melo
Parciais: 07-09; 12-12; 06-17; 06-10; 13-07; 06-09
Marcha: 00-01; 01-02; 01-03; 01-04; 02-04; 02-05

Galitos: Mariana Gouveia, Mariana Fonseca, Margarida Cura, Linda Nunes, Sofia Ribeiro, Carolina Tavares, Daniela Caldeira; Ana André; Cristiana Rosa; Íris Fartura, Joana Mendes, Beatriz Santos e Bárbara Lameiro.

Sub-13 Femininos vencem a Ovarense
Sub-13 Masculinos B perdem com o Beira-Mar
Sub-14 Masculinos B perdem com a Sanjoanense

As Sub-13 Femininos terminaram em 1º lugar na 3ª Fase do Torneio Distrital. Hoje voltaram a vencer a Ovarense por 5-1 chegando ao fim desta fase com 5 vitórias e apenas 1 derrota nos 6 jogos realizados.

Os Sub-13 Masculinos B perderam em casa com o Beira-Mar por 1-6 na última jornada da 3ª Fase do Torneio Distrital ficando em 5º lugar com 1 vitória, 1 empate e 3 derrotas.

Os Sub-14 Masculinos B perderam no 2º jogo de cruzamento com a Sanjoanense B por 40-52. Depois de terem vencido em SJ da Madeira por 5 pontos os jovens Galináceos acabaram por perder em casa por uma margem superior.

O MiniGalitos participou em mais 2 encontros ambos ao ar livre. Os Sub-8 estiveram no encontro da Decathlon com uma equipa e os Sub-12 participaram no encontro promovido pela Ovarense no mercado de Ovar.

Galitos perde com o MaiaBasket na Final do Inter-Associações

Os Sub-14 Masculinos A perderam esta tarde com o MaiaBasket por 90-57 na Final do Torneio Inter-Associações em jogo realizado em casa do seu opositor. 

Depois de ter derrotado na véspera o ATC com um cesto mesmo a terminar o encontro o Galitos não conseguiu contrariar o favoritismo da equipa da casa acabando por perder por uma margem dilatada. O Maia entrou muito forte e os jovens Galináceos acusaram bastante a pressão da final e não conseguiram libertar-se de forma a jogar o que está ao seu alcance chegando ao intervalo já com uma desvantagem grande.

De qualquer forma o percurso neste Inter-Associações tem um saldo bastante positivo com a presença na final e é neste tipo de jogos que as equipas mais crescem. Parabéns a todos!

½ Final: ATC 59 – Galitos/DUNIK 60


Garantir a presença na final…
Na continuação do trabalho desenvolvido pelos nossos atletas garantimos a presença na final do Inter-Associações. Apesar disso não fizemos tudo para o merecer, uma vez que o nosso adversário foi mais agressivo, lutou mais e com isso esteve na frente do marcador a partir do 2º período e acabou por perder o jogo apenas na nossa última posse de bola com um lançamento no último segundo.
Entrámos apáticos no jogo, mesmo marcando mais pontos que o ATC, fomos poucos agressivos na disputa das bolas divididas e na luta dos ressaltos. Apesar disso terminámos o 1º parcial na frente.
No 2º período ainda fomos mais “moles” e fomos para o intervalo a perder sem contestação.
Após o intervalo continuámos “desligados” e a permitir pontos fáceis aos adversários e só no final deste parcial conseguimos voltar a aproximar no marcador mantendo os mesmos 3 pts de desvantagem.
No 4º período andámos sempre perto no marcador, mas ao desaproveitarmos vários lançamentos curtos e continuando a permitir ressaltos ofensivos ao ATC na nossa tabela nunca conseguimos passar para a frente apesar de termos encostado várias vezes a 1 e a 2 de pontos, mas falhámos sempre o lançamento que permitia a reviravolta.
Perdemos 23 ressaltos defensivos que representaram outros tantos ataques do nosso adversário e se juntarmos a isso cerca de 30 turnovers até custa a perceber como conseguimos ganhar.
Destaque para o empenho de todos que apesar de perdulários foram mais intensos no 3º e 4º período. A crença e a forte atitude competitiva colocou-nos em vantagem nos últimos segundos depois de desperdiçarmos boas oportunidades para resolver o jogo.
Parabéns pela vitória e garantimos a realização de mais um jogo que nos permitirá continuar desafiar os nossos próprios limites. Só assim cresceremos individua e coletivamente.
Ouçam os treinadores, especialmente quando fazemos coisas menos conseguidas, eles querem o vosso sucesso tanto como cada um de vós. Nunca desistam de vós, nem de tentar ganhar os jogos.
Com a presença na Final garantida só nos resta desfrutá-la com a intensidade que já demonstrámos noutras ocasiões.
Tó Benjamim
Parciais: 16-13; 12-18; 13-13; 19-15
Marcha: 16-13; 28-31; 41-44; 60-59

Galitos: Vasco Bugalho; André Carvalho; Rodrigo Leite; Tiago Bebiano; Rui Pereira; Alexandre Pereira; Vasco Peralta; Bernardo Matias; Henrique Rocha; Luís Patrício; Afonso Fonseca e António Matias.




Resumo do Campeonato Nacional




Aquém das expetativas
Fomos para esta fase da época com as expetativas elevadas, após um Campeonato Distrital imaculado com um total domínio sobre os adversários. Tínhamos legítimas aspirações a ser uma das equipas que iria lutar pelo acesso a fase final nacional.
Começámos num dos adversários mais difíceis, em Gaia contra o Vasco Gama, num jogo em que as percentagens perto do cesto foram muito baixas, acabando por sofrermos a nossa 1ª derrota da época.
Seguiu-se a equipa do Povoa, reagimos e efetuamos um dos melhores jogos desta fase, consistentes e muitos fortes defensivamente vencemos claramente por 36 pts de diferença.
Seguiu-se em Sangalhos um jogo equilibrado e que acabamos por ser mais fortes devido à nossa profundidade na equipa, foi uma vitória com sangue, suor e lágrimas.
Depois recebemos o Gumirães, a equipa claramente mais débil, sendo a vitória mais que natural, ao intervalo já vencíamos por 42 pts de diferença.
Seguiu-se a visita ao Porto, uma tarde para esquecer ou relembrar, com uma 1ª parte completamente desajustada ao que tínhamos feito até então, o nosso adversário jogou os 1ºs 20 minutos sem qualquer oposição face da nossa ausência na defesa. Não existimos nesses 1ºs 20 minutos, foi mesmo o nosso pior momento da época, terminamos o jogo com a sensação que realmente, a diferença entre as equipas não era a que o marcador espelhava (83-54).
Vencemos os 2 jogos finais para fechar a 1ª volta, frente ao Ginásio e ao Leça com alguma naturalidade e com grande atitude de todos atletas, a tentarmos demonstrar que temos valor.
Depois estivemos 4 semanas sem competição, o que realmente é inadmissível (algo que a nossa federação tem que rever).
Recomeçámos com um adversário direto, Vasco Gama, num jogo sempre equilibrado que acabou por cair o adversário. Colocámos tudo em campo mas não foi suficiente e depois desta derrota só um milagre iria alterar a nossa posição na tabela classificativa.
Sabendo disso redefinimos objetivos, jogo a jogo, fazendo o nosso melhor apesar de algumas baixas (por lesões). Neste período passámos por algumas dificuldades no equilíbrio da equipa, acabando por fazer uma reta final menos boa.
Vencemos os jogos fora, Povoa, Gumirães e Ginásio, sempre lutando pela vitoria até a exaustão, com grande atitude. Pelo meio uma derrota em casa com o Sangalhos, num um jogo difícil e menos conseguido, onde não estivemos bem apesar de só termos perdido por 2 pts.
Na receção ao Porto, fomos presentados com um grande jogo de basquetebol, emotivo, com prolongamento e no qual merecíamos melhor sorte, com bola nos últimos segundos a teimar em não entrar, acabando por perder por apenas 1 pt.
No último e derradeiro jogo, estivemos apáticos e pouco agressivos defensivamente, deixando o adversário acreditar que podia vencer e acabou mesmo por o conseguir nosso reduto por 5 pts.
Nesta 2ª volta não vencemos qualquer jogo em casa, claramente um aspeto negativo, não conseguimos derrotar nenhum dos adversários mais fortes do distrito do Porto.
Ficamos claramente aquém das expetativas, poderíamos e deveríamos ter feito melhor (todos que fazem parte desta equipa).
Vamos olhar em frente e aprender com os erros, levantar a cabeça, todos tem oportunidades de terem grandes conquistas, coletivas e com naturalidade individuais, não esquecerem que em 1º lugar as vitorias e as derrotas são coletivas.
Até sempre, um abraço a todos, é um prazer e um grande orgulho que tenho de ter estado ao vosso lado durante este período das vossa carreiras desportivas.
Pelo Galitos canta, canta,... Galo
José Guerreiro

Seniores Masculinos derrotam Gumirães
Sub-14 Masculinos A estão na Final do Inter-Associações 
Sub-14 Femininos perdem frente ao Esgueira

Os Seniores Masculinos venceram sem grande dificuldade o Gumirães por 71-50 na 10ª jornada da 2ª fase da CNB2. Num jogo sempre dominado pelos Galináceos que ao intervalo já lideravam por 37-23.
Com mais esta vitória o Galitos mantém-se na liderança em igualdade pontual com mais 2 adversários, Salesianos e Brandoense quando faltam disputar 3 jogos.

Os Sub-14 Masculinos A derrotaram o ATC da AB de Braga por 59-60 na 1ª meia-final do Torneio Inter-Associações. Com esta vitória o Galitos ganhou o direito a disputar a final do Torneio que se está a disputar na Maia frente à equipa da casa, o MaiaBasket que venceu o Beira-Mar na outra meia-final.
O Galitos entrou melhor no jogo ganhando uma vantagem inicial. O ATC reagiu e no inicio do 2º período passou para a frente do marcador com os Galináceos, apesar de não estarem muito bem, a fazerem tudo para conseguir voltar para a frente, o que veio a acontecer apenas no último lançamento do encontro realizado em cima do apito final.
Amanhã realiza-se a Final, às 17h no Pavilhão do Formigueiro na Maia.

As Sub-14 Femininos perderam frente ao Esgueira por 41-64 no 2º jogo de cruzamento entre os vencedores das séries da 1ª fase da 2ª divisão do Campeonato Distrital. Depois de terem perdido por apenas 5 pontos de diferença fora o Galitos não conseguiu repetir o bom jogo realizado em Esgueira acabando por perder por uma margem mais dilatada. Com este resultado a Fase Final da 2ª divisão vai ser disputada em Esgueira nos dias 7, 9 e 10 de Junho.

Os Sub-16 Masculinos B perderam em casa frente à Ovarense B por 50-59 na 10ª jornada da Taça Distrital. O jogo foi muito equilibrado, intenso e jogado com grande agressividade. Ao intervalo o Galitos liderava por 37-33. Na 2ª parte o equilíbrio manteve-se até ao 3 minutos finais altura em que a Ovarense fugiu no marcador acabando por vencer.

Resumo da 
6ª sessão de treino

No passado dia 24 de Maio realizou-se a 6ª sessão de trabalho da edição deste ano do JEEP que contou com a presença de 23 atletas que foram orientados pela treinadora convidada Tatiana Iourtaeva e mais 5 treinadores e 1 fisioterapeuta dando assim continuidade ao trabalho que tem vindo a ser realizado.

A adesão a esta iniciativa continua a ser muito grande com os atletas mais novos a darem uma excelente resposta. Neste treino destaque para a presença da atleta Raquel Soares uma referência da equipa sénior e um excelente exemplo para os atletas mais novo. Apesar dos muitos anos como jogadora ao mais alto nível não deixa de valorizar o trabalho, participando juntamente com os mais novos nesta iniciativa.

Continuam a ser 5 os atletas que participaram em todas as sessões de treino havendo ainda mais 8 que participaram na maioria dos treinos. Em termos de equipas o ranking de presenças continua a ser liderado, por grande margem, pelos Sub-14 Masculinos A seguidos pela equipa de Sub-14 Femininos.

Na próxima terça-feira, dia 30 de Maio, realiza-se a 7ª e última sessão de treino deste ano à hora habitual - 6h55.

Aparece!


;;
Galitos Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura