P A T R O C I N A D O R E S

11ª Jornada: Gumirães 41 – Galitos/INDASA 98

Sem grande história…
Depois da derrota em casa com o Sangalhos era importante reagir e realizar um bom jogo no velhinho Pavilhão do Fontelo.
Entrámos determinados em resolver o encontro cedo e não permitirmos ao adversário pensar em discutir o resultado, o que acabou por acontecer. O parcial de 10-28 registado no final do 1º período não deixou dúvidas a ninguém.
A partir desse momento tínhamos de encontrar motivação e continuarmos concentrados para continuarmos a jogar com qualidade o que veio a verificar-se apesar de termos baixado naturalmente um pouco a intensidade das nossas ações.
Vitória natural em face do que as 2 equipas foram capazes de realizar
João Cura
Parciais: 10-28; 10-20; 12-24; 09-26
Marcha: 10-28; 20-48; 32-72; 41-98

Galitos: Michael Duarte (14); Miguel Oliveira (6); Pedro Seabra (2); Pedro Santos (33); João Padilha (8); Alexandre Oliveira (6); João Paulo (14); Miguel Ferreira (6) e Bruno Fartura (9).

7ª Jornada: Galitos/Fisiomanual 91 – Beira Mar 67

Fazer das Fraquezas… Forças

Vínhamos de uma vitória bastante moralizadora na jornada anterior na qual fizemos um excelente jogo coletivo com claro crescimento enquanto grupo.
Embora sem nunca termos perdido até aqui, este jogo contra o Beira-mar apresentaria à partida algumas dificuldades extras, fundamentalmente pelo facto de não podermos contar com 4 atletas que haviam jogado na semana anterior e mais concretamente 3 de posições interiores.
É verdade que o resultado é algo enganador, uma vez que, grande parte do jogo foi equilibrada, principalmente até ao intervalo.
Sabíamos que poderia ser para nós complicado a luta das tabelas e a defesa do jogo interior do adversário. Resolvemos apostar num jogo rápido e solidário com todos a ajudarmo-nos no ressalto e com transições defesa-ataque rápidas e pressão constante.
Entrámos bem em termos ofensivos conseguindo explorar as falhas defensivas do Beira-mar e as grandes lacunas que apresentou em termos da defesa das penetrações. Conseguimos muitos lançamentos fáceis através de penetrações e circulação de bola.
Na defesa não conseguimos manter o mesmo nível, sofremos tantos pontos no 1º período como no último jogo contra este mesmo adversário na 1ª parte inteira (20). Revelámos dificuldades na defesa do 1x1 aos jogadores de costas para o cesto e novamente na situação de duplo bloqueio direto. Falhámos ainda constantemente nas trocas e não demos tempo nem espaço ao colega para recuperar a posição. Temos muito que melhorar neste aspeto. Mesmo assim fomos claramente superiores, embora no 2º período tenhamos melhorado na defesa e piorado no ataque, aliás, neste período a qualidade de jogo decresceu. Ganhámos o 1º e o 2º período por 3 pontos, 23-20 e 16-13. O marcador marcava ao intervalo 39-33 a nosso favor.
A 2ª parte terá sido a melhor que fizemos em termos ofensivos desde o início da época. Acabámos o jogo com 9 triplos convertidos num total de 17 lançados - 53%. Arriscámos tudo na defesa, fizemos pressão constante, ora no portador da bola, ora a campo inteiro. O adversário acabou por marcar ainda mais um ponto do que aquilo que tinha feito na 1ª parte, no entanto, ganhámos bem mais do que aquilo que perdemos. Marcámos mais 52 pontos, o melhor que já conseguimos até hoje, com cestos para todos os gostos. Obrigámos o Beira-mar a cometer muitos erros e soubemos tirar partido disso mesmo. Muito contra-ataque e muitas assistências que permitiram que todos nos divertíssemos no campo e fora dele tirando partido do jogo e daquilo que viemos fazer.
Esse é o objetivo do jogo, que nos consigamos divertir, só assim faz sentido e é para isso que treinamos durante a semana. Parabéns a todos por mais uma vitória robusta (24 pontos) 91-67, pela solidariedade, atitude e pelo empenho posto em campo por todos. Continuemos assim pois temos novo jogo para ganhar já na próxima jornada, para que possamos manter o 1º lugar em que nos encontramos atualmente e que é o propósito de todos nós.
Marcelo Azevedo / João Madureira
Parciais: 23-20; 16-13; 25-18; 27-16
Marcha: 23-20; 39-33; 64-51; 91-67

Galitos: Hugo Verde (26); Tomás Tavares (8); João Tavares (12); Pedro Marçal (5); Bernardo Fernandes (6); Miguel Sousa (11); Francisco Mata (4); Carlos Rafael (5) e João Sérgio (14).

4ª Jornada: Galitos/HELLO FAGOR 114 – Sanjoanense B 28

Jogo sem grandes desafios!
Defrontámos no passado dia 15 de Abril a equipa da Sanjoanense B no nosso pavilhão. Era uma equipa desconhecida para nós pois ainda não tínhamos jogado contra eles e por isso teríamos de entrar forte para marcar a nossa posição.
Cedo se percebeu que a diferença de capacidades entre as 2 equipas era abismal, mas, ainda assim, os nossos atletas demonstraram durante toda a partida uma atitude impecável, sem nunca baixar os braços e sem nunca ter desrespeitado o adversário.
Num jogo onde não há muito para dizer, convém realçar a boa performance defensiva, não tendo o Galitos realizado nenhum período em que tenha sofrido mais de 9 pontos, bem como o alto ritmo ofensivo, em que os pontos surgiam em catadupa, sendo o período mais fraco brindado com 27 pontos.
Apesar de ter sido um resultado amplo, é também um resultado enganador, uma vez que a atitude demonstrada pelos atletas na semana de treinos nem sempre foi a melhor. Vamos trabalhar para conseguir vencer os jogos em que teremos mais dificuldades! As melhoras ao Nuno Lemos e Pedro Meireles, que estão a recuperar de lesões.
Francisco Gonzalez
Parciais: 32-06; 30-08; 27-09; 34-05
Marcha: 32-06; 62-14; 89-23; 114-28

Galitos: Tiago Sá (2), Rogério Ratola (6), Miguel Pina (15), João Lamas (14), Leonardo Matias (5), Nuno Simões (18), Diogo Santos (10), Francisco Pinheiro (10), Rúben Costa (12), Manuel Santos (10), Lucas Franco e Bruno Soares (10).

3ª Jornada: Galitos/DUNIK 69 – Illiabum 47

Jogo muito intermitente…
Na manhã de Domingo, dia 29 de abril, defrontámos o Illiabum na última jornada da 1ª volta da 2ª fase do Inter-Associações.
Depois do bom jogo realizado na passada semana frente ao Desportivo da Póvoa o nosso desempenho foi muito intermitente, tal como toda a semana de treinos. Alternámos bons momentos com fases em que não estivemos nada bem, nem a atacar, nem a defender.
Em termos ofensivos perdermos muitas bolas na transição defesa-ataque, algumas delas de forma demasiado infantil e não fomos fortes na luta dos ressaltos apesar da nossa vantagem física, em muitas situações nem fomos ao ressalto e para ganhar ressaltos é necessário lutar nas tabelas.
Em termos defensivos estamos a melhorar mas também necessitamos de ser mais consistentes. Ser mais agressivos sobre o portador e não ser batidos em drible com tanta facilidade.
Até meio do 2º período o jogo só teve um sentido com o marcador a registar 33-16 para nós. Nesta fase o Illiabum reagiu e com 5 triplos consecutivos aproximou-se no marcador até aos 33-27 ao intervalo.
Na 2ª parte voltámos a fugir e fomos ampliando a nossa vantagem até ao final acabando por vencer bem.
Temos de ser cada vez mais exigentes connosco, começando pela forma como treinamos pois só assim podemos continuar a evoluir e a melhorar.
Na próxima terça voltamos já a jogar recebendo o CB Viana com o objetivo de retificar a resultado que fizemos na 1ª volta.
João Cura
Parciais: 14-06; 19-21; 19-08; 17-12
Marcha: 14-06; 33-27; 52-35; 69-47

Galitos: Tiago Bebiano; Vasco Bugalho; Rodrigo Leite; André Carvalho; Rui Pereira; Vasco Peralta; Alexandre Pereira; Henrique Rocha; Bernardo Matias; João Lebre, Luís Patrício e António Matias.

Sub-14 Masculinos A vencem Illiabum para o Inter-Associações
Sub-16 Femininos perdem frente ao MaiaBasket para o Nacional

Os Sub-14 Masculinos A venceram o Illiabum em casa por 69-47 na última jornada da 1ª volta do Inter-Associações. Os jovens Galináceos apesar de não terem estado muito bem comandaram o marcador desde os instantes iniciais com uma boa réplica do Illiabum.

As Sub-16 Femininos A perderam em casa com o MaiaBasket por 44-55 em mais uma jornada do Campeonato Nacional. Depois de ter perdido por 30 pontos na Maia o Galitos fez um bom jogo frente a uma equipa que carimbava a presença na fase final nacional em caso de vitória. Liderou o marcador na 1ª metade (24-21) mas não conseguiu aguentar na 2ª parte apesar da excelente réplica.

As Sub-13 Femininos foram a Ovar derrotar a Ovarense por 2-6 em mais uma jornada da 3ª Fase do Torneio Distrital. As jovens do Galitos continuam a sua progressão e neste jogo venceram 4 períodos e empataram os outros 2.

Os Sub-16 Masculinos B derrotaram o Beira-Mar por 56-31 em mais uma jornada da Taça Distrital. O Galitos esteve sempre na frente e ao intervalo já liderava por 34-17 acabando por vencer com naturalidade.

O MiniGalitos esteve presente em mais um encontro desta vez com os Sub-8 em Vagos.

JEEP III

Resumo da 2ª sessão de trabalho - 24 de abril


Na 2ª sessão de trabalho do JEEP estiveram presentes 25 atletas de 10 equipas diferentes, desde os Sub-13 Masculinos aos Seniores Masculinos.

Nesta 1ª sessão o grande destaque vai novamente para a equipa de Sub-14 Masculinos A que voltou a ser a mais representada com 8 atletas presentes seguida pelas Sub-14 Femininos com 4 atletas.

Nota ainda de destaque para o Sub-13 presente, Vasco Silva de apenas 11 anos. 

Os atletas mais novos estão a mostrar de forma clara a sua vontade de continuar a melhor o seu desempenho no basquetebol. Parabéns!


Resumo da 2ª Fase


“Nenhum trabalho de qualidade pode ser feito 
sem concentração, auto-sacrifício e esforço."

A crescer de dia para dia…

Depois da pausa natalícia iniciámos uma nova caminhada rumo aos nossos objetivos. Em Janeiro começámos uma nova competição, separando-nos dos meninos. O campeonato contou com a presença de 3 equipas, a nossa, a do Colégio de Calvão e a da Ovarense.
À medida que a época vai avançando as exigências vão subindo e nós vamos sendo capazes de fazer cada vez mais e melhores coisas. Depois de na 1ª fase a maioria destas atletas apenas ter participado em encontros de sub-12 e só 4 tiveram experiencia nas sub-13. Para além das jogadoras de 1999 que também jogam nas Sub-14 as nossas atletas são na sua maioria de 2000 e 2001 e ainda temos algumas de 2002.
Apresentámo-nos nesta fase muito débeis, pouco agressivas a defender, lentas nas transições, quer ofensivas, quer defensivas, ocupando mal os espaços e corredores. Fomos ao longo desta competição evoluindo e adquirindo os comportamentos pretendidos. Para isto também contribuíram as mais velhas que já jogam nas sub-14, mesmo que com idade de minis.
Ao longo da competição fomos crescendo como equipa e individualmente. De período para período fomos jogando melhor, mais soltas, mais confiantes e a conseguir aplicar os nossos princípios de jogo. Esta fase teve altos e baixo mas mantivemos sempre uma grande atitude e intensidade, disputando sempre os encontros com grande respeito pelo adversário.
Conseguimos disputar os jogos contra todas as equipas, conseguindo encurtar distâncias para os adversários mais fortes. No fim desta fase já conseguimos ver alguma consistência na nossa forma de jogar e já conseguimos identificar os vários momentos de jogo.
De realçar o facto de termos utilizado 20 jogadoras ao longo da competição, o que é muito bom, estamos a crescer e todos merecem oportunidade de jogar. Tivemos a estreia de 16 atletas neste escalão.
Parabéns à equipa pelo comportamento e pelo empenho. Sempre dispostas a melhorar e a evoluir. Vamos continuar a aprender umas com as outras para evoluirmos e sermos cada vez melhores para que a próximo fase seja melhor que esta. Temos de continuar a trabalhar, melhorando os aspetos em que estamos mais débeis, treinando cada vez melhor e com mais empenho.
Queria só deixar um agradecimento especial aos pais que nos foram acompanhando pelo apoio e dedicação… vamos todos contribuir para que esta equipa continue a crescer. Obrigado!
Agradecer também à Margarida e à Bárbara que nos foram ajudando a tomar conta das meninas. É importante que atletas mais velhas ajudem na formação das mais novas.
Luís Oliveira

Sub-18 Masculinos A vencem em Viseu
Sub-16 Masculinos A perdem em Sangalhos

Os Sub-18 Masculinos A regressaram às vitórias em Viseu ao derrotar sem grandes dificuldades o Gumirães por uns claros 41-98. O jogo não teve grande história tendo ficado resolvido logo no 1º período (10-28).

Nos 2 jogos realizados esta tarde no Galitos entre equipas B Galináceas e equipas A da Oliveirense registou-se uma vitória para cada lado. As Sub-16 perderam por 32-69 enquanto os Sub-18 venceram por 51-41.

Os Sub-14 Masculinos B foram a Oliveira de Azeméis perder com o ENESSE por 42-30 em mais um jogo da 2ª Divisão do Campeonato Distrital.

As Sub-14 Femininos foram a Ílhavo derrotar a equipa B do Illiabum por 31-83 que ficou desequilibrado logo no 1º parcial.

Os Sub-16 Masculinos A foram a Sangalhos perder por 52-41 em mais uma jornada do Inter-Associações. O jogo foi sempre equilibrado até cerca dos últimos 3 minutos quando o encontro se encontrava empatado com a equipa da Bairrada a resolver a fugir no marcador e a resolver o desafio na reta final.

8ª Jornada: Galitos/QUEROIMPRIMIR 55 – Infante Montemor 62

Adormecidas após o intervalo…
No dia da revolução dos cravos recebemos a equipa do Infante Montemor para o penúltimo jogo em casa desta época. Queríamos dar seguimento à vitória alcançado no fim-de-semana e fazer melhor jogo do que na visita a Montemor.
Mais uma vez entrámos muito bem com um parcial de 8-0, não permitindo que o adversário jogasse. Através de uma pressão a campo inteiro procurámos recuperar bolas cedo para finalizar com lançamentos fáceis.
No 2º quarto mantivemos a superioridade e fomos para intervalo a ganhar por 9 pontos. No entanto no final do 2º período perdemos uma jogadora por lesão e esta teve de se dirigir ao hospital para cuidados médicos. Este foi o momento chave do jogo.
Fomos para intervalo com uma vantagem confortável mas um adormecimento inexplicável levou-nos a sofrer um parcial de 10-0 e ficar logo de entrada atrás no marcador.
Entrámos para o último período na luta pela vitória mas não tivemos a capacidade de dar a volta aos acontecimentos. Não fomos organizadas a defender, não tivemos paciência no ataque e perdemos claramente a luta das tabelas, permitindo muitos segundos lançamentos às adversárias.
Com a lesão de uma das nossas jogadoras mais influentes na luta das tabelas a equipa não soube encontrar outras soluções para colmatar a sua falta. Deixar um abraço para a Joana Tavares e desejar as suas rápidas melhoras.
Não podemos continuar a adormecer ao intervalo se queremos ganhar jogos equilibrados. Temos de ser mais consistentes a jogar. Apesar de não termos ganho nem feito uma boa 2ª parte a equipa está de parabéns pelo empenho que teve e por ter lutado até ao fim.
Agora restam 2 jogos e queremos ir ganhar já na terça-feira à Maia.
Luís Oliveira
Parciais: 19-16; 16-10; 04-14; 16-22
Marcha: 19-16; 35-26; 39-40; 55-62

Galitos: Sara Torres (11); Teresa Magalhães (9); Barbara Cordeiro (4); Margarida Carvalho; Catarina Pereira (2); Rita Vieira (18); Inês Ferreira (4); Joana Tavares e Lia Delgado (2).


 

Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita o atleta Sub-18 Miguel Oliveira pelos seus 18 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.

Sub-20 terminam 1ª Fase da Taça Nacional invictos

O Galitos terminou a 1ª Fase da Taça Nacional de Sub-20 sem qualquer derrota nos 10 jogos realizados. Nesta última jornada foi a Vila do Conde derrotar o Clube Desportivo José Régio por 49-63. No entanto o jogo não foi fácil uma vez que os Galináceos entraram muito mal e até ao intervalo andaram atrás no marcador (29-26).
Na 2ª parte o jogo foi diferente com o Galitos a demonstrar porque terminou invicto esta fase da Taça.
Segue-se agora a preparação com vista à Final que está prevista para o fim de semana de 19/20 de Maio

11ª Jornada: Académica 52 - Galitos/Hello Aveiro 66

Jogo controlado do primeiro ao último minuto
Neste feriado à tarde, visitámos Coimbra e a Académica no fantástico Multidesportos Mário Mexia.
Neste jogo procurávamos a primeira vitória fora no Nacional e a garantia de que fugíamos de vez aos últimos lugares, aspirando a algo mais.
O 1º período foi muito intenso da nossa parte, com uma eficácia excelente a nível ofensivo. Começámos com parcial de 11-03 e nunca mais deixámos a liderança do jogo, com contra ataques rápidos, fizemos outro parcial de 09-01 e terminámos com 10 pontos de vantagem.
No 2º período, e agora com o lançamento exterior/ longo a sair com êxito, fizemos parcial de 14-05 e diferença para 19 pontos, atenuada com reacção estudante no final com 03-09, para irmos para intervalo com 13 pontos de vantagem.
O reinício foi muito bom, com resposta imediata à zona 2x3 contrária com 2 triplos e 08-02 e novamente nos 19 pontos, tendo ainda chegado à diferença máxima no jogo em 21 pontos. A Académica equilibrou o resto do período e chegámos para o final com 15 pontos à maior.
No último período, houve um equilíbrio total, com alguma rotação da nossa parte, respondendo a Briosa a um parcial nosso de 08-02 com outro de 00-05, num período em que a Académica marcou 11 dos seus 15 pontos da linha de lance livre.
Vitória justa e tranquila com muita personalidade, num dos nossos melhores desempenhos colectivos.
Esta vitória coloca-nos num lugar mais condizente com o real valor da equipa.
Parabéns miúdas, pela atitude e comportamento antes, durante e depois do jogo.
Segue-se no domingo, a recepção à 2ª classificada e candidata ao apuramento à final four Nacional, o Maia Basket.
Pelos Galitos… canta…canta…GALO
Hélder Silva
Parciais: 13-23; 14-17; 10-12; 15-14
Marcha: 13-23; 27-40; 37-52; 52-66

Galitos: Bruna Pires (13); Mariana Oliveira (14); Deborah Viaud (3); Maria Folque; Adriana Ramos (5); Maria Morais; Rafaela Reis (21); Inês Araújo (6); Francisca Lourenço; Joana Cura (4) e Vanda Correia (2).

7ª Jornada: Galitos/QUEROIMPRIMIR 71 – GICA 38


Regresso às boas exibições…
No passado sábado, 21 de Abril defrontámos o último classificado do campeonato, a equipa do GICA.
O GICA chegou a este jogo sem qualquer vitória na prova e nós sabíamos as debilidades adversárias, ou não fosse o 5º jogo contra este adversário.
Entrámos muito bem, muito agressivas a defender e isso refletiu-se no parcial de 14-0 que nós fizemos logo de entrada. Fomos muito inteligentes e pacientes a atacar, sabendo procurar boas situações de lançamento que fomos convertendo com alguma facilidade. Não sendo de estranhar a diferença de 20 pontos que já se verificava ao intervalo.
No 3º período entrámos muito apáticas, o que já começa a ser normal e o período foi muito fraco da nossa parte, fazendo más opções e permitindo que o adversário equilibrasse o marcador nesse parcial.
No último período voltámos a entrar fortes e matámos o jogo de vez com um parcial de 9-0.
Foi um encontro totalmente dominado e controlado por nós, com boas percentagens de lançamentos. De realçar o facto de todas as jogadoras terem contribuído com pontos, nunca nesta época isso se tinha verificado. É importante que isto aconteça mais vezes.
Bom trabalho meninas, quarta há mais e queremos manter o bom momento, estávamos a alguns jogos sem conhecer o sabor da vitória e queremos continuar com o gostinho. Faltam 3 jogos para o término do campeonato e vamos divertir-nos neste período procurando ganhar o máximo de jogos possíveis.
Luís Oliveira
Parciais: 22-10; 18-10; 11-09; 20-09
Marcha: 22-10; 40-20; 51-29; 71-38

Galitos: Sara Torres (6); Teresa Magalhães (8); Barbara Cordeiro (10); Margarida Carvalho (6); Catarina Pereira (8); Rita Vieira (16); Joana Tavares (9) e Lia Delgado (8).

2ª Jornada: Galitos/SENDA B 3 – Sanjoanense 4


Pouca intensidade…
No domingo dia 22 Abril recebemos a equipa da Sanjoanense para o 2º jogo desta 3ª fase. Este é o 5º jogo entre as 2 equipas, jogos sempre pautados pelo equilíbrio.
O objetivo para este encontro era dar continuidade ao excelente trabalho que temos vindo a realizar, jogando sempre com grande intensidade, procurando transições rápidas e muita agressividade defensiva.
No entanto fomos pouco esclarecidos ao longo do jogo, pouco organizados e sem fazer o que o treinador pedia. Nunca fomos agressivos a defender e isso não nos permitiu correr para transições rápidas… e quando o fomos o 1º passe não saiu na altura certa o que nos impossibilitou de jogar rápido e fazer contra-ataques.
Fomos pouco inteligentes a atacar, não soubemos ser pacientes e escolher a melhor altura para lançar. Procurámos sempre lançar do perímetro e isso revelou-se fatal nos momentos decisivos. Raramente fomos ofensivos com bola e procurámos fazer lançamentos perto do cesto.
Em termos defensivos andámos baralhados com o carrossel adversário e deixámos os oponentes fazerem penetrações fáceis e finalizar muitas situações em 1x0.
Foi um jogo equilibrado durante todos os períodos, acabando por ser a equipa visitante a mais forte no período das decisões. Parabéns pela vitória!
Agora vamos ter uma pequena paragem sem jogos e vamos aproveitar para afinar os nossos processos.
Bom trabalho, apesar de um jogo pouco conseguido tivemos um comportamento exemplar e uma excelente entrega.
Luís Oliveira
Parciais: 05-01; 05-05; 05-09; 08-15; 08-07; 07-15
Marcha: 01-00; 02-01; 02-02; 02-03; 03-03; 03-04

Galitos: Diogo Pinto; Jorge Ferreira; Vasco Silva; João Nascimento; Guilherme Cardoso; Dinis Mota; João Costa; João Matias e Pedro Silva.


10ª Jornada : Galitos/INDASA 68 – Sangalhos 70 


Demos 20 minutos de avanço...
Este jogo frente ao Sangalhos era o 6º encontro realizado entre as 2 equipas esta temporada, sempre com vitórias do Galitos. Nós queríamos manter a invencibilidade frente a esta equipa mas a motivação adversária para nos derrotar foi superior. 
Entramos muito apáticos na defesa e pouco intensos tanto a atacar como a defender revelando muitas dificuldades em parar o contra-ataque adversário e em conquistar ressaltos. O adversário aproveitou para conquistar uma vantagem que ao intervalo era já de 16 pontos. 
No recomeço o Sangalhos foi o 1ª a marcar colocando ampliando a sua vantagem para 18 pontos. Parecia que o jogo estava decidido, mas não os Galináceos não baixaram os braços e foram para cima do adversário. Aumentaram a agressividade defensiva e estenderam a defesa no campo todo recuperando várias bolas que permitiram finalizar alguns contra-ataques. Nesta fase do jogo fomos também mais eficazes no lançamento exterior e não fossem 2 ou 3 lançamentos fáceis falhados de forma incrível e teríamos consumado a reviravolta ainda no 3º parcial. O que veio a acontecer logo no início do último período conseguindo inclusivamente uma vantagem de 5 pontos. 
O jogo estava relançado e o equilíbrio foi uma constante apesar de nos últimos 10 minutos o Galitos ter estado mais tempo na frente do marcador. Nos últimos 2 minutos o Sangalhos acabou por ser mais feliz com o Galitos a precipitar-se no ataque e a desperdiçar várias oportunidades para voltar a passar para frente do marcador, tendo mesmo um lançamento de 3 pontos em cima da buzina que por muito pouco não deu a vitória. 
Depois da vantagem oferecida até ao intervalo a resposta foi muito positiva mas não foi suficiente… 
João Cura 
Parciais: 14-19; 13-24; 25-11; 16-16 
Marcha: 14-19; 27-43; 52-54; 68-70 

Galitos: Michael Duarte (13); Miguel Oliveira (19); Pedro Seabra (8); Pedro Santos (21); João Padilha; João Paulo; Miguel Ferreira; Ricardo Perdigão; Emanuel Silva (7); Alexandre Oliveira; Bernardo Fernandes e Hugo Verde. 




Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita o atleta Sub-18 Pedro Godinho pelos seus 18 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.

Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita a atleta Sub-14 Gonçalo Vítor pelos seus 14 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.

21ª Jornada: Diogo Cão 48 – Galitos/AAUAv 70

Viagens na minha terra

A deslocação a Vila Real é sempre uma tarefa difícil porque é uma viagem longa, o pavilhão é pouco convidativo e a equipa do Diogo Cão costuma ser uma equipa difícil de bater quando joga no seu reduto. Apesar da chuva intensa que nos acompanhou ao longo de quase todo o percurso, pudemos usufruir de uma pausa na precipitação para apreciar uma parte do nosso património mundial e desfrutar das magníficas paisagens do Alto Douro Vinhateiro.
A nossa equipa entrou no jogo de forma concentrada e determinada e apanhou a equipa anfitriã de surpresa e sem conseguir esboçar qualquer reação. Assentando o jogo numa defesa muito consistente, conseguimos partir diversas vezes para o contra-ataque e finalizar alguns cestos fáceis. A boa defesa e as rápidas transições deixaram a equipa do Diogo Cão sem argumentos para contrariar o nosso domínio.
No 2º período adormecemos na defesa e deixámos de sair rápido para o ataque. A equipa da casa aproveitou e conseguiu repor o equilíbrio. Neste período deixámos de construir situações de vantagem numérica e fomos forçados a jogar mais vezes 55 em meio campo. As más opções no ataque e a fraca seleção de lançamento resultaram em várias perdas de posse de bola bem aproveitadas pela equipa do Diogo Cão para concretizar pontos em contra-ataque, justificando o resultado ao intervalo.
Após o intervalo regressámos com outra atitude e os resultados não se fizeram esperar. Voltámos a defender melhor e a aumentar o ritmo do jogo, permitindo a concretização de pontos em ataques rápidos. Uma maior concentração nas tarefas defensivas com ajustamentos na defesa aos movimentos da equipa adversária permitiram-nos limitar muito a prestação ofensiva das jogadoras do Diogo Cão, anulando os seus pontos fortes. Apesar de não atacarmos bem em termos táticos, tirámos proveito da superioridade técnica das nossas jogadoras nas ações ofensivas concretizando muitos pontos em situações de 55. A 2ª parte do jogo foi, na maioria do tempo, completamente dominada pela nossa equipa.
Foi um jogo com momentos muito distintos, alternando entre períodos de concentração e intensidade com momentos mais apáticos, com falhas defensivas impensáveis e períodos mal jogados. A equipa apresentou-se com alguns problemas físicos e demonstrou fadiga, que se traduziu naturalmente em oscilações na intensidade do jogo, na prestação defensiva e na capacidade de concentração. A participação de algumas jogadoras nos campeonatos nacionais universitários e a semana de treinos atípica são seguramente 2 dos fatores que contribuíram para este desempenho da equipa. Apesar de tudo, o resultado alcançado e a prestação geral da equipa permitem fazer um balanço positivo.
Hugo Fernandes
Parciais: 05-18; 18-11; 10-21; 15-20
Marcha: 05-18; 23-29; 33-50; 48-70

Galitos: Inês Afonso (2); Sara Pinto (1); Rita Pires; Andreia Miguéis (8); Raquel Soares (12); Catarina Martins (17); Ana Sami (3); Maria Cristo (12); Mariana Pinto e Sara Morais (15).

9ª Jornada: Desportivo da Póvoa 56 – Galitos/INDASA 69 

Boa reação…
Depois da derrota comprometedora em casa com o Vasco da Gama deslocámo-nos à Povoa para defrontar o Desportivo. O jogo foi muito equilibrado durante o 1º parcial com o Galitos a entrar um pouco receoso. A partir do 2º período a equipa soltou-se, aumentou a agressividade defensiva e subindo a defesa passou definitivamente para a frente do marcador chegando ao intervalo com 6 pontos de vantagem. No recomeço o sentido do jogo manteve-se com a agressividade defensiva Galinácea a permitir controlar o marcador conservando sempre a vantagem na casa das dezenas. Na entrada do último parcial, jogando de forma coletiva e em velocidade, o resultado disparou para os 19 pontos sentenciando desta forma a partida. A partir deste momento algum relaxamento permitiu à equipa do Desportivo da Póvoa encurtar a diferença do marcador. Depois de termos complicado as nossas contas do apuramento, cumprimos a nossa obrigação vencendo com justiça. Resta-nos continuar a trabalhar para terminarmos bem a nossa participação no campeonato nacional. 
João Cura 
Parciais: 16-15; 12-19; 12-19; 16-16 
Marcha: 16-15; 28-34; 40-53; 56-69 

Galitos: Michael Duarte (16); Miguel Oliveira (16); Pedro Seabra (9); Pedro Santos (15); João Padilha; Alexandre Oliveira (4); João Paulo (1); Miguel Ferreira (4) e Emanuel Silva (4).

2ª Jornada:  Esgueira 5 - Galitos/SENDA A 1

Arranque tardio!
No domingo 22 de Abril, a equipa Galinácea deslocou-se até a Esgueira para mais um jogo desta fase.
Nos parciais da 1ª parte deparamo-nos com algumas dificuldades, entre elas quando a equipa do Esgueira fez muitos cortes nas costas que resultaram em cestos fáceis, o que lhes permitiu ir avançando no marcador. Também não fizemos uma boa recuperação defensiva e por estes factos a defesa não foi boa e eficaz.
Na 2ª parte melhorámos, tornámo-nos mais coletivos no ataque, procurando sempre um colega numa melhor posição e ir soltando a bola. Na defesa também fomos mais coletivos. Houve bons momentos quando a equipa participou nos ressaltos e ganhou algumas bolas.
Apesar do resultado não ser bom, podemos dizer que em termos de objetivos propostos e em relação a jogos passados, estamos a melhorar, estamos a ser mais coletivos e coesos e isso é muito importante. Também se nota que há erros que eram feitos com frequência e que os jogadores tentam não os repetir.
A equipa Galinácea está a melhorar na defesa também. No entanto tem de se continuar a trabalhar muito nos treinos, pois ainda temos de melhorar muito. Se queremos obter melhores resultados temos de estar atentos e esforçamo-nos nos treinos, que com o tempo eles aparecem.
Os jogos são um espelho dos treinos, quando os treinos correm bem os jogos ficam mais simples. 
Simão Ratola
Parciais: 18-05; 13-02; 05-04; 10-08; 14-01; 07-12
Marcha: 01-00; 02-00; 03-00; 04-00; 05-00; 05-01

Galitos: Rui Ribeiro; David Castro; Jaime Oliveira; Ricardo Teixeira; Tiago Sá; José Balseiro; Luís Filipe Gonçalves; Miguel Teixeira; Alexandre Wilson; Martim Jesus; Rafael Ratola; Hugo Veiga e Pedro Gonçalves.

6ª Jornada: Galitos /Hello Aveiro 27 – Sangalhos 52 

Connosco está quem quer! 
Realizamos mais um jogo contra a equipa do Sangalhos, adversário que conhecemos bem e por isso estávamos alertados para os seus pontos fortes e os aspetos mais fracos a explorar! Entramos bem no 1º período, fazendo bem as coisas no ataque com muita paciência e concentração e na defesa de forma agressiva conseguimos criar dificuldades ao adversário, acabando o período com o resultado equilibrado. No 2º período entrámos desconcentradas e com uma má seleção de lançamentos, passes pouco precisos e descabidos acabámos por nos desorientar e defensivamente perdemos agressividade com isso o adversário a fugir no marcador para números nada justos! No intervalo foi pedido às atletas maior agressividade defensiva, não permitir cestos fáceis de 1x0 ou 2x1, cestos estes que eram consequência de mas decisões nossas na transição defesa-ataque. No ataque tínhamos de ser mais esclarecidas, saber ocupar os espaços em campo, selecionar melhor o lançamento e participar no ressalto ofensivo! Estes aspetos foram conseguidos em certos momentos do jogo, não sendo brilhantes, demos uma boa e melhor imagem. Jogámos contra uma equipa melhor tecnicamente, mais dotada fisicamente e mais disciplinada em termos táticos e isso fez a diferença, ate porque e infelizmente falhámos demasiados cestos fáceis! Meninas, o resultado desta noite não está em causa, mas temos de lutar até ao fim dos jogos com tudo o que podemos dar! Estas partidas tem sido o reflexo do que fazemos nos treinos, as faltas de concentração depois pagam-se nos jogos com pontos sofridos e com resultados desnivelados, podemos e devemos fazer muito, mais e melhor, basta para isso estarmos concentradas no treino, cumprir as tarefas e sobretudo ouvir os treinadores! Um agradecimento a todos os que permitiram a realização deste jogo, ao atleta Miguel Ferreira que apitou, à Renata, à Sofia e à nossa atleta Alexandra Rosa que foram os oficiais de mesa exemplares, um muito obrigado a todos! 
Maria Cristo e Rui Labrincha 
Parciais: 07-06; 03-21; 09-09; 08-16 
Marcha: 07-06; 10-27; 19-36; 27-52 

Galitos: Maria Loura (2); Rafaela Guedes (2); Maria Folque (5); Sofia Garrucho (1); Vanda Correia (6), Andrea Perez, Maria Morais (6), Beatriz Sousa e Diana Araújo (5).

Sub-19 Femininos perdem com Infante de Montemor
Seniores Femininos derrotam Desportivo de Leça 
Seniores Masculinos vencem em Viseu

Os Seniores Masculinos foram a Viseu derrotar o Gumirães por 66-72 na 3ª jornada da 2ª Fase da CNB 2 naquele que foi 3º jogo consecutivo disputado fora de casa. Depois da vitória em Paços de Brandão o Galitos foi ao sempre difícil campo do Fontelo arrancar mais uma vitória.

As Sub-19 Femininos perderam esta manhã frente ao Infante de Montemor por 55-62. Depois de terem perdido em Montemor as Galináceas entraram muito bem liderando durante toda a 1ª metade. Na 2ª parte e após a lesão da Joana Tavares a equipa teve dificuldades na luta das tabelas apesar de ter continuado a lutar muito até aos fim do encontro acabando por perder.

As Seniores Femininos terminaram a sua participação no Campeonato Nacional da 2ª Divisão vencendo na última jornada o Desportivo de Leça por 65-51 num jogo em que estiveram sempre no comando do marcador.

Os Sub-16 Masculinos A perderam em casa com o Olivais por 49-52 na 7ª jornada do Inter-Associações. Depois de ter perdido em Coimbra por 5 pontos o Galitos esteve muito perto de virar o resultado quando liderava o marcador já no 4ª período por 8 pontos de vantagem mas o Olivais reagiu e acabou por dar a volta ao jogo e vencer.

As Sub-16 Femininos A foram a Coimbra derrotar a Académica por 52-66 na 11ª jornada do Campeonato Nacional num jogo em que estiveram desde o 1º período na frente do marcador.

Os Sub-18 Masculinos A perderam em casa com o Sangalhos por 68-70 na 10ª jornada do Campeonato Nacional.

Os Sub-14 Masculinos B foram ao Beira-Mar perder por 48-30 em jogo da 2ª Divisão do Campeonato Distrital.

6ª Jornada: CB Leiria 39 – Galitos/HELLO FAGOR 72 

Cumprindo os nossos princípios…
Mais uma vez afetados pela “praga” das lesões que de tempos a tempos ataca esta equipa deslocamo-nos a Leiria para um jogo com um adversário que deixou boas indicações na 1ª volta. Apesar do respeito que a equipa do Leiria nos devia impor entrámos a pensar que seria fácil colocar a bola no cesto. Infelizmente ao longo de toda a 1ª parte não foi assim. Ao intervalo sentia que era injusto para os jogadores que estavam a cumprir as indicação e mais do que isso, estavam a mostrar que assimilaram os conceitos abordados, nomeadamente bloqueio defensivo, rapidez no 1º passe e o uso do mínimo de dribles no contra-ataque. Por vezes acontece-nos cumprirmos e efetivamente não vermos os frutos disso mesmo, o que baralhou. No entanto, durante toda a 1ª parte pressionamos, corremos, contestamos lançamentos, enfim não demos descanso ao adversário. Após um intervalo mais calmo (do que o habitual) onde chegou uma mensagem de confiança a nossa entrada defensiva sufocou o adversário, obrigando-o a cometer erros consecutivos. A partir daí construímos um excelente desempenho em contra-ataque, com finalizações muito fáceis. O parcial final de período de 20-0 é expressivo do ritmo que impusemos, e que não refreamos. No 4º período conseguimos não relaxar e manter a toada. Foi uma ótima resposta, em especial dos jogadores e de toda a equipa, às limitações e acima de tudo porque assentou nos princípios em que trabalhamos afincadamente desde o 1º dia, intensidade, defesa e contra-ataque. Um degrau acima, parabéns. 
Luís Araújo 
Parciais: 12-11; 13-11; 04-27; 10-23. 
Marcha: 12-11; 25-22; 29-49; 39-72 

Galitos: Tiago Almeida (13); Miguel Pina (7); João Lamas (6); Hugo Rangel (15); Pedro Mealha (4); José Troía (7); Nuno Simões (6); Miguel Catarino (2); Luís Cupido (6); Francisco Pinheiro (2) e Vasco Peralta (2).

9ª Jornada: Galitos/ INDASA 72 – Sp.Braga 53

Começar bem pode não chegar!
No passado sábado dia 21 de Abril recebemos a 2º classificada do nosso grupo, a equipa do SC Braga.
No 1º jogo tínhamos vencido com alguma facilidade esta equipa e era com alguma expectativa que aguardávamos este jogo, pois sabíamos que eles viriam reforçados em relação ao último jogo (com jogadores recuperados de lesões) e que ao termos garantido o 1º lugar poderíamos deixar de encarar este jogo da mesma forma que encaramos os outros jogos.
Sabendo destas circunstâncias, foi com grande seriedade e qualidade que entramos no jogo e marcámos uma diferença suficiente para gerir o resto da partida.
Apesar de por diversas vezes serem alertados para manter o nível exibicional, foi inevitável o relaxamento no 2º período. Ao intervalo mantínhamos uma diferença de 15 pontos que era manifestamente pouco para o nível que demonstramos poder atingir.
Na segunda parte ainda tentamos melhorar alguma coisa, mas apenas o conseguimos fazer em termos defensivos, pressionando, dominando o ressalto defensivo na maioria das vezes, mas em termos ofensivos, a zona apresentada durante o resto da partida pela equipa bracarense e a nossa fraca leitura ofensiva neste jogo, não nos permitiu dilatar muito mais a vantagem.
Apesar disso vencemos o 2º classificado pela diferença de 19 pontos, o que é demonstrativo de que este não é o nosso campeonato…
Falta apenas um jogo e prepararmo-nos para a final!
Ricardo Brito
Parciais: 23-06; 17-19; 15-12; 17-16
Marcha: 23-06; 40-25; 55-37; 72-53

Galitos: Pedro Seabra (7); Pedro Lourenço (5); Matthew Moreira (5); João Padilha (11); Francisco Gonzalez (2); Simão Ratola (7); Elio Maia (8); Helder Gomes (2); Hugo Gomes (5); Pedro Santos (10); João Clemencio (2) e João Limas.

2ª Jornada: Colégio de Calvão 1 – Galitos/Colégio D. José I 5



Bom desempenho
Domingo, 22 de Abril de 2012, realizámos o 2º jogo do torneio distrital. Mais uma vez defrontámos a equipa do Colégio de Calvão. Esta equipa do Galitos está a aprender a jogar, a colocar-se em campo, a ter a posse de bola e a fazer a transição para o ataque através de movimentos simples.
Estes jogos servem fundamentalmente para dar mais experiência a muitas das nossas jovens atletas que dão os primeiros passos na competição, sempre importante. Procuramos fazer a ligação entre as mais velhas e as mais novas, algumas muito novas.
Tivemos algumas situações de 1x1 interessantes e que importa explorar ainda mais. Quando estou perto do cesto com numa boa situação só tenho 3 hipóteses, ou jogo 1x1, ou passo ou lanço. Dar tempo de jogo e ritmo competitivo só faz com que as jogadoras cresçam.
Temos ainda muita coisa a corrigir mas só com assiduidade aos treinos, aplicação e concentração, quer nos jogos, quer nos treinos nos vão levar à evolução. A todos os pais que nos acompanharam o nosso obrigada, o vosso apoio é importante.
Pelos Galitos... canta, canta... GALO
Sofia Pinho e Melo
Parciais: 06-12; 06-07; 02-05; 00-05; 06-00; 00-15
Marcha: 00-01; 00-02; 00-03; 01-03; 01-04; 01-05

Galitos: Mariana Gouveia; Mariana Fonseca; Margarida Cura; Bárbara Lameiro; Sofia Ribeiro; Carolina Tavares; Daniela Caldeira; Inês Fartura; Ana André; Beatriz Santos; Mafalda Solá; Joana Pereira e Íris Fartura.

FORMAÇÃO ITINERANTE DA ABA – 5ª AÇÃO

Realiza-se no próximo dia 30 de abril às 21h vai realizar-se no Pavilhão Dr. Salvador Machado em Oliveira de Azeméis a 5ª ação da Formação Itinerante da ABA com Sérgio Salvador, treinador dos seniores da Oliveirense e com Luís Magalhães.
Programa:
  • 21h - Sérgio Salvador – Zonas pressionantes em todo o campo
  • 22h - Luís Magalhães - Ataques para todas as defesas

1ª Jornada: Galitos/SENDA A 1 – Galitos/SENDA B 6


Temos ainda muito para melhorar

No dia 15 de Abril, a nova equipa de sub-13 criada, Galitos A, defrontou a outra equipa desta casa, o Galitos B que já estava a competir desde o inicio da temporada. Decidiu-se assim de forma a que os atletas de último ano de sub-12 conseguissem jogar mais tempo e assim obter mais experiência e crescerem a nível de basquetebol e como equipa.
Este jogo não foi dos melhores para nós, a equipa adversária entrou a pressionar muito, intimidando-nos. O adversário conseguiu roubar algumas bolas e assim atacar em superioridade numérica, algumas vezes até em situações de 1x0, o que resultou em muitos cestos fáceis. Continuando a avançar no marcador.
É de salientar que apesar da equipa B já ter mais experiência neste escalão conseguimos empatar o último parcial.
Um dos pontos fracos foi realmente a defesa, os nossos jogadores têm de melhorar a este nível e treinar mais para que nos próximos jogos isto não seja um ponto fraco, mas sim algo que nos fortaleça e faça de nós uma melhor equipa. Para isso, também temos de começar a trabalhar mais em equipa e a olharmos em volta para procurar colegas que estejam em melhor posição. Outro aspeto que iremos trabalhar e insistir nos treinos será a ocupação de espaços, pois muitas vezes encontrávamo-nos todos muito próximos e cada um tem saber quais sãos os espaços que devem ocupar em cada situação de jogo. Aliando isto teremos também de conseguir manter a calma quando nos encontramos sob pressão.
Acreditamos que esta equipa pode melhorar e atingir melhores resultados.
Simão Ratola
Parciais: 02-11; 06-08; 06-17; 13-18; 00-16; 17-17
Marcha: 00-01; 00-02; 00-03; 00-04; 00-05; 01-06

Galitos: Rui Jorge; David Castro; Jaime Oliveira; Ricardo Teixeira; Tiago Sá; José Balseiro; Luís Filipe Gonçalves; Miguel Teixeira; Alexandre Wilson e Martim Jesus. 



Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita a treinadora dos Sub-6 do MiniGalitos Joana Ribau pelos seus 18 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.

JEEP III - 2º treino - 24 de abril


Realizou-se esta madrugada a 2ª sessão de trabalho do JEEP desta temporada.

Hoje foram 25 os corajosos e determinados atletas que se apresentaram às 6h55 para mais uma sessão onde o treino da técnica individual e o trabalho da condição física está sempre presente.

Neste treino para além do trabalho integrado dos fundamentos do jogo os temas foram o passe, o drible de progressão e as finalizações em velocidade.

Voltaram a estar muitas equipas representadas com a particularidade de ter treinado um atleta Sub-12/13, Vasco Silva.



;;
Galitos Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura