P A T R O C I N A D O R E S


III Clinic José Nogueira


António Paulo Ferreira
é um dos preletores

Currículo:
  • Treinador desde 1988;
  • De 1988 a 1995 treinou equipas de Formação (Iniciados e Juvenis) no BARREIRENSE e foi adjunto da equipa de Seniores (1994/95)
  • Em 1995/96 e 1996/97 uma passagem pelo SEIXAL para treinar os Juniores B;
  • Em 1997/98 regresso ao BARREIRENSE onde permanece até 2010. Para além de vários títulos Distritais sagrou-se Campeão Nacional em 4 anos consecutivos: Sub-16 (2002/03), Sub-18 (2003/04 e 2004/05) e Sub-20 (2005/06).
  • Na temporada 2006/07 assume o comando da equipa da Liga de Basquetebol do BARREIRENSE onde orienta equipas formadas com base nos jogadores da formação do Clube, atingindo as meias-finais da Taça de Portugal por 3 vezes e ficando em 6º lugar na Fase Regular em 2008/09
  • Desempenha funções docentes relacionadas com disciplinas de basquetebol na Faculdade de Motricidade Humana sendo actualmente formador da Escola Nacional de Basquetebol da FPB.



Galitos perde no Vasco da Gama


O Galitos perdeu hoje com o Vasco da Gama no Porto por 77-54 na 10ª jornada do Campeonato Nacional.
Neste momento encontra-se a meio da tabela com 4 vitórias nos 10 jogos já realizados, enquanto que o Vasco da Gama é 2º classificado tendo apenas uma derrota.
Na próxima quarta-feira o Galitos joga em Esgueira.

Sub-20 jogam no Vasco da Gama

7ª Jornada: Galitos /Hello Aveiro 45 – António Aroso / Aldoar 43

Nervoso “miudinho” não evitou vitória nos últimos segundos
Na recepção à UAA Aroso previa-se um jogo “traiçoeiro”, pois é uma daquelas equipas com a qual não encaixamos no aspecto ofensivo e que “enerva” por nunca baixar os braços até final. Este jogo acabou por ser quase uma réplica daquele que levou à nossa 1ª derrota no Porto.
A entrada no jogo foi muito boa defensivamente como é hábito, mas os nervos e precipitação em cestos fáceis e sem oposição levaram a que uma vantagem de 6 pontos durante o período todo, ficasse somente a 2 pontos no final do mesmo,
O 2º período foi de um equilíbrio total, sem nenhuma das equipas a tomar ascendente sobre a outra, com as diferenças a oscilarem entre os 2 pontos para ambos lados. Fomos para o intervalo com os mesmos 2 pontos de vantagem.
No reinício manteve-se a toada, mas com uma alteração do nosso ataque, algumas intercepções, maior intensidade defensiva e sendo mais rápidas fizemos um parcial de 9-0 e ficámos com 12 pontos de vantagem. Parecia que o jogo estaria resolvido, mas claro que não…fomos descendo o ritmo e fomos para a recta final com apenas 6 pontos acima.
No período final voltou o equilíbrio, fruto de 2 triplos contrários e foi a 25 segundos do final que resolvemos com uma penetração excelente, plena de intencionalidade, sendo bravas a defender 2 posses contrárias, sem fazer faltas que dessem lance livre e não dando hipótese de lançamento exterior ao adversário.
Na estatística, destaque para os CA (7/3 43%), LL (18/9 50%) e para os 31 ressaltos.
Face aos resultados desta jornada, alcançámos o 1º lugar em igualdade pontual com o Lousada e Sangalhos, mas com vantagem no desempate a 3, a 3 jornadas do fim. Estamos mais próximas do objectivo, mas atenção… a má semana a nível mental teve reflexos no jogo, todas deverão pensar que as adversárias são as que jogam contra nós ao domingo e não as que treinam connosco. Já lá vão 7 meses e 92 treinos, quem pensar o contrário nunca poderá ter sucesso numa modalidade colectiva…talvez num desporto individual.
Domingo, Olivais na nossa casa, para vencer e colocar pressão sobre os nossos adversários directos.
Pelo Galitos…canta, canta... GALO.
Hélder Silva
Parciais: 09-07; 10-10; 17-13; 09-13
Marcha: 09-07; 19-17; 36-30; 45-43

Galitos: Joana Tavares (7); Bruna Pires (8); Mariana Oliveira (16); Catarina Pereira (1); Maria Morais (2); Adriana Ramos (6), Vanessa Marieiro (2); Inês Araújo (2); Angélica Mendes (1) e Isabella Nunes.

5ª Jornada: Beira-Mar 79 – Galitos B / Lojas Hello 55

Derrotados por oásis aurinegro…mas felizes por termos sido uma EQUIPA…
Numa tarde chuvosa de sábado, na visita ao Alboi a tarefa seria certamente complicada, pois aliado ao facto de estarmos sem alguns elementos da equipa, havia a novidade de o “coach” Nuno Cruz estar ausente por motivos profissionais.
Poderemos destacar que a chave deste jogo estaria na forma como abordássemos o mesmo, mas também se parávamos o base contrário, com experiência e rotinas nos Sub-20 aurinegros.
Com uma má entrada, e precipitados, sofremos um parcial de 0-9, que fomos recuperando através de rápidos CA, até aos 5 pontos de diferença (14-19), no entanto não fomos eficazes na defesa das penetrações letais e terminámos com uma desvantagem de 12 pontos.
No 2º Período, começámos com a lesão do Mealha (a quem desejamos melhoras) logo no 1º minuto e aí veio ao de cima todo o potencial destes miúdos e o excelente espírito de equipa, dentro do campo e no nosso empolgado banco. Um parcial de 15-2, fez relançar o jogo de 19-36, para 34-39.
No reinicio, não conseguimos manter o mesmo ritmo e as diferenças andaram nos 9 pontos, até que alguns incidentes inclinaram o jogo, retirando mais uma peça influente ao nosso xadrez, Pedro Vieira, excluído do jogo… apenas com 4 faltas!!!
Até ao final foi lutar pelo melhor resultado possível, utilizando todo o grupo.
De salientar que o oásis do título da crónica é o base aurinegro, que anotou 36 pontos e foi aqui que residiu a única diferença.
Deixo aqui um conselho a todo o grupo: trabalhem nos treinos como se de um jogo se tratasse, nunca desistam de lutar dentro de campo e sejam determinados em cada acção que participem.
Da minha parte, obrigado por me ajudarem a dignificar o clube e por acreditarem sempre na mensagem de que perder por 24 pontos não é o mesmo que perder por 26… Temos gente.
Pelo Galitos…canta, canta..GALO
Hélder Silva
Parciais: 26-14; 17-22; 17-08; 19-11
Marcha: 26-14; 43-36; 60-44; 79-55

Galitos: David Peralta (6); Tiago Almeida (8); Miguel Catarino (18); João Teixeira; Hugo Rangel (7); Pedro Mealha (2), Marcelo Cardoso; José Tróia (9); Roberto Martins; Pedro Vieira (2) e João Godinho (3).

Feliz Aniversário


A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita o atleta Sénior e Treinador dos Sub-10 e Sub-18 B Luís Oliveira pelos seus 23 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.

Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita o atleta Sénior Alexandre Martins pelos seus 27 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.


Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita a atleta Sénior Teresa Oliveira pelos seus 42 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.

6ª Jornada: Galitos/INDASA 58 – Ginásio Figueirense 60 Merecíamos melhor sorte…

No passado Sábado os Sub-16 Galináceos receberam em casa um adversário já conhecido, o Ginásio, equipa que há 2 anos defrontámos no Nacional de Iniciados e acabou por sair Campeã Nacional.

Esta equipa este ano continua a ser dos mais fortes candidatos a passar esta fase pois ainda não perdeu.

O Ginásio até começou melhor efectuando uma pressão e defendendo zona 2x3, mas os atletas Galináceos, ao contrário dos últimos jogos, levaram a serio o desafio criado no ultimo jogo e nunca baixaram os braços. Foram inteligentes a atacar a zona e muito colectivos a defender os pontos fortes adversários. Terminar a 6 pontos este período foi bom perante o que ambas as equipas faziam dentro de campo.

O 2º período foi claramente dominado pelos atletas Galináceos. Aumentámos a pressão sobre o base e boas jogadas colectivas marcaram este período. Ao intervalo vencíamos a forte equipa do Ginásio por 4 pontos.

No regresso dos balneários havia alguma expectativa em ver até quando se aguentava a nossa equipa perante a reacção do adversário, mas no 3º período a toada manteve-se e algo surpreendentemente dilatamos a vantagem.

No ultimo período foi o descalabro, mais uma vez condicionados com um numero excessivo e incompreensível de faltas, a equipa do Ginásio dominou os ressaltos, ofensivamente começou a ser mais eficaz (muito devido ao condicionamento de faltas pois havia algum receio na oposição ao adversário) e conseguiu na parte final do período passar para a frente.

A poucos segundos do fim dispusemos de 3 oportunidades para empatar ou passar para a frente mas a falta de concentração foi decisiva.

Apesar do Ginásio ser um justo vencedor pois lutou sempre atrás do resultado, pelo que fizemos em campo merecíamos melhor sorte e se tivéssemos saído vencedores também seria muito justo.

Se continuarmos assim poderemos ainda fazer muitas surpresas.

Ricardo Brito
Parciais: 11-17; 19-09; 19-14; 09-20 Marcha: 11-17; 30-26; 49-40; 58-60
Galitos: Pedro Pereira, Hugo Verde, João Padilha (17), Emanuel Silva (4), Pedro Marçal, Bernardo Fernandes (7), Henrique Romão, Francisco Cacho (4), Bruno Fartura (24) , João Tavares, Reynaldo Morales e Luís Pina (2).

16ª Jornada: Galitos/AAUAv 53 – Esgueira 49

Quase a repetir-se a história da 1ª volta… quase.

Na recepção ao líder da série antevíamos bastantes dificuldades e sabíamos que a equipa do Esgueira ambicionava a vitória para poder encarar as últimas jornadas com maior tranquilidade.
A nossa equipa estava motivada para limpar a imagem deixada no jogo disputado em Esgueira na 1ª volta e para mostrar que as últimas vitórias não foram mero acaso, mas sim fruto do bom trabalho desenvolvido pela equipa nas últimas semanas.
O jogo começou com algum equilíbrio embora desde cedo se começasse a desenhar o cenário da 1ª volta: um esgueira mais esclarecido e a atacar o cesto com maior determinação, causando muitos problemas na defesa e obrigando a fazer muitas faltas.
No 2º período fomos muito permeáveis defensivamente e piorámos a qualidade ofensiva, concretizando apenas 6 pontos. Ao intervalo era evidente a diferença entre as 2 equipas: cometemos 12 faltas pessoais enquanto o Esgueira apenas 3; fizemos 4 lances livres (0/4!) enquanto a equipa visitante conseguiu 19 (15/19) e perdemos claramente a luta nas tabelas. A diferença entre os desempenhos das 2 equipas justificava a vantagem com que o Esgueira terminava a 1ª parte.
O intervalo foi importante para repor a concentração e tranquilidade perdidas durante o 2º período. A equipa regressou ao jogo decidida a melhorar a atitude defensiva e a recuperar no resultado. As alterações defensivas começaram a fazer efeito e a equipa adversária sentiu maior dificuldade em tirar partido dos seus pontos fortes. Nós, pelo contrário, conseguimos maior serenidade no ataque e explorámos bem as opções acabando com bons lançamentos. A aproximação no marcador deixou a equipa do Esgueira algo nervosa. A boa prestação defensiva no último período permitiu-nos anular o ataque das visitantes e sair para várias situações de contra-ataque obrigando o Esgueira a recorrer sistematicamente à falta (cometeu mais faltas no 4ª período do que nos 3 primeiros). A boa gestão das posses de bola e a melhoria da eficácia na linha de lance livre permitiu-nos garantir a vantagem até ao final do encontro.
Este jogo teve 2 partes bastante distintas: a 1ª parte com uma defesa apática e débil, pouca agressividade na defesa da nossa tabela e pouco esclarecimento no ataque; e uma 2ª parte com atitude defensiva, luta por todas as posses de bola, transições rápidas e jogo colectivo. Esta breve análise permite-nos concluir qual é a forma correcta de estar em campo.
Mais uma vez foram as jogadoras a demonstrar o que é preciso para conseguir a vitória: lutar, defender, jogar colectivamente. Todos precisamos saber qual o nosso papel e a nossa contribuição dentro do grupo. E todos temos funções importantes e determinantes para conseguirmos atingir os nossos objectivos. É aí que está grande parte do segredo para o sucesso de uma equipa.
É uma satisfação ver as bancadas bem compostas por adeptos de ambas as equipas, contribuindo para criar um excelente ambiente para o jogo. Uma palavra de agradecimento a todos os adeptos do Galitos pelo apoio que deram à equipa sendo uma ajuda preciosa para a motivação das jogadoras.
Hugo Fernandes
Parciais: 14-18, 06-15, 16-09, 17-07
Marcha: 14-18, 20-33, 36-42, 53-49

Galitos: Manuela Oliveira, Joana Capela, Catarina Martins (4), Daniela Ramos (18), Inês Afonso, Catarina Monteiro (5), Vânia Costa (7), Maria Cristo, Andreia Migueis (12), Diana Marques, Sara Morais (7) e Rita Pires.

8ª Jornada: Galitos/ATRIUM 77 – Académica 62

Importante e fundamental vitória

No arranque da 2ª volta era fundamental uma vitória.  Hoje fomos mais equipa e estivemos mais concentrados nas nossas tarefas.
Começámos a liderar o jogo e até ganhámos uma ligeira vantagem 18-11, que acabámos por perder mesmo no final do 1º período.
No 2º período permitimos um empate a 21 pontos mas com subida da pressão defensiva e agressividade ofensiva ao atacar o cesto fizemos um parcial de 16-0 e praticamente sentenciamos o jogo em apenas 5 minutos. O nosso adversário ainda teve uma reacção e reduziu para 39-28 ao intervalo.
No inicio do 3º período recomeçámos mal o que tornou este parcial equilibrado devido aos muitos erros cometidos da nossa parte, principalmente defensivamente, acabando em 57-45.
No 4º e último período voltamos a pressionar mais e foi sem qualquer contestação que vencemos este jogo. Saídas rápidas em contra-ataque a fazermos pontos fáceis e 2 triplos consecutivos fizeram com que fossemos mais fortes e uns justos vencedores.
Parabéns a todos.
Concentração e mais empenho nos treinos é cada vez mais importante, vamos treinar mais e melhor, só assim melhoramos e crescemos como EQUIPA.
José Guerreiro
Parciais: 18-16; 21-12; 18-17; 20-17
Marcha: 18-16; 39-28; 57-45; 77-62

Galitos: Bolon Sauané (15); Pedro Santos (12); Francisco Gonzalez; Tiago Maio (12); Michael Duarte (15); Pedro Seabra (7); Gonçalo Catarino (6); João Limas; Matthew Moreira (5); Luís Sousa (5); João Padilha e Miguel Oliveira.

6ª Jornada: Gica 78 – Galitos B/Atrium 85

Estamos a melhorar ...

O 1º período foi caracterizado por um enorme equilíbrio entre as 2 equipas, sendo que os ataques claramente se superiorizavam às defesas, que eram muito débeis e permissivas. O período terminou com ligeira vantagem para a equipa do Gica por 21-20.
No 2º período entrámos com muita garra, com uma excelente atitude, fazendo os melhores 10 minutos da época em termos de agressividade e intensidade. Pressionámos muito o adversário que sentiu inúmeras dificuldades em organizar o seu jogo.
Fomos “premiados” com o fruto do trabalho e empenho de todos, chegando ao intervalo com todos os jogadores utilizados, fruto de uma enorme rotatividade, com o resultado a ser de 51-37.
Na 2ª parte facilitámos a tarefa ao adversário ao baixar os nossos níveis de concentração e agressividade/intensidade, permitindo à equipa do Gica acreditar que poderia discutir a vitória até ao fim... e assim foi.
O jogo foi muito disputado até final, sendo que a nossa equipa nos últimos minutos soube ser mais serena e consistente que o adversário, terminando o jogo com o resultado de 78-85 a nosso favor.
Foi um jogo emotivo, bem disputado, com ritmo elevado de parte a parte, em que conseguimos vencer fruto do trabalho de todos em mais de 100 treinos que já efectuámos esta época.
Parabéns a todos pela vitória, estamos pouco a pouco a melhorar, temos muito para trabalhar, mas realço a boa atitude, empenho e espírito de equipa de todos.
Só assim seremos mais fortes, queremos continuar a evoluir.
André Leitão
Parciais: 21-20; 16-31;24-16; 17-18
Marcha: 21-20; 37-51; 61-67; 78-85

Galitos: Filipe Pereira, Alexandre Oliveira (8), António Santos, Ricardo Reis, Bruno Fartura (15), João Paulo Martins (20), Francisco Vieira, João Carlos Tavares (10), Miguel Ferreira (3), João Lamas (9), Ricardo Perdigão (11) e Pedro Melo (9).


Feliz Aniversário

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos felicita o atleta Sub-8 do MiniGalitos Francisco Santos pelos seus 8 anos e deseja-lhe as maiores felicidades.


"O desgosto e a alegria dependem mais do que somos do que daquilo que nos acontece."

Multatuli

7ª Jornada: Galitos/ATRIUM 62 – Brandoense 51

Valeu pela Vitória

Último jogo da 1ª volta, jogado em nossa casa contra uma equipa que todos nós já conhecemos. Pensamos que terá sido esse o motivo pelo fraco nível exibicional que apresentámos neste jogo.
Nem entrámos mal no jogo com um parcial de 8-0, tudo parecia fácil e parecia que iria ser um jogo sem história. Estávamos completamente errados, o nosso adversário reagiu e a nossa equipa andou um pouco perdida durante largos minutos, sempre na frente e grande parte do tempo acima das dezenas, mas não mais que isso. Muitos erros defensivos e por consequente ofensivos, foi o mote do jogo durante quase todo o tempo.
Não foi nada atractivo para os nossos adeptos que nos vieram apoiar e acabou por ser o pior jogo que realizámos nesta fase Nacional.
Valeu mesmo pela vitória e a soma de mais 2 pontos.
José Guerreiro
Parciais: 16-11; 15-11; 19-16; 13-13
Marcha: 16-11; 31-22; 50-38; 62-51

Galitos: Bolon Sauané (13); Pedro Santos (19); Francisco Gonzalez; Tiago Maio (10); Michael Duarte (3); Pedro Seabra (4); Gonçalo Catarino (5); João Limas; Matthew Moreira (6); Vasco Quintino; João Lamas e Pedro Melo.

11º Encontro de Sub-10 em Ílhavo


Muitos jogos e boas jogadas
Marcámos presença no encontro do Illiabum, juntamente com o Enesse.
Desta vez dividimo-nos em “apenas”2 equipas, consequência da chegada tardia de alguns dos nossos atletas a este encontro. Ainda assim contámos com 21 “miniatletas”! Por essa razão, cada atleta podia ter jogado mais.
Cada uma das nossas equipas fez 4 jogos. Conseguimos fazer “coisas” interessantes e aproveitámos para “crescer” enquanto jovens atletas. Hoje aprendemos que devemos respeitar sempre os nossos adversários, principalmente quando defrontamos atletas mais novos e ainda com poucos argumentos. Referir também que se lamentam alguns festejos desproporcionados de alguns atletas adversários e a impunidade desses actos por parte dos seus treinadores.
Obrigado ao pai Fartura pela reportagem video e fotográfica.
Aos pais uma palavra especial pelo voto de confiança sempre que colocam os filhos nas nossas ”mãos”. Garantimos que é com prazer que os recebemos!
No próximo encontro, no nosso pavilhão, temos um desafio – chegarmos à hora combinada.
Quarta-feira temos novo treino. Venham todos!
“A prática desportiva também ajuda a contribuir para um mundo melhor com tudo de bom que nos possa trazer: saúde, auto-estima, espírito de equipa, objectivos, entre outros atributos que com certeza, vêm juntos com o desporto” - Gustavo Borges.
Tó Benjamim

A equipa A do MiniGalitos, com 10 atletas, efectuou 4 jogos. Defrontou as equipas A, B e C do Illiabum, e a equipa do Enesse.

MiniGalitos A: Beatriz Santos, Beatriz Mendonça, Íris Fartura, João Novo, Joana Mendes, Mariana Fonseca, Mariana Gomes, Mariana Naia, Raquel Batista e Renato Saraiva. Treinadora: Sofia Pinho e Melo

A equipa B composta por 11 atletas defrontou o ENESSE e as equipas A,B e C do Illiabum.

MiniGalitos B: Bernardo Pascoal, Dinis Mota, Diogo Pinto, Francisco Amorim, Gonçalo Martins, João Matias, João Nascimento, José Machado, Martim Santos, Rafael Rolo e Vasco Silva. Treinadores: Tó Benjamim e Luís Oliveira.









Resumo da 1ª Fase do Torneio Nacional


Sentimos algumas dificuldades com as equipas mais fortes
A participação no Nacional para nós serviu essencialmente como uma experiência. Não partíamos com qualquer tipo de aspirações a um lugar cimeiro, pois sabíamos de antemão o grau de dificuldade de algumas equipas que nos calharam em sorteio nos iriam colocar.
O SC Braga, uma incógnita para nós, sob a qual só sabíamos ter sido 1ª classificada da Associação de Basquetebol de Braga. MaiaBasket, 2º classificado da AB Porto, D Póvoa, 3º da AB Porto, Ovarense, 1º da AB Aveiro, equipa que já tínhamos jogado 2 vezes na fase anterior, com duas derrotas por números elevados e Olivais 2º da AB Coimbra.
Uma série de 10 jogos em que averbamos 8 derrotas contra apenas 2 vitórias. Uma Fase que permitiu aos nossos jovens atletas uma aprendizagem e uma constatação de outra realidade basquetebolística sobre a qual nada sabiam, maior velocidade de jogo e maior vigor físico. Tentamos em todos os jogos discutir o resultado se bem que em alguns casos a diferença se pautou particularmente nas percentagens de lançamentos convertidos, capítulo no qual nunca estivemos bem e que demonstra em muito, o nervosismo e ansiedade patenteada por estes atletas.
Foi mais uma etapa no crescimento destes jovens que seguramente num futuro próximo já perceberão que tem que treinar com outra intensidade, para que estas diferenças possam ser minimizadas com o decorrer do tempo.
Paulo Sá

;;
Galitos Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura