P A T R O C I N A D O R E S

Galitos derrota Esgueira

Os Sub-18 Masculinos A derrotaram esta noite o Esgueira por uns claros 89-47. O Galitos entrou muito forte e cedo ganhou um claro ascendente no jogo chegando ao intervalo já a vencer por quase 30 pontos de diferença. 
No recomeço da 2ª parte ainda manteve o ritmo mas no último período jogou de forma mais desconcentrada acabando por permitir que o adversário equilibrasse o parcial.

4ª Jornada: Gafanha 37 - Galitos/DUNIK 67
 


O jogo são quatro períodos!

Esta foi a 3ª vez que defrontamos o Gafanha e, contrariamente às 2 vezes anteriores, destacamo-nos logo no 1º período.
Apesar de um início algo lento, em que permitimos alguns contra ataques aos jovens adversários, cedo apertámos a defesa e ganhámos vantagem. Mantivemos a atitude defensiva e fomos ampliando gradualmente o resultado que chegou aos 30 pontos de diferença.
No ataque fomos simples, com frequentes ações 1x1 e combinações também simples.
Contudo, apesar de mantermos a coerência defensiva, fomos muito perdulários no último período, não mantivemos a intensidade até aí posta em jogo e complicámos em demasia situações de fácil resolução.
Foi o jogo em que sofremos menos pontos até agora, mas também não marcámos muitos, fruto da desconcentração e do falhar de muitas situações de concretização fácil. Temos de manter a concentração e atitude durante todo o tempo de jogo, quaisquer que sejam as circunstâncias.
Fica a imagem de progressos e coerência dos processos defensivos e a capa-cidade de iniciativa demonstrada por todos. Resta manter sempre a mesma atitude, concentração durante todo o jogo e com qualquer adversário.
Por fim, o jogo tem de ser de alegria e dar prazer! Falhar faz parte dele, reagir também…
M.João Matias
Parciais: 11-19; 10-22; 06-17; 10-09
Marcha: 11-19; 21-41; 27-58; 37-67

Galitos: Tiago Bebiano, André Carvalho, Rui Pereira, Luís Almeida, Afonso Pereira, Vasco Peralta, Alexandre Pereira, Luís Patrício, João Lebre, António Matias, Henrique Rocha e Rodrigo Leite.


4ª Jornada: CENAP 34 – Galitos B/Hello Fagor 69

De bom só mesmo a vitória…

Após 3 jogos consecutivos a perder, mas em que claramente conseguimos melhorar individual e coletivamente, jogando contra adversários que nos colocaram sempre muitas dificuldades, definimos como objetivo para este jogo a vitória, mas mais importante que isso tínhamos de ser sérios, respeitar o adversário e melhorar aspetos em que temos estado menos bem em desafios anteriores. Mas não o conseguimos…. Entrámos com a mentalidade que a vitória já estava alcançada sem sequer jogarmos.
Começámos displicentes, demonstrando pouca atitude e agressividade, muito aquém das nossas possibilidades e do que temos feito. No final do 1º período vencíamos apenas por 14-16.
No 2º período melhorámos essencialmente em termos defensivos, chegando ao final da 1ª parte a vencer por 17-34.
No 3º período voltamos a baixar os níveis de concentração, empenho e von-tade, permitindo ao CENAP equilibrar o período: 10-13.
No derradeiro parcial disparámos definitivamente no marcador, vencendo por margem dilatada, 34-69.
De bom só mesmo a vitória, fizemos inequivocamente o pior jogo da época, não o encarámos da forma mais correta.
Temos de saber ganhar por muitos e perder por muitos, sempre com a mesma correção e atitude que é dar o nosso melhor, respeitando o nosso adversário e honrando a camisola do Galitos que vestimos.
Da evolução normal dos jogadores e de uma equipa também fazem parte este tipo de jogos. Temos de ter consciência que errámos muito para poder corrigir daqui para a frente e continuar a treinar com a mesma vontade e empenho que temos tido.
A equipa deseja as rápidas melhoras aos atletas que se encontram lesionados: Leonardo Matias e Pedro Meireles.
André Leitão
Parciais: 14-16; 03-18; 10-13; 07-22
Marcha: 14-16; 17-34; 27-47; 34-69

Galitos: Tiago Sá (2), Rogério Ratola (6), Nuno Lemos (5), Diogo Santos (11), Francisco Pinheiro (7), Ruben Costa (18), João Teixeira (3), Manuel Santos (17), Miguel Cancela, Roberto Martins e Bruno Soares.

4º Encontro: Desta vez jogámos na Gafanha


No passado Domingo, dia 27 de Novembro, participámos em mais um encontro desta vez organizado pelo Gafanha. Este encontro contou com a participação de 8 equipas: Galitos A, Galitos B, Gafanha, Esgueira, GRIB A, GRIB B, Sanjoanense e Oliveirense.
Cada equipa realizou 3 jogos: na 1ª jornada a nossa equipa A defrontou o Gafanha enquanto a equipa B defrontou o GRIB B, na 2ª jornada a equipa B teve como adversário o GRIB A e a equipa B a Sanjoanense, na 3ª e última jornada a equipa A jogou com o Esgueira e a equipa B com a Sanjoanense.
Contámos com a presença de 12 atletas o que proporcionou a cada atleta jogar 2 períodos por jogo, dando um total de 6 períodos no encontro.
Desde já fica o agradecimento ao Gafanha pela organização e aos pais dos nossos mini-atletas por todo o apoio.
Andreia Migueis

MiniGalitos A: Guilherme Reis, Alexandre Andrade, Diogo Cabral, Francisco Coelho, Miguel Santos e Tomé.

MiniGalitos B: Tiago Pires, Tiago Oliveira, Diogo Sá, Gonçalo Romão, Afonso e Rodrigo Branco.

4ª Jornada: Galitos B/ Hello Aveiro – A.D.Vagos


1ª Vitória sem adversário!!!

No passado domingo, 20 de Novembro, recebíamos a equipa do Vagos, que acabou por não comparecer ao jogo.
Apresentámo-nos em campo com 10 atletas fizemos o nosso aquecimento habitual de jogo e acabámos a jogar 5x5 entre nós, aproveitando para fazermos mais um treino.
Um agradecimento aos pais e familiares que estiveram presentes, para nos apoiarem.
Agora é pensar na próxima semana de treinos, com vontade e empenho.
Maria Cristo


Galitos: Andrea Perez; Rafaela Guedes; Joana Cura, Francisca Lourenço; Jéssica Santos; Maria Loura; Rafaela Reis; Maria Folque; Sofia Garrucho e Diana Araújo.

6ª Jornada: Galitos/AAUAv 47 – ACERTondela 30

Jogo pobre, valeu pela atitude e pela vitória

Recebemos a jovem equipa de Tondela em casa emprestada (pavilhão Aristides Hall, na Universidade de Aveiro) por indisponibilidade do nosso pavilhão.
Após um período mais ou menos conturbado em que obtivemos uma vitória por falta de comparência, averbámos duas derrotas em jogos de elevada intensidade psicológica e dispusemos de uma folga, era importante alcançar uma vitória para serenar a equipa e retomar os níveis de confiança.
A equipa do Tondela é constituída por uma maioria de jogadoras novas (sub-19) e faz da sua principal arma a intensidade defensiva, alternado defesa individual com defesa zonal, e tem um modelo de jogo ofensivo que imprime grande dinâmica, utilizando vários bloqueios cegos e o jogo interior.
As duas equipas apresentaram um jogo pouco atraente durante os 3 primeiros períodos, acumulando muitos turn-overs e uma baixa eficácia de concretização. A baixa pontuação não se explica pelo bom desempenho defensivo, mas sim pela ineficácia e acumulação de erros nas ações ofensivas. O resultado no final do 3º período (27-17) era o espelho da fraca qualidade do jogo.
A equipa entrou melhor no 4º período, defendendo com mais consistência e conseguindo concretizar vários pontos a partir de transições defesa-ataque rápidas. Ainda assim, este foi o período em que sofremos mais pontos em resultado das várias idas da equipa adversária para a linha de lance livre.
Este foi um jogo caracterizado pela baixa eficácia ofensiva e por uma intermitência no desempenho das tarefas defensivas, muitas vezes originado por falta de concentração e alguma negligência na execução das tarefas que foram definidas. É importante salientar a rotação do plantel que permitiu minutos de jogo às 12 jogadoras convocadas.
Em jogos coletivos de competição deve estar em campo quem contribui para o sucesso da equipa e isso traduz-se pela atitude, por defender (muito!) e por saber o que fazer em cada momento. As tarefas de cada elemento são bem conhecidas, é preciso executá-las, e bem.
Hugo Fernandes
Parciais: 10-6; 09-06; 08-05; 20-13
Marcha: 10-6; 19-12; 27-17; 47-30

Galitos: Manuela Oliveira (1); Cláudia Conceição; Tânia Santos (4); Daniela Ramos (4); Inês Afonso (1); Rita Pires (15); Sara Pinto (2); Andreia Miguéis (9); Raquel Soares (6); Joana Reis (1); Mariana Pinto (2) e Sara Morais (2).

4ª Jornada: Sangalhos 31 - Galitos/Colégio D. José I 112


Resultado desnivelado…

No domingo passado realizámos mais um encontro da 2ª fase do grupo distrital contra a equipa B do Sangalhos. O resultado por números impressionantes mostra bem a diferença entre as 2 equipas.
Não podemos esquecer que jogávamos contra uma equipa B, mas isso não nos tira valor, uma vez que a nossa equipa é constituída maioritariamente por atletas de 1º ano e algumas nem iniciadas são.
O jogo tornou-se demasiado fácil o que originou que em algumas alturas não nos empenhássemos, nem nos preocupássemos com os aspetos defensivos. Não podemos estar apenas preocupada com o ataque, devemos também procurar sempre o maior empenho possível nos processos defensivos.
Que me interessa a mim marcar 15, 16 ou 17 pontos, se no final porque não estive concentrada na defesa, a minha equipa perde! Esta é agora a nossa maior batalha, defender, defender e defender, só assim poderei ser uma jogadora completa.
Podemos dizer claramente que já se nota evolução em todas as atletas, o que é importante e gratificante.
Vamos agora no próximo fim-de-semana defrontar o nosso último adversário nesta fase da competição. Vamos continuar o bom trabalho realizado nos treinos para no futuro podermos evoluir mais e melhor, como diz Confúcio “ Se eu ouço eu esqueço. Se eu vejo eu lembro. Se eu faço eu aprendo”.
Vamos todas procurar fazer!
Aos pais mais uma vez quero agradecer o apoio que é sempre importante.

Sofia Pinho e Melo
Parciais: 04-20; 05-40; 12-23; 10-29
Marcha: 04-20; 09-60; 21-83; 31-112

Galitos: Mariana Gouveia; Joana Brandão; Barbara Lameiro; Margarida Cura; Ana André; Joana Cura; Sofia Ribeiro; Mariana Limas; Daniela Caldeira; Matilde Açafrão; Filipa Silva e Inês Vidal.


Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita a atleta Sub-16 Diana Araújo pelos seus 14 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.

“Galitos Memória”

Fez ontem um ano que o nosso amigo e companheiro nos deixou.

Relembramo-lo com profunda saudade. Ainda custa a acreditar…


O Rodrigo fará sempre parte da memória coletiva do Clube dos Galitos.

O Galitos na Gala da ABA

João Padilha - Internacional Sub-16

4ª Jornada: Sanjoanense 74 – Galitos /HELLO FAGOR 42


Intermitentes
A construção ou o recomeço da construção de uma equipa num desporto como o basquetebol, especialmente na formação, é um processo progressivo e por etapas. As primeiras são efetivamente difíceis.
Para este jogo trazíamos como principal objetivo melhorarmos a recuperação defensiva e as nossas responsabilidades individuais na defesa, nomeadamente a parar penetrações. Ao nível da recuperação defensiva fomos bem-sucedidos, respeitámos as tarefas atribuídas e estivemos concentrados, a nível da defesa das penetrações cometemos demasiados erros, especialmente no 2º período.
O resto do filme do jogo foi semelhante ao que já passamos: intermitentes… perdas de bola que davam lançamentos fáceis ao adversário, roubos de bola em que falhámos a bandeja sozinho, momentos de iniciativa e coragem no ataque a conseguirmos marcar e depois a sofrermos passes compridos. Alternámos momentos de boas decisões com a acumulação de erros.
O jogo manteve-se sempre a 14-15 pontos de distância, fruto da coesão defensiva e a deixarmos a imagem que poderíamos encurtar a diferença. Mas pagámos caro os erros no 4º período com o adversário a conseguir lançamentos fáceis após as nossas perdas de bola o que levou ao avolumar do marcador.
Melhorámos recuperação defensiva? Sim. Fomos mais coesos na defesa? Sim, obrigámos o ataque adversário a cometer mais erros. Construímos mais situações de contra-ataque? Sim, e muito melhores (só falta aproveitá-las). Trouxemos melhores contributos de mais jogadores? Evidente que sim.
O que falta? Primeiro, conseguir manter estas coisas boas durante mais tempo. Segundo, diminuir as perdas de bola que nos estão a custar bem caro. Estas são as linhas a manter no nosso pensamento para os próximos desafios.
A equipa já revelou a sua capacidade de trabalho e temos agora de a conseguir manter com uma atitude muito positiva, pois esta é somente mais uma etapa, difícil é certo, mas que trará frutos especialmente com o contributo de “TODOS”.
Luís Araújo
Parciais: 14-9; 17-07; 20-20; 23-06
Marcha: 14-9; 31-16; 51-36; 74-42

Galitos: David Peralta (7), Tiago Almeida (3), Miguel Pina, João Lamas (6), Hugo Rangel (9), Pedro Mealha, Nuno Simões (3), Pedro Vieira (2), Luís Cupido (8), Diogo Santos (2), João Godinho e Ruben Costa (2).



4ª Jornada: Ovarense 48 - Galitos/Hello Aveiro 82


Mais um degrau… jogo mostrou equipa compacta, intensa e determinada
Neste sábado à tarde efetuámos a 4ª Jornada do Grupo Nacional e o 3º jogo fora. Nesta visita à Arena DolceVita em Ovar iriamos defrontar a outra equipa invicta nesta fase com quem partilhávamos o 1º lugar, com bons desem-penhos desde o início da época e ainda mais na sua própria casa.
Entrámos muito bem no jogo, com um parcial de 10-02, mas a Ovarense foi recuperando ao longo do período, mais por nossa culpa ao diminuirmos a intensidade defensiva. Mesmo assim foi suficiente para terminar com 1 ponto de vantagem.
No 2º período, melhorámos defensivamente sofrendo apenas da linha de lance livre e com parcial de 12-04 começámos a ter o controlo do jogo, o que foi determinante para o desempenho final. Fomos para o intervalo com 7 pontos de vantagem.
No reinício entrámos muito fortes com 2 parciais de 08-02 e 11-00, decidindo definitivamente o jogo, tendo a equipa mantido a intensidade e forma de atuar, independentemente da vantagem adquirida.
No último período já em gestão com todas as 11 atletas a jogar, com maior predominância para as que têm menos tempo de jogo, a equipa não deixou de efetuar mais 2 parciais de 07-00 e 11-02, mostrando que a qualidade do grupo e forma de jogar é abrangente e é assimilada por todas e sem per-dermos a intensidade de jogo, terminando assim com uma vantagem con-fortável de 34 pontos.
Vitória sem margem para duvidas, importante para o que ainda falta, pois sendo fora e contra um adversário direto tem um valor acrescentado. No entanto, foi também importante para ver agora os pormenores, que ainda estão a falhar, de forma a corrigir durante a semana.
Parabéns a todas, cimentámos mais a homogeneidade do grupo, pelo tempo de jogo de cada uma e por ser inédito todas terem contribuído com pontos, bem como continuar a crescer relativamente ao grande objetivo da época, termos uma personalidade própria, um ADN.
Obrigado a todos os presentes e aos pais e amigos pelo forte apoio, serão sempre uma parte importante no nosso progresso e crescimento como equipa.
Agora, temos 2 treinos para preparar o próximo jogo e trabalhar o que está menos afinado. Segue-se a 5ª Jornada, quinta-feira, feriado do dia 1 com a visita ao nosso vizinho Esgueira para um sempre apetitoso derby da cidade, às 11h15.
Pelos Galitos… canta…canta…GALO
Hélder Silva
Parciais: 17-18; 15-21; 05-19; 11-24
Marcha: 17-18; 32-39; 37-58; 48-82

Galitos: Mariana Morais (7); Bruna Pires (8); Mariana Oliveira (10); Joana Cura (11); Maria Morais (6); Deborah Viaud (4); Adriana Ramos (7); Rafaela Reis (8); Inês Araújo (15); Angélica Mendes (3) e Bárbara Vitória (3).

Seniores Masculinos vencem em Paços de Brandão
Seniores Femininos derrotam Tondela

Em Paços de Brandão encontraram-se as 2 equipas que ainda se encontravam invictas no campeonato. O Galitos/WEBER venceu por 62-83 mantendo desta forma a invencibilidade. Em jogo onde foram lançados mais alguns jovens da formação os Galináceos dominaram claramente a partida uma vez que ao intervalo já venciam por 27-48. No próximo fim de semana avizinha-se uma jornada dupla com visita ao Alfenense no Sábado e jogo rande no domingo com a receção ao CAB Madeira da Liga de Basquetebol em jogo a contar para os 1/16 de final da Taça de Portugal .

No fim de semana em que o Galitos disputou todos os seus jogos fora de casa a equipa do Galitos/AAUAv recebeu o Tondela mas em casa emprestada, o Pavilhão Aristides Hall da Universidade de Aveiro, vencendo por 47-30. Apesar da vitória o jogo não foi muito bem conseguido como demonstra o baixo número de pontos concretizados. 
Tal como os masculinos também a equipa Feminina tem uma jornada dupla esta semana, deslocando-se a Lisboa na quinta para defrontar o SIMEQ para a Taça de Portugal e viajando até à Lousa para jogar com o Lousanense no sábado em jogo a contar para o Campeonato.

Sub-14 Masculinos A vencem na Gafanha
Sub-14 Femininos vencem em Sangalhos

As Sub-14 Femininos vencem a equipa B do Sangalhos por números demasiados expressivos (31-112). Apesar da diferença natural entre as 2 equipas as jovens Galináceas mostraram que estão claramente melhores apesar de neste jogo terem facilitado na defesa.

Os Sub-14 Masculinos A venceram na Gafanha por 37-67 num jogo dominado desde os minutos iniciais. Ao intervalo o Galitos já liderava o marcador por 20 pontos de diferença aumentando esta vantagem nos minutos iniciais da 2ª parte.

Os Sub-18 Masculinos B terminaram a 1ª volta com mais uma vitória, desta vez no Beira-Mar por 59-69. Após uma má entrada em jogo os Galináceos assumiram a liderança do marcador a partir do 2º parcial acabando por vencer apesar de não terem estado nada bem na defesa.

Os Sub-16 Masculinos B foram ao CENAP vencer por uma margem dilatada 34-69.

O MiniGalitos esteve presente em mais 2 encontros. Os Sub-8 deslocaram-se a Ílhavo com 2 equipas enquanto que os Sub-12 foram a Esgueira também com 2 equipas.

5ª Jornada: Sanjoanense 48 - Galitos/INDASA 80


Galináceos inspirados

Defrontámos uma das equipas candidatas à fase final prevendo-se um jogo bem disputado e foi o que veio a aconteceu, sempre num ritmo elevadíssimo e com muitos momento de bom basquetebol, ambas as equipas a fazerem jus à qualidade que tem os seus jogadores.
Começámos o jogo a dominar, ganhando ressaltos ofensivos consecutivamente e fazendo lançamentos fáceis perto do cesto, conseguindo um parcial de 2-7. Inexplicavelmente deixámos o nosso adversário por momentos fazer um parcial de 6-0. Após uma pausa, reagimos fortes e com convicção chegando ao final deste período na frente 10-17.
O 2º parcial foi claramente dominado por nós, bem defensivamente, mais coletivos e escolhendo bem os momentos de finalização cavámos um fosso de 20 pontos sobre o nosso adversário.
No 3º período, após a fase inicial onde o equilíbrio foi notório devido a várias perdas de bolas consecutivas, a Sanjoanense teve direito a 4 lance livre e posse de bola aproximando-se no marcador (41-55). Foi o melhor momento da Sanjoanense.
Após a pausa e refrescar das nossas cabeças entrámos determinados e não dar qualquer hipótese ao nosso adversário e com um parcial de 0-12, sentenciámos o jogo. Fomos mais fortes em todos os aspetos, na defesa (mais uma vez não permitimos mais de 50 pontos - estamos com uma média de 48,8 por jogo nesta fase) nos ressaltos, no contra-ataque. No aspetos coletivos estamos a melhorar a cada jogo de passa, trabalhando cada vez mais em equipa.
O parcial do ultimo quarto (7-25) demonstra bem a determinação, empenho e atitude que todos os jogadores tiveram esta tarde em S. J. Madeira.
Vamos continuar a treinar com empenho e atitude.
Não vencemos nada, temos pela frente muito esforço e trabalho. O clube merece e as pessoas que trabalham para a manutenção de toda a estrutura merecem todo o nosso respeito e dedicação.
Pelo Galitos canta, canta... Galo.
José Guerreiro
Parciais: 10-17; 10-23; 21-15; 07-25
Marcha: 10-17; 20-40; 41-55; 48-80

Galitos: Pedro Santos (10); Miguel Oliveira (13); Michael Duarte (15); João Padilha (6); Miguel Ferreira; Bruno Fartura (5); João Paulo Martins (5); João Azóia; Ricardo Perdigão; Gonçalo Catarino (8); Bolon Sauané (12) e Pedro Seabra (6).

O Galitos na 
Gala de Basquetebol da ABA

Sub-18 Masculinos A Campeões Distritais 2011-12



Seleção Mista de Sub-12 - 4ª Classificada
Bernardo Matias
  
Seleção Distrital Sub-14 Masculinos - 5ª Classificada
Vasco Peralta

Seleção Distrital Sub-14 Femininos - 4ª Classificada
Joana Cura
Seleção Distrital Sub-16 Masculinos - 5ª Classificada
Bruno Fartura e João Padilha

Seleção Distrital Sub-16 Femininos - Campeã Nacional
Mariana Oliveira

5ª Jornada: Galitos/WEBER 73 – CENAP 52


Diferença enganadora

Na receção a um adversário que habitualmente costuma ser incómodo, uma vez mais não entrámos em campo com a intensidade desejada e disso soube tirar partido o CENAP que com a sua “matreirice”, entrega e experiência, liderou o marcador até quase ao final do 1º período.
O facto de termos alcançado a 1ª vantagem nos segundos finais do período anterior deveria ter sido galvanizador para reagirmos no início do 2º quarto mas não foi o que aconteceu. Após alguns minutos de equilíbrio, apenas com a alteração defensiva efetuada conseguimos criar enormes dificuldades ao ataque adversário. Sofrendo somente 8 pontos até ao intervalo e mantendo alguma regularidade ofensiva fomos paulatinamente ampliando a diferença no marcador até ao intervalo chegando à casa das dezenas.
Na 2ª parte continuámos a ser superiores ao CENAP e a manter uma distância confortável, no entanto o adversário nunca deixou de discutir o resultado, conforme se pode verificar pelos parciais com apenas 5 e 4 pontos de diferença. Os 17 pontos de vantagem no final do 3º período foram a máxima vantagem alcançada até esse momento.
O derradeiro período foi jogado de forma atípica com muitas pausas prolongadas, o que provocou uma quebra de ritmo na partida. Assim apenas nos limitámos a controlar o jogo de maneira a evitar que alguma descon-centração da nossa parte permitisse alguma recuperação do adversário.
Repetimos o alerta já deixado anteriormente: a concentração e intensidade inicial deve ser máxima, pois se até agora conseguimos reagir e virar o resul-tado a nosso favor após entradas menos positivas com equipas mais débeis, poderemos vir a ter algum dissabor se o mesmo se verificar em jogos que se perspetival mais equilibrados.
Jorge Dias
Parciais: 17-15; 18-08; 20-15; 18-14
Marcha: 17-15; 35-23; 55-38; 73-52

Galitos: Matthew Moreira (9), João Casa Nova (2), João Silva (7), Rui Martins, Gonçalo Catarino (3), Jaime Neves, Bruno Santos (14), Élio Maia (11), Luís Oliveira (4), Diogo Reis (2), Pedro Silva e Alexandre Martins (21).



Sub-18 Masculinos A vencem em S. J. da Madeira
Sub-16 Femininos vencem em Ovar

Os Sub-18 Masculinos A foram a S. J. da Madeira derrotar a Sanjoanense por 48-80 num jogo em que estiveram sempre na liderança do marcador, ao intervalo já lideravam por 20-40. Na 2ª parte a Sanjoanense ainda esboçou uma reação mas sem nunca colocar em causa o desfecho do encontro.

Os Sub-16 Masculinos A também jogaram em S. J. da Madeira e acabaram por perder por 74-42. Apesar do resultado a equipa esteve bem em largos momentos do encontro mas alguns momentos menos bons permitiram ao adversário fugir no marcador.

As Sub-16 Femininos A foram à Arena DolceVita derrotar a Ovarense por uns claros 48-82. Encontravam-se as 2 equipas sem derrotas prevendo-se um jogo equilibrado mas as jovens Galináceas muito determinadas desde cedo mostraram que queriam vencer acabando por liderar o encontro desde os minutos iniciais. No inicio da 2ª parte fugiram definitivamente no marcador.

As Sub-16 Femininos B foram a Albergaria perder frente ao GICA por 47-18. O Galitos privado de algumas atletas por lesão acabou por perder mas sem nunca deixar de lutar para fazer o melhor possível acabando por continuar o seu progresso enquanto equipa.

Os Sub-14 Masculinos B foram a Oliveira de Azeméis vencer o ENESSE por 26-50.


O Galitos na
Gala de Basquetebol da ABA


O Galitos esteve esta noite presente em Oliveira de Azeméis no Cine Teatro Caracas na Gala da ABA, um evento que está integrado na comemoração dos 79 anos de existência da instituição que gere o basquetebol aveirense.

Marcaram presença os atletas, treinadores e seccionista da equipa de Sub-18 Campeões distritais 2010-11 para receber o respectivo troféu.

Para além desta equipa foram ainda distinguidos os jogadores que representaram as diferentes seleções distritais com o Galitos a ter atletas presentes em todas as equipas.

Na Selecção Mista de Sub-12, o Galináceo Bernardo Matias representou Aveiro no 1º Torneio Nacional de Sub-12 que se disputou em Paços de Ferreira.

Na Festa do Basquetebol Juvenil que mais uma vez se realizou em Portimão estiveram ainda ao serviço das selecções distritais os seguintes atletas:
- Sub-14 - Joana Cura e Vasco Peralta
- Sub-16 - Mariana Oliveira, Bruno Fartura e João Padilha

O Atleta João Padilha foi ainda distinguido porque representou a Seleção Nacional de Sub-16 no Campeonato da Europa.

Para além dos 26 Galináceos que foram distinguidos assistiram à Gala cerca de 3 dezenas de familiares e amigos dos atletas e do Basquetebol do Galitos.

4ª Jornada: Galitos/INDASA 85 – Ovarense 62


Agulhas por ajustar
Entrámos decididos a vencer o jogo, mas o nosso adversário não veio passear a Aveiro, estando na frente do marcador até aos 05-07. Rapidamente retificámos e ajustámos fazendo um parcial de 15-04, conseguindo uma vantagem na casa das dezenas. Apesar disso fomos concedendo algumas facilidades na defesa durante largos minutos da 1ª parte acabando, por culpa própria, por permitindo ao adversário equilibrar o resultado até ao intervalo (41-38). Sofremos 22 pontos em apenas 10 minutos (2ª período), o que não devemos permitir em nenhum período.
Na 2ª parte tudo foi diferente. O nosso ritmo foi elevadíssimo, na defesa HxH com grande pressão na bola, contestando todos os lançamentos fazendo um 3º período excelente.
Dominámos toda a 2ª parte devido a nossa atitude defensiva e coletiva, sofrendo apenas 24 pontos em 20 minutos.
Não podemos dispersar durante o jogo, este tem 40 minutos e temos que ser mais consistentes durante o mesmo, não cometendo erros tão simples, como os 13 turnovers na 1ª parte (na 2ª parte fizemos apenas 4).
Parabéns a todos pela VITORIA.
Pelo Galitos canta, canta... Galo.
José Guerreiro
Parciais: 22-16; 19-22; 22-10; 22-14
Marcha: 22-16; 41-38; 63-48; 85-62

Galitos: Pedro Santos (2); Miguel Oliveira (11); Michael Duarte (12); João Padilha (14); João Carlos Tavares; Bruno Fartura (2); João Paulo Martins (2); João Azóia; Ricardo Perdigão (3); Gonçalo Catarino (25); Bolon Sauané (9) e Pedro Seabra (5).


3ª Jornada: Galitos/QUERO IMPRIMIR 51 – Illiabum 35

Grande atitude defensiva…
No passado domingo, 20 de Novembro, realizámos o 2º jogo desta 2ª fase, desta vez em casa frente à equipa do Illiabum.
Entrámos ansiosas no jogo, precipitadas a atacar e desorganizadas a defender. Criámos boas situações de lançamento mas fomos pouco eficazes, falhando inúmeros lançamentos debaixo do cesto.
Os pontos fortes do adversário estavam identificados e sabíamos o que fazer para os contrariar. Desde cedo impusemos uma defesa pressionante a campo inteiro com o intuito de roubarmos a bola cedo, para podermos atacar rápido e não permitir que o adversário se organizasse.
No 1º período não fomos organizadas a pressionar e o adversário não teve dificuldades em ultrapassar a nossa defesa. Fomos sempre coletivas e tomámos boas opções no ataque mas não fomos eficazes e o Illiabum acabou por ganhar o 1º parcial por 1 ponto.
No 2º período corrigimos a forma de defender e entrámos muito fortes, fazendo um parcial de 07-00 e outro de 08-00, o que nos permitiu atingir uma vantagem confortável até ao intervalo.
Durante a paragem corrigimos os nosso erros e identificámos o que tínhamos de continuar a fazer, mas voltámos a entrar desconcentradas e apáticas, demorando muito tempo a marcar o 1º cesto, o que possibilitou ao Illiabum, encostar-se no marcador, até à diferença de apenas 4 pontos. Nunca perdemos a liderança chegando ao final do parcial ainda na frente do marcador.
No 4º período, o Illiabum mostrou sinais de cansaço e nós aproveitámos para carregar mais no acelerador e fugir definitivamente no marcador, fazendo boas leituras nesta fase do jogo. Fizemos um parcial de 10-00, o que permitiu “matar” o jogo.
Uma grande rotação de jogadoras permitiu-nos manter sempre a mesma intensidade e refrescar as mais cansadas. Com esta rotação conseguimos manter sempre uma defesa pressionante a todo o campo durante os 40 minutos e sempre de forma consistente.
Parabéns meninas, foi um bom jogo, muita agressividade defensiva e muito empenho para vencer. No próximo encontro recebemos o GICA e queremos continuar a trabalhar para atingir os nossos objetivos.
Um obrigado aos pais presentes pelo apoio prestado.
Luís Oliveira
Parciais: 10-11; 19-06; 08-12; 14-06
Marcha: 10-11; 29-17; 37-29; 51-35

Galitos: Joana Tavares (6); Catarina Pinho (10); Sara Torres (9); Inês Ferreira (1); Tânia Vieira (4); Teresa Magalhães (4); Lia Delgado (2); Mariana Oliveira (9); Barbara Cordeiro (4); Rita Correia; Margarida Carvalho e Catarina Pereira (2).

4ª Jornada: Escola Limiana 00 – Galitos/AAUAv 20

Turismo a Ponte de Lima...

A jornada que nos colocava frente à equipa Limiana ficou marcada pelo facto de não haver jogo! À hora marcada para o início do encontro (16h) os 2 campos do pavilhão municipal encontravam-se ocupados com jogos de basquetebol e de hóquei em patins. Fomos informados por responsáveis do clube anfitrião de que iria haver um pequeno atraso e concordámos em aguardar. No entanto, às 17h ainda não havia campo disponível e as duas equipas acordaram com a dupla de árbitros que não estavam reunidas as condições para realizar o jogo, ficando esta decisão devidamente registada e assinada no boletim de jogo.
Por decisão da FPB foi averbada a derrota à equipa de Ponte de Lima.
Hugo Fernandes
Parciais: 0-20
Marcha: 0-20

Galitos: Manuela Oliveira; Tânia Santos; Daniela Ramos; Inês Afonso; Mariana Pinto; Andreia Miguéis; Diana Marques; Raquel Soares; Sofia Cotton, Joana Reis, Rita Pires e Sara Morais.

;;
Galitos Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura