P A T R O C I N A D O R E S

As Iniciadas do Galitos terminaram hoje a competição naquela que foi a primeira temporada do basquetebol feminino no Clube depois de um longo interregno do basquetebol feminino.
Neste último e emocionante jogo da temporada a equipa perdeu por apenas 1 ponto após prolongamento com o Infante de Montemor (47-48).

Depois de ter “forçado” o tempo extra com um cesto nos últimos segundos do tempo regulamentar a equipa começou melhor o prolongamento chegando a dispor de uma vantagem de 5 pontos, mas uma boa reacção adversária deu novamente a volta ao jogo.
Todas as equipas femininas estão de parabéns pela época realizada sendo uma aposta claramente ganha. Na próxima temporada, para além das Iniciadas, Cadetes e Seniores é muito provável que a o clube inscreva também equipa de Juniores Femininos.

Também as equipas de Cadetes Masculinas B e C terminaram este domingo a sua temporada competitiva. Os B venceram o GICA em casa de forma clara e os C perderam em Ovar.



:

Os Iniciados Masculinos perderam hoje frente à equipa do Ginásio Figueirense por 49-75, não conseguindo desta forma o apuramento para a fase final nacional que se realiza no Seixal.
Depois de ter perdido na 1ª volta na Figueira da Foz por apenas 3 pontos de diferença as perspectivas para este decisivo encontro eram boas, mas a equipa entrou demasiado ansiosa não conseguindo estar ao seu nível.
O Ginásio, muito determinado, desde cedo assumiu a liderança não conseguindo o Galitos ser capaz de contrariar o seu jogo. Parabéns ao Ginásio que soube contrariar os pontos fortes do Galitos acompanhando assim o FC Porto na fase final.
O Galitos terá ainda que disputar a fase final regional que se realiza no Pavilhão do Galitos.



:

No próximo sábado, dia 30 de Maio, às 16.00, os Iniciados Masculinos do GALITOS disputam, no nosso pavilhão, o acesso à Fase Final Nacional de basquetebol em jogo contra o GINÁSIO FIGUEIRENSE.

O Galitos que perdeu na Figueira por 3 pontos de diferença necessita de vencer este encontro por uma margem de 4 pontos, podendo inclusivamente ser suficiente vencer por apenas 1 ponto dependendo de outros resultados, para conseguir o objectivo de estar mais uma vez numa fase final dum campeonato nacional nos escalões de formação.

Vem e apoia a nossa equipa.

.
.

MINIGALITOS
Encontro da 3ª Etapa de Sub-12


3 jogos mais a sério em Oliveira do Bairro

No dia 3 de Maio teve lugar em Oliveira do Bairro, casa dos Atómicos, mais um Encontro de Sub-12, este com um teor competitivo mais acentuado.
Agora a pontuação é anotada período a período, sendo que 4 ou 3 períodos ganhos significa uma vitória, 2 um empate e abaixo disso uma derrota. Assim sendo, os galos migraram para sul para defrontar as equipas do CP Esgueira, Atómicos e Sanjoanense.
De uma forma geral a equipa do Galitos demonstrou muita vontade e agressividade, levando mais a sério estas partidas, ficando os atletas muito melhor preparados para o que os espera para o ano que vem nos escalões de Iniciados B Masculinos ou Iniciadas Femininas.
Como resultado final ficam 11 períodos ganhos e 1 empatado com a formação da Sanjoanense. Mais importante que os períodos ganhos foi a atitude lutadora com que todos entraram em campo em todos os jogos. Mesmo assim, ainda há que trabalhar certos aspectos, como a humilda-de e o saber vencer.
Estamos no bom caminho.
Daniel Marques

Galitos: Diana Araújo, Pedro Anjos, Joana Cura, João Lebre, Luís Patrício, Alexandre Pereira, Rui Pereira, Tiago Sá e Henrique Rocha.

Trabalho de pés

Todos sabem que o trabalho de pés é fundamental no basquetebol mas nem sempre dedicamos ao seu treino a devida importância.
Com estas propostas podemos melhorar não só a nossa coordenação, mas também a nossa força dos membros inferiores e consequentemente capacidade de impulsão, aspecto essencial no basquetebol.
Os exercícios propostos podem ser executados integrados numa unidade de treino ou ser realizados de forma individual por cada atleta.
Desta forma, sempre que cada atleta possa ir realizar auto-treino, nomeadamente de lançamento pode e deve intercalar com este tipo de trabalho.

video

.

9ª Jornada: F.C.Porto 75 – Galitos 66

Galitos perde pela 1ª vez nesta 2ª volta

Este domingo a equipa Galinácea deslocou-se ao campo do F.C. Porto, um dos fortes candidatos ao Titulo Nacional.
Com o Apuramento para a fase final garantido o Porto não facilitou em nada a tarefa do Galitos, jogou na sua máxima força e de uma forma sempre empenhada o que valorizou ainda mais o jogo.
A 1ª parte foi equilibrada apesar de ligeiro ascendente do Porto no 1º período enquanto que no 2º foi a equipa do Galitos a superiorizar-se. Ambas as equipas praticaram um basquete alegre e rápido em que o contra ataque foi a nota dominante.
O início do 3º período foi determinante para o resultado final. O Porto entrou forte a defender, bastante agressivo e muito eficaz em termos ofensivos, tirando partido da sua superioridade física, dominando as tabelas, com o seu jogador mais alto a fazer bastantes “estragos” (marcou 24 pontos). Este período terminou com o porto na frente por 18 pontos.
Quando tudo parecia perdido a equipa Galinácea reagiu e recuperou a diferença. Se o jogo durasse mais uns minutos poderia ter tido um resultado diferente.
O FC Porto foi um justo vencedor e este jogo foi um excelente teste para o jogo decisivo da próxima e ultima jornada frente ao Ginásio. Quem vencer apura-se para a fase final do Nacional.
Ricardo Brito
Parciais: 20-14; 18-19; 24-11; 13-22;
Marcha: 20-14; 38-33; 62-44; 75-66.

Galitos: Luís Pina (4), Reynaldo Morales, Hugo Verde (5), João Tavares, João Padilha (18), Dikilson Neto (6), Jorge Anjos, Francisco Cacho e Bruno Fartura (33).

.
.
..

..

6ª Jornada: Tondela 79 – Galitos\AAUAv 42

Galitos perde jogo muito atraso...

O Galitos\AAUAv deslocou-se a Tondela para disputar o jogo que tinha em atraso.
O jogo não correu de feição ao Galitos\AAUAv, que foi desfalcado de várias jogadoras para este jogo.
Entrámos mal e não conseguimos equilibrar o jogo logo desde inicio, falhando demasiados lançamentos chegámos ao intervalo a perder por uma margem já significativa.
Na 2ª parte houve mais equilíbrio, mas apenas no 3º período. Com o cansaço que se foi acumulando e com várias jogadoras a saírem excluídas com faltas, o Galitos\AAUAv voltou a a não conseguir equilibrar o último parcial.
Bruno Monteiro
Parciais:15-05; 28-10; 14-15; 22-12
Marcha: 15-05; 43-15; 57-30; 79-42

Galitos: Mafalda Segura, Milene Serrão (6), Sara Pinto (2), Sofia Neves (4), Sara Calão (12), Andreia Migueis (7), Soraia Magalhães (8) e Catarina Lourenço (3).

1ª Jornada: Galitos C 48 - Illiabum B 46

Galitos entra a vencer na última competição da época

O Galitos recebeu e venceu no seu pavilhão o Illiabum na 1ª jornada do Torneio de Encerramento apenas 4 dias depois de termos jogado com este adversário em nossa casa. O Illiabum B foi a única equipa que nos venceu na fase anterior.
Com um inicio de jogo muito equilibrado e não cometendo os mesmos erros que muito nos dificultaram o ultimo jogo, chegámos ao fim do 1º período com uma igualdade no marcador (13-13).
No 2º período estivemos melhor e conseguimos ganhar uma vantagem de 7 pts (29-22), com a qual fomos para intervalo.
O 3º período foi pautado por muito equilíbrio (16-17), entrando no ultimo parcial com uma vantagem de 6pts (45-39), este período foi muito fraco para ambas as equipas, muitas perdas de bola, muita ansiedade de querer fazer as coisas bem, mais com o coração do que com a cabeça. Neste encontro acabámos por ser mais felizes pendendo o jogo para o nosso lado (48-46)
Paulo Santos
Parciais: 13-13; 16-09; 16-17; 03-07
Marcha: 13-13; 29-22; 45-39; 48-46

Galitos: Tiago Maio (13), Francisco Vieira (4), Jorge Paula (5), João Ferreira (9), Miguel Ferreira (9), Filipe Pereira (6), André Resende (2) e Francisco Mata.

6ª Jornada: Galitos C 48 - Illiabum B 52

Derrota na última jornada

O Galitos recebeu no seu pavilhão o Illiabum para a 6ª jornada da 4ª fase do Regional.
Entrando muito desconcentrados e com pouca agressividade defensiva, permitimos que o adversário fizesse um parcial de 0-9. Corrigimos alguns aspectos defensivos e conseguimos equilibrar o jogo chegando ao fim do 1º período com uma desvantagem de 8 pts (9-17).
No 2º período voltamos a não estar ao nosso nível e permitimos que a equipa adversária aumentasse a vantagem que chegou a ser de 18pts a 2 minutos do intervalo. Voltámos a acreditar e encurtámos a desvantagem para 13 pts (20-33) ao intervalo.
No 3º período não fomos capazes de ultrapassar as dificuldades que o adversário nos continuou a colocar, entrando para o 4º e ultimo período com uma desvantagem no marcador de 17pts.
No último parcial mostrámos que somos fortes psicologicamente e acreditámos que era possível dar a volta ao jogo. Estivemos a apenas 1 ponto de desvantagem a 30 segundos do fim, mas uma perda de bola e alguma sorte do adversário à mistura, que conseguiu um triplo mesmo acabar o jogo, ditou o resultado final de 48-52 a favor do Illiabum.
Paulo Santos
Parciais: 9-17; 11-17; 05-09; 23-10
Marcha: 9-17; 20-33; 25-42; 48-52

Galitos: Tiago Maio (20), Francisco Vieira (2), Alexandre Oliveira (2), Jorge Paula (6), João Ferreira (4), Miguel Ferreira (1), Filipe Pereira (9), João Carlos (4), Miguel Carvalho, André Resende e Francisco Mata.

1ª Jornada: Galitos 41 – Oliveirense 72

Reflexo dos treinos

Depois de termos estado a treinar quase duas semanas com menos de dez jogadoras, este 1º jogo desta fase foi o reflexo disso mesmo.
Com um inicio bastante morto, em que estávamos lá apenas de corpo presente, registámos um parcial de 2-20. Acordámos mas a vantagem já era relativamente grande e o cansaço já se notava pois tínhamos menos jogadoras disponíveis para a rotação do que é habitual. Para alem disso, o ressalto defensivo raramente existiu e demos muitas segundas oportunidades de lançamento à equipa adversária. Fizemos o que podíamos para minimizar o resultado, mas a equipa adversária continuou ao mesmo nível e não nos foi permitida a recuperação.
Andreia Migueis
Parciais: 2-20; 13-16; 04-20; 22-16
Marcha: 2-20; 15-36; 19-56; 41-72

Galitos: Sara Solá (9), Diana Marques, Joana Reis (9), Lia Delgado (5), Maria Vasconcelos (5), Beatriz Beer (11) e Ana Lia.

Plano de Formação – GALITOS 2009 – 4ª Acção

João Cura, Luís Araújo e Paulo Santos foram os treinadores responsáveis pela dinamização da 4ª Acção do Plano de Formação – Galitos 2009, realizado na passada quarta-feira. Esta foi mais uma iniciativa que juntou elementos dos vários quadrantes da secção de basquetebol galinácea (treinadores, monitores, directores e seccionistas), tendo ainda marcado presenças alguns técnicos de outros clubes do distrito.

João Cura, coordenador da formação e responsável pala equipa de Sub-16 masculina apresentou uma proposta para a Abordagem da Defesa Aberta o modelo defensivo adoptado pelas equipas do Clube. Para além das propostas práticas apresentadas com a colaboração de jogadores das equipas de Sub-16 e Sub-18 foram feitas algumas considerações genéricas sobre a defesa, enumeradas as vantagens e as desvantagens deste tipo de defesa, assim como os princípios que a norteiam.

Luís Araújo e Paulo Santos, responsáveis pelas equipas de Sub-16 B e C apresentaram algumas estratégias para que A colaboração entre treinadores no campo melhore a qualidade do treino. Também com trabalho de campo os treinadores mostraram de que forma a presença e intervenção de 2 treinadores no treino pode melhorar a qualidade do mesmo.


4ª Acção do Plano de Formação – Galitos 2009

20 de Maio, quarta-feira

  • 20h45 – 21h30: Abordagem da Defesa “Aberta” - João Cura
  • 21h30 – 22h15: A colaboração como forma da melhoria da qualidade do treino - Luís Araújo e Paulo Santos

Como já tem sido hábito esta acção destina-se a todos os colaboradores do Clube dos Galitos mas está aberta à participação de todas as pessoas interessadas.

video

8ª Jornada: Galitos 53 – Leça 37

Galitos continua invicto na 2ª volta

No domingo depois da saborosa vitoria do dia anterior frente à forte equipa do Académico o Galitos tinha mais uma prova de fogo, pois pese embora a equipa do Leça se encontre no ultimo lugar tinha na 1ª volta causado grandes dificuldades, não só pela maneira como se fecha na defesa mas também pela forma agressiva como joga, quer defensivamente, quer ofensivamente.
Infelizmente o 1º período começou da mesma forma que o dia anterior, algum relaxe, talvez alguns “fantasmas” ainda do jogo da 1ª volta, permitiram que, embora tivéssemos sido sempre superiores, apenas concretizássemos 9 pontos em 10 minutos, desperdiçando diversas situações de lançamentos fáceis.
No 2º período, não defendendo tão bem, fomos mais dominadores no jogo interior e nas tabelas defensiva e ofensiva, o que permitiu chegar ao intervalo a vencer por 8 pontos, vantagem escassa para a diferença de valor entre as duas equipas.
Desta feita o intervalo não foi bom conselheiro uma vez que a equipa manteve a mesma atitude, algo relaxada, jogando apenas o suficiente para gerir a diferença pontual que terminou em 16 pontos no final do jogo.
“Resultado mais importante do que a exibição” como se costuma dizer na gíria futebolística. Continuamos na luta pelo acesso à fase final. Nos próximos jogos frente aos 2 primeiros classificados vai-se decidir tudo.
Trabalhar durante a semana para não deixar passar esta excelente oportunidade.
Ricardo Brito
Parciais: 09-03; 15-13; 14-12; 15-09
Marcha: 09-03; 24-16; 38-28; 53-37

Galitos: Reynaldo Morales (2), Hugo Verde (4), Henrique Romão (2) , João Tavares, João Padilha (17), Dikilson Neto (9), Jorge Anjos, Hugo, Francisco Cacho (2) e Bruno Fartura (17).

7ª Jornada: Galitos 64 – Académico 40

Galitos vence de forma clara um concorrente directo e ganha vantagem para o apuramento

Este sábado a equipa do Académico veio a Aveiro num fim-de-semana mais uma vez marcado por uma jornada dupla e perdeu, de forma clara, com a equipa Galinácea.
Ambas as equipas mostraram respeito mútuo no início do encontro uma vez que nos 3 jogos já realizados entre ambas as equipas tinham sido equilibrados. Entrámos algo receosos e apesar de defendermos bem sentimos algumas dificuldades na componente ofensiva.
Um 1º período incaracterístico acabou com um parcial muito baixo (8-3).
No 2º parcial ambas equipas “soltaram-se” e o jogo tornou-se mais interessante terminando com 1 ponto a favor da equipa do Académico. Ao intervalo o Galitos ganhava por apenas 4 pontos.
No 3º período a diferença pontual manteve-se mas com ambas as equipas ainda a revelar alguma ansiedade pois era um jogo que poderia ditar o afastamento de uma das equipas da luta pelo 2º lugar e consecutivo apuramento para a fase final.
No último e decisivo período a equipa do Galitos mostrou a sua raça e estranhamente a equipa do Académico revelou alguma apatia que nunca até então tinha demonstrado. Com um parcial de 18 pontos a equipa Galinácea resolveu o jogo mostrando que continua com vontade de cumprir com os seus objectivos.
Parabéns a todos e um bom descanso pois amanhã temos mais um importante jogo.
Ricardo Brito
Parciais: 08-03; 15-16; 14-12; 27-09
Marcha: 08-03; 23-19; 37-31; 64-40

Galitos: Luís Pina (2), Reynaldo Morales, Hugo Verde (3), Henrique Romão (4) , João Tavares (3), João Padilha (22), Dikilson Neto (4), Jorge Anjos, Hugo Rangel, Pedro Mealha (4), Francisco Cacho e Bruno Fartura (22).

14ª Jornada: Galitos 75 – Barcelos 42

Vitória na despedida

A nossa equipa de Sub 20, despediu-se com uma vitória na última jornada do Campeonato Nacional. Foi um jogo em que desde cedo controlámos o resultado e que ficou marcado pelo sentimento de dever cumprido no final de mais uma época. Vitória alcançada, 3º lugar assegurado.
Ganhámos um jogo, sendo a vitória justa, onde apenas ficámos a dever a nós próprios mais alguns cestos que poderíamos ter concretizado. Baixamos a concentração no 3º período, facto que nos impossibilitou de alcançarmos um resultado ainda mais volumoso.
No encerrar oficial de mais uma época em termos competitivos, saímos orgulhosos com o que alcançámos e motivados para ainda fazermos melhor já na próxima época.
Os nossos jogadores estão de parabéns. Foram um exemplo de entrega, atitude e equipa. Parabéns, como treinador fico orgulhoso de poder ter estado ao vosso lado.
João Neto
Parciais: 25-12; 20-05; 11-16; 19-09
Marcha: 25-12; 45-17; 56-33; 75-42

Galitos: Diogo Peralta (9), Gonçalo Pereira (8), João Silva (6), Luís Oliveira (9), Nuno Gonçalves (4), Ricardo Leite (2), Élio Maia (2), Hugo Carvalho (13), Rui Oliveira (5), Rui Puga (4), Carlos Resende (14) e Hugo Soares (4).

1ª Jornada: Sangalhos 53 – Galitos B 48

Galitos perde em Sangalhos

O Galitos deslocou-se a Sangalhos para defrontar a forte equipa local, reeditando os confrontos sempre emotivos e equilibrados da época anterior no escalão de iniciados.
Entrámos bem no jogo, concentrados e activos, o que não impediu o Sangalhos de liderar o marcador no final do 1º período, tirando partido de erros na saída contra pressão HxH onde não mostrámos a serenidade necessária.
Conseguimos no 2º período mantermo-nos no jogo fruto de boas movimentações ofensivas, tirando partido do espaço nas costas da defesa contrária e fomos solidários na nossa defesa. Nos últimos minutos do período conseguimos um parcial de 10-0 que nos permitiu ir para o intervalo na frente do marcador (32-30).
As correcções ao intervalo incidiram fundamentalmente na defesa dos bloqueios indirectos que libertavam os nossos adversários.
O 3º período traz um aumento da pressão defensiva adversária, aumentando as nossas dificuldades no ataque em ½ campo porque não circulávamos a bola. Ainda assim terminava-mos o período na frente.
No 4º período as nossas dificuldades ofensivas mantinham-se, escolhendo sempre lançamentos forçados, não tirando partido das combinações de 2x2 e sem conseguir mudar o lado da bola.
Apesar de não baixarmos os braços o Sangalhos passa para a frente a 5 minutos do final e acaba por vencer. Fundamentalmente temos de ficar satisfeitos com a réplica que conseguimos oferecer, mantendo um ritmo intenso em todo o jogo, no entanto na fase decisiva do encontro fomos limitados pelo aspecto táctico colectivo, que não temos trabalhado e nos impediu de controlar as posses de bola.
Ficaram assim boas expectativas quanto ao prosseguir do nosso trabalho nesta fase terminal da época, especialmente pelo contributo de todo o colectivo e de saudar o regresso de jogos com emoção, intensidade e equilíbrio.
Bom trabalho.
Luís Araújo
Parciais: 17-10; 13-22; 10-10; 13-06
Marcha: 17-10; 30-32; 40-42; 53-48

Galitos: Pedro Seabra (4), Gonçalo Catarino (14), Bolon Sauané (8), Pedro Godinho (2), João Lemos (2), Alexandre Oliveira (2), João Tavares (4), Pedro Santos (8) e João Azoía (4).

1ª Jornada: Galitos B 49 – Sangalhos B 53

Apesar do bom jogo realizado o Galitos inicia torneio de encerramento com derrota
Após uma curta paragem, a equipa do Galitos regressou à competição para a última fase desta época defrontando a equipa de Sangalhos, equipa que nos tinha vencido no último encontro por margem dilatada.
Num jogo muito equilibrado onde ambas as equipas estiveram sempre muito próximas no marcador, os galináceos deram uma boa réplica, mostrando concentração e empenho.
Após um jogo equilibrado, embora o Sangalhos tenha estado sempre na frente do marcador a equipa do Galitos nunca deixou o adversário distanciar-se no marcador.
Na 1ª parte entrámos bem em ambos os períodos, embora na parte final 1º tenhamos permitido um parcial de 8-0.
Na 2ª parte os galináceos estiveram muito bem, recuperando a desvantagem que traziam da 1ª parte.
No último e derradeiro período iniciámos muito bem, fazendo um parcial de 10-0, conseguindo recuperar a desvantagem e igualar o marcador a 47 pontos já no último minuto do jogo. Com um final de jogo bastante emotivo, a equipa da casa acabou por não conseguir passar para a frente e vencer o jogo.
De realçar a atitude e empenho de todos os atletas.
É importante continuar a treinar bem para conseguirem que os resultados melhorem
Parabéns a todos os atletas
Bruno Fangueiro
Parciais: 11-21; 10-08; 10-12; 18-12;
Marcha: 11-21; 21-29; 31-41; 49-53;

Galitos: Miguel Pina (7); João Lamas (4); Manuel Santos (2); Frederico Sá (2); Francisco Pinheiro (6); Pedro Mealha (2); João Daniel; Guilherme Gonçalves (2); Luís Pina (20) e Hugo Rangel (6).

4ª Acção

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos realiza neste mês de Maio a 4ª Acção de Formação integrada no seu Plano de Formação – Galitos 2009.

Os treinadores João Cura, Luís Araújo e Paulo Santos são os responsáveis por mais uma apresentação que pretende melhorar o trabalho desenvolvido na Secção de Basquetebol do Clube, bem como aumentar os momentos de troca e partilha de informação/conhecimento e ainda proporcionar um espaço aberto de debate de diferentes experiências.

Ambas as sessões serão práticas e estão dedicadas a aspectos relacionados com a melhoria do trabalho no treino.

Assim, dia 20 de Maio, quarta-feira, teremos:

  • 20h45 – 21h30: Abordagem da Defesa “Aberta” - João Cura
  • 21h30 – 22h15: A colaboração como forma da melhoria da qualidade do treino - Luís Araújo e Paulo Santos
Como já tem sido hábito esta acção destina-se a todos os colaboradores do Clube dos Galitos mas está aberta à participação de todas as pessoas interessadas.

Para obter qualquer informação e/ou efectuar a inscrição podem ser utilizados os seguintes contactos:

Email: coordenacao.basquetebol@galitos.pt

Telf: 916435909 (Luís Araújo)

Os Iniciados Masculinos repetiram a vitória da véspera, desta vez frente ao Desportivo de Leça, por 53-37 e deram mais um importante passo para a obtenção do apuramento para a fase final nacional quando faltam apenas 2 jornadas para terminar esta fase.

As restantes equipas ainda em competição continuam a jogar nos torneios finais da Associação.


Campeonato Nacional de Iniciados

Os Iniciados Masculinos venceram hoje de forma clara o Académico FC por 64-40. Depois de ter perdido na 1ª volta com este adversário directo na luta pelo apuramento para a fase final nacional o Galitos venceu por uma margem pontual superior mantendo intactos os seus objectivos.

Amanhã recebe o Desportivo de Leça às 16h em mais um importante jogo para as aspirações da equipa.

8ª Jornada: Galitos 60 - GICA 64

Jogar com o coração não chega!

Mais uma vez não entramos no jogo da melhor forma, sem recuperar defensivamente e sem conseguir jogar da forma como o temos feito ultimamente.
Com o chegar do intervalo mudámos a nossa atitude e sem nunca desistir mesmo estando a perder por uma diferença de 13 pontos, levantamos a cabeça e lutámos com a equipa adversária não entregando o jogo com facilidade. Mais uma vez, a 2ª parte e o querer não chegaram. É preciso mais concentração desde o apito inicial até ao final do encontro.
Andreia Migueis
Parciais: 10-15; 13-21; 15-13; 22-15
Marcha: 10-15; 23-26; 38-49; 60-64

Galitos: Sara Figueiredo, Sara Solá (6), Renata Santos (9), Diana Marques (2), Joana Reis (19), Maria Inês (6), Joana Carvalho, Ana Lia e Lia Delgado (16).

video


Resumo do Campeonato Nacional

Entrámos neste campeonato nacional sabendo que seria muito difícil conseguir o apuramento para a fase final nacional, até pelo 3º lugar obtido na fase final regional, mas a equipa sabia que era capaz de render mais do que o fez até aqui e este objectivo não estava totalmente afastado.
Estivemos cerca de 1 mês sem competição oficial o que para a nossa equipa não foi positivo. Como já temos alguma dificuldade em nos concentrarmos e treinarmos nos limites, com a ausência de competição esse problema ainda é mais notório.
Por estas razões entrámos mal nesta competição perdendo em casa com a Sanjoanense por uma margem que não reflecte a diferença entre as equipas. Depois deste 1º jogo perdemos mais 3 jogos de forma consecutiva. Na Póvoa de forma extremamente infantil depois de ter o jogo perfeitamente na mão, com a Ovarense em casa e em Coimbra com a PT frente a uma equipa claramente com menos argumentos que nós, como se veria a confirmar na 2ª volta.
Este começo e o facto de nos vermos privados de alguns elementos da equipa (Marcelo interrompeu a prática, o Mathew com uma entorse grave apenas realizou 3 jogos no nacional e outros jogadores que não realizaram alguns jogos também por lesão levou-nos a começar a pensar em reformular os nossos objectivos passando a ter presente que era importante fugir aos dois últimos lugares da classificação de forma a mantermos o número de vagas paras as equipas aveirenses no próximo ano.
Nos últimos 3 jogos da 1ª volta melhorámos claramente. Um bom jogo com o Ginásio (vitória por 30 pontos), boa réplica ao Leça fora (a equipa viria a apurar-se) e uma excelente 2ª parte com o FC Porto valeu uma vitória (ao intervalo perdíamos por 23 pontos de diferença).
Na 2ª volta mantivemos alguma irregularidade nas nossas prestações sendo esta uma característica da equipa. Voltámos a perder por apenas 3 pontos com o Desportivo da Póvoa e vencemos claramente as duas equipas da Associação de Coimbra por mais de 30 pontos de diferença garantindo assim o 2º objectivo.
Esta competição serviu para a equipa e os jogadores individualmente ganharam experiência competitiva uma vez que disputámos jogos contra adversários fortes colectivamente e jogadores acima da média em termos individuais e face às várias ausências proporcionou experiência competitiva a diversos jogadores.
A evolução de cada um de nós continua até final da época e terá, com certeza, continuidade nas próximas temporadas.
João Cura

.
..

10ª Jornada: Illiabum 60 – Galitos 37

O Galitos terminou Inter-Associações com mais uma derrota.

O começo de jogo foi positivo, a jogar com uma atitude muito boa na defesa e serenos no ataque mantivemos um ligeiro ascendente no marcador até ao final do 1º período, altura em que o Illiabum passou para a frente pela 1ª vez com um lançamento triplo (15-12).
O 2º período foi um descalabro para o Galitos, que sofreu um parcial de 0-15 em sete minutos. O jogo ficou sentenciado nesta fase quando inexplicavelmente a equipa deixou de defender com a mesma agressividade e no ataque aliado aos inúmeros maus passes, as opções passaram a ser de lançamentos precipitados e em áreas afastadas do cesto, sendo que da mesma forma falhava os poucos lançamentos fáceis que conseguia criar debaixo do cesto.
Com a diferença verificada ao intervalo, as duas equipas aproveitaram para realizar inúmeras substituições e jogaram a 2ª parte de forma equilibrada, na atitude colocada em campo, nos erros e no marcador.
A 2ª metade do encontro foi assim de fraco nível com as 2 equipas a cometerem muitas faltas, a falharem demasiados lançamentos em contra ataque e lances livres, com o marcador a ser traduzido numa baixa pontuação nos dois períodos, (11-10) e (14-12).
Jorge Dias
Parciais: 15-12; 20-03; 11-10; 14-12.
Marcha: 15-12; 35-15; 46-25; 60-37.

Galitos: André Ferreira (4), Luís Seixo (3), Anísio Mané (2), João Silva (21), Ricardo Lopes, Gustavo Sardo (4), Francisco Gonzalez (2), João Costa (1) e Augusto.

Mês de Abril – Iniciados B
Destaque Mensal de participação nas actividades da Equipa


Destaque para 6 jogadores da Equipa de Iniciados B, que durante o mês de Abril participaram em 75% das actividades, entre Treinos e Jogos.

Mês de Abril – Iniciados A
Destaque Mensal de participação nas actividades da Equipa


Destaque para 7 jogadores da Equipa de Iniciados A, que durante o mês de Abril participaram em 80% das actividades, entre Treinos e Jogos.

6ª Jornada: Sangalhos 50 – Galitos 67

Galitos inicia 2ª volta com vitória muito importante

Este domingo a equipa Galinácea deslocou-se ao já conhecido pavilhão do Sangalhos para defrontar esta equipa pela 4ª vez. Este jogo tinha um cariz diferente pois poderia ajudar a decidir o local da realização da fase final regional.
O jogo inicia-se de forma equilibrada. No inicio com alguma vantagem do Galitos e no fim do 1º período com algum ascendente da equipa da casa acabando por vencer por 3 pontos.
O 2º período continuámos a defender bem mas algo ansiosos no ataque cometendo alguns erros principalmente na selecção de lançamentos, mas dominando os ressaltos defensivos o que nos permitia realizar diversos contra ataques. Entrámos muito bem no ressalto ofensivo fazendo por várias vezes cesto com segundos lançamentos, chegando ao intervalo a vencer por 3 pontos. Esta vantagem não espelhava diferença entre as duas equipas.
A 2ª parte foi claramente dominada pela equipa Galinácea que aproveitando o seu jogo interior e continuando a efectuar diversos contra ataques venceu o 3º período e no 4º chegou a estar com 25 pontos de vantagem perto do final do jogo. Esta diferença foi diminuída a 2 minutos do fim com algumas desatenções defensivas.
Parabéns a todos pelo desempenho após 2 resultados menos conseguidos e por colocarem um dos objectivos cada vez mais perto, realizar no nosso pavilhão a fase final distrital.
Ricardo Brito
Parciais: 18-15; 10-16; 07-14; 15-22;
Marcha: 18-15; 28-31; 35-45; 50-67.

Galitos: Luís Pina (4), Reynaldo Morales, Hugo Verde, Henrique Romão (2), João Tavares, João Padilha (21), Dikilson Neto (4), Jorge Anjos, Pedro Mealha (2), Francisco Cacho (2) e Bruno Fartura (32).

3ª Jornada: Inf. Montemor 37 – Galitos 28

Não conseguimos fazer melhor…

Na 1ª parte o jogo foi bastante equilibrado (1º Período 6-8; 2º Período 7-8), apesar das inúmeras oportunidades de lançamento falhadas e as muitas perdas de bola a meio campo.
Soubemos, nesta fase do jogo, gerir bem a posse de bola apesar da pouca eficácia nos movimentos ofensivos e por isso o resultado apesar de correr a nosso favor, nunca nos conseguimos distanciar.
Na 2ª parte tudo foi diferente. Com a 4ª falta de duas das nossas jogadoras que melhor estavam a jogar e uma defesa muito agressiva por parte da equipa adversária (com 25 faltas no jogo contra as nossas 14) deixamo-nos intimidar e cometemos muitos erros, tanto no ataque, como na defesa.
Fizemos percentagens de lançamento muito más em zonas onde não devíamos ter falhado tanto. No lance-livre, lançamos 33 vezes e convertemos apenas 4 (12,1%); dos 2 pontos lançamos 50 vezes e marcamos apenas 12 (24%); perdemos 26 bolas e recuperamos apenas 8 (30,8%); ganhamos apenas 25 ressaltos contra os nossos habituais 40. Como se pode ver estivemos pior que nos outros jogos e por isso não conseguimos impor o nosso jogo.
Num jogo incaracterístico, com apenas 28 pontos marcados, não conseguimos vencer o Infante de Montemor que fez o seu jogo normal e por isso pareceu-me um justo vencedor.
O facto de termos jogado por duas vezes a meio da semana na competição do Desporto Escolar parece-me a única justificação para a fadiga que mostrámos no decorrer do jogo. Não estamos preparadas para fazer tantos jogos em tão pouco tempo.
Quero deixar uma mensagem de incentivo às nossas atletas e dizer-lhes que, apesar de existirem jogos assim, estamos a trabalhar bem e vamos superar este período menos bom muito em breve.
PARABÉNS MENINAS!
Miguel Coelho
Parciais: 06-08; 07-08; 12-07; 12-05.
Marcha: 06-08; 13-16; 25-23; 37-28.

Galitos: Joana Tavares (6), Bruna Pires (2), Mariana Oliveira (3), Catarina Pereira (2), Angélica Mendes, Maria Inês (5), Adriana Ramos (8), Ester Simões, Inês Araújo (2), Joana Martins, Bárbara Vitória e Vanda Correia.

1ª Jornada: Galitos 34 – Esgueira 37

Muito bem disputado…

Quem assistiu ao jogo não notou a diferença no tempo de prática de basquetebol entre as duas equipas.
Fizemos uma 1ª parte de grande nível com um parcial de 18-8, conseguindo dominar claramente o jogo e anulando os pontos fortes do nosso adversário. O domínio nos ressaltos e o bom controlo de bola, associado a uma boa eficácia no ataque, especialmente no 1º período, foi a receita para o sucesso nesta 1ª parte.
No 2º tempo tudo funcionou ao contrário. Entrámos muito nervosas e não conseguimos impor o nosso jogo. Do outro lado o Esgueira pressionou-nos a campo inteiro e nós demorámos tempo a interpretar o jogo e acabámos por perder muitas bolas na transição, que por sua vez resultaram em pontos fáceis para o adversário.
Os parciais do jogo falam por si. No 3º período ainda conseguimos equilibrar o resultado, apesar da ligeira recuperação do adversário (10-16).
No último período o Esgueira foi mais forte (6-13) e levou para os últimos 24 segundos a decisão do jogo, onde acabamos por perder pela margem de apenas 3 pontos. Nos últimos minutos do jogo precipitamo-nos no lançamento, até por alguma inoperância nos movimentos no ataque. O Esgueira acabou por se fechar na defesa e não permitindo muito espaço para lançarmos ao cesto com facilidade.
Não nos podemos esquecer que cerca de 80% da nossa equipa tem apenas 9 meses de basquetebol e os restantes ainda têm menos tempo de prática. Neste momento já conseguimos discutir jogos com equipas com 3 e 4 anos de aprendizagem.
Penso, na minha modesta opinião, que é um feito grandioso para esta equipa que, se tudo correr normalmente, vai continuar a evoluir como até aqui e a melhorar a qualidade do seu jogo.
Este encontro foi, sem margem para dúvidas, uma dedicatória à nossa atleta Ana Isabel, impedida de treinar e jogar neste momento.
Um beijo de todos e todas as pessoas que fazem parte da tua Equipa.
PARABÉNS MENINAS, … e parabéns Ana!
Miguel Coelho
Parciais: 14-05; 04-03; 10-16; 06-13.
Marcha: 14-05; 18-08; 28-24; 34-37.

Galitos: Joana Tavares (6), Bruna Pires (7), Mariana Oliveira (9), Catarina Pereira (3), Angélica Mendes, Maria Inês (3), Adriana Ramos (4), Bárbara Vitória, Inês Araújo, Joana Martins, Ana e Vanda Correia.

7ª Jornada: Anadia (Sub-16) 45 – Galitos 56

Prova de quem somos!

Pela 1ª vez nesta época fomos consistentes e regulares em tudo! Desde a recuperação defensiva, ao ataque que foi bastante organizado, optando por soluções simples e eficazes.
Fomos para o intervalo a ganhar por apenas 2 pontos e pela 1ª vez soubemos estar na frente do marcador. Continuámos a tomar decisões correctas e no momento certo, jogámos como equipa o que nem sempre conseguimos fazer, soubemos ser grandes tanto a defender como a atacar e acima de tudo fomos fortes psicologicamente!
Parabéns meninas pelo trabalho que mostraram dentro de campo!
Andreia Migueis
Parciais: 15-12; 09-14; 11-16; 10-14
Marcha: 15-12; 24-26; 35-42; 45-56

Galitos: Sara Figueiredo, Renata Santos (14), Diana Marques (6), Sara Solá (2), Ângela Lobo, Joana Reis (10), Mª João Vasconcelos, Beatriz Beer (12), Inês Vieira e Lia Delgado (12).

6ª Jornada: Anadia (Sub-19) 70 – Galitos 50

Descambar total em Anadia!

Após o jogo Anadia-GICA da última jornada, jogo este que terminou mais cedo pelos problemas que foram surgindo ao longo do encontro que fizeram com que a equipa do GICA terminasse com apenas 2 atletas, fomos também nós jogar a Anadia
As nossas jogadoras estavam um pouco receosas antes do jogo. Tentámos transmitir uma certa calma no balneário antes do início, mas não foi suficiente perante o que se foi passando ao longo do jogo.
Um encontro onde apenas pretendíamos jogar basquetebol teve vários factores a condicioná-lo, sendo difícil conseguir efectivamente jogar. No que diz respeito a basquetebol propriamente dito, só quem esteve presente percebe o difícil que é jogar nestas condições.
Cabeça levantada meninas!
Andreia Migueis
Parciais: 19-10; 12-16;18 -16; 21-10
Marcha: 19-10; 31-26; 49-40; 70-50

Galitos: Sara Figueiredo, Renata Santos (12), Andrea Silva (2),Sara Solá (2) Sara Souto, Mª João Vasconcelos (6), Beatriz Beer (20), Inês Vieira, Joana Carvalho e Lia Delgado (8).

4ª Jornada: Anadia 78 – Galitos 45

Demasiada desconcentração na entrada do jogo

Após a obtenção de uma vitória bastante sofrida no pavilhão de Sangalhos na última jornada, chegou a vez de uma ida a Anadia... sabíamos à partida que era uma equipa bastante rápida pelos encontros já realizados com este adversário anteriormente!
Mas nem o nosso conhecimento deste facto nos valeu, entramos muito ansiosas o que levou a que jogássemos apenas com o coração e não com a cabeça, o que se traduziu numa grande vantagem no marcador para a equipa da casa logo desde inicio.
O balanço defensivo nem sempre resultou bem, o que se veio a traduzir em vários lançamentos sofridos em contra ataque.
Andreia Migueis

Galitos: Catarina Pereira (2), Mariana Oliveira, Joana Carvalho, Ângela Lobo, Renata Santos (16), Diana Marques (8), Beatriz Beer (2), Inês Vieira e Lia Delgado (16).

14ª Jornada: FC Porto 66 – Galitos 51

Boa reacção após mal desempenho na véspera

Depois do jogo menos conseguido realizado no dia anterior deslocámo-nos até São Romão do Coronado na Trofa para defrontar o FC Porto. Estando tudo já decidido para ambas as equipas o jogo foi interessante e nós demos uma boa resposta.
A 1º parte foi sempre muito equilibrada e se não tivéssemos perdido algumas bolas na transição defesa ataque, muitas delas com más decisões no timing de execução do passe tínhamos chegado ao intervalo com uma desvantagem claramente mais reduzida. No entanto os 23-32 ara o Porto deixava tudo em aberto para a 2ª parte.
No recomeço o adversário consolidou a sua vantagem fruto do seu acerto no lançamento exterior, vantagem que chegou a ser de 17 pontos a meio do 3º parcial. Nunca baixámos os braços e continuámos a lutar conseguindo colocar o jogo com apenas 8 pontos de diferença e nesta fase desperdiçámos dois lançamentos próximos do cesto que nos poderiam ter colocado novamente na discussão do resultado. Como não concretizámos o Porto volta a fugir vencendo o encontro.
Terminámos desta forma a nossa participação no campeonato nacional e face a todas as contingências sofridas ao longo da prova conseguimos obter o 2º objectivo definido – manter o número de equipas para Aveiro no próximo campeonato nacional, fruto do 6 lugar alcançado.
Ainda é muito cedo para terminar a época continuando a equipa com vontade de treinar para assim darmos continuidade à nossa progressão.
João Cura
Parciais: 15-13; 17-10; 18-16; 16-12
Marcha: 15-13; 32-23; 50-39; 66-51

Galitos: Filipe Pereira, Francisco Gonzalez (3), Bolon Sauané (12), Pedro Seabra (6), João Clemêncio (5), João Pedro Lemos, Luís Sousa (2), João Limas (3), Pedro Santos (12) e Luís Folque (8).

13ª Jornada: Galitos 42 – Desp. Leça 70

Depois das duas vitórias na última jornada dupla, Galitos perde em casa

As duas equipas entraram para este jogo com ambições claramente distintas. O Galitos depois de garantir o 6º lugar no último fim-de-semana já não poderia alterar a sua classificação enquanto que o Desportivo de Leça, 2º classificado, necessitava de uma vitória para desde logo garantir o apuramento para a fase final nacional.
Por estas razões o nosso adversário apresentou-se super motivado, com uma defesa muito forte e agressiva o que aliado ao seu maior poderio físico nos colocou bastantes dificuldades.
Logo no 1º período a defesa zona contrária tapava todos os caminhos para o cesto o que nos fez precipitar muitos lançamentos e forçar demasiados passes que deram a possibilidade ao Leça de sair várias vezes em contra-ataque finalizando cestos fáceis.
No final do 1º período a nossa desvantagem era já de 14 pontos (10-24).
Até final da 1ª parte melhorámos um pouco o nosso desempenho, recuperando defensivamente de forma mais eficaz, continuando no entanto a ter dificuldades em atacar o cesto adversário. A desvantagem de estatura levou a que não fossemos suficientemente ofensivos o que também se reflectiu no número de lançamentos livres tentados por uma e outra equipa (11 para o Galitos e apenas 4 em toda a 1ª parte e 26 para o Leça com 15 só na 1ª metade).
Com o resultado ao intervalo em quase 20 pontos (21-40) não tivemos a força física nem mental, demonstrada noutros jogos, para contrariar os maiores argumentos adversários, no entanto a 2º parte foi mais equilibrada e não fosse um parcial de 0-6 a terminar o jogo e praticamente teríamos mantido a diferença que trazíamos do intervalo.
O Leça mostrou neste jogo porque conseguiu apurar-se para a fase final nacional e nós não fomos capazes de mostrar o que valemos apesar de todas as contingências com que temos disputado este campeonato nacional. Neste jogo vimos mais uma atleta nosso lesionar-se após 2 minutos de jogo. Ao Zé desejamos as rápidas melhoras.
Realce para mais dois atletas de 1º ano que se estrearam na equipa neste campeonato nacional.
João Cura
Parciais: 10-24; 11-16; 13-14; 08-16
Marcha: 10-24; 21-40; 34-54; 42-70

Galitos: Filipe Pereira, Gonçalo Catarino, João Carlos Tavares, Pedro Seabra (3), Bolon Sauané (15), João Clemêncio, José Sá, Luís Sousa (2), João Limas, Pedro Santos (12), Luís Folque (8) e Vasco Quintino (2).

Os Iniciados Masculinos obtiveram hoje uma importante vitória em Sangalhos (50-67) frente ao outro representante aveirense nesta 2ª fase do Campeonato Nacional. Relembre-se que a melhor equipa da ABA na prova terá direito a organizar a fase final em casa e neste momento a vantagem Galinácea sobre o Sangalhos é de 2 vitórias quando faltam apenas 4 jornadas.
No entanto os objectivos da equipa não se esgotam aqui porque até ao final desta fase ainda terá uma palavra a dizer no diz respeito ao apuramento para a fase final nacional. Vamos a isso.

Os Juniores A e os Cadetes Masculinos terminaram hoje a sua participação nos respectivos campeonatos nacionais obtendo prestações claramente distintas.

Os Juniores A com a vitória na última jornada recuperaram o 3º lugar confirmando o bom campeonato realizado. Relembre-se que em grande parte da prova a equipa discutiu o acesso à fase final nacional.

Os Cadetes Masculinos, depois de garantirem o 6º lugar no último fim-de-semana, terminaram com uma derrota frente ao FC Porto em São Romão do Coronado na Trofa por 66-51.

Com a sua classificação já definida no campeonato nacional os Cadetes Masculinos perderam hoje na penúltima jornada por 42-70 frente ao Desportivo de Leça, equipa que necessitava de vencer para se apurar para a fase final nacional.

O Leça mais agressivo e mais forte fisicamente jogou extremamente motivado tendo dominado o jogo desde o inicio, não conseguindo o Galitos contrariar este ascendente.

Também as Seniores Femininas, em Tondela e os Juniores B, em Ílhavo terminaram a sua participação com derrotas no Campeonato Nacional da II Divisão (72-46) e no Torneio Inter-Associações (60-37), respectivamente.

9ª Jornada: Galitos 60 – Lousada 51

Segunda vitória consecutiva

O Galitos obteve a 2ª vitória nesta fase num jogo de fraca qualidade apesar do equilíbrio mas em que prevaleceu o querer e determinação colocada em campo.
Após começo de jogo menos positivo com a nossa equipa a demonstrar grande ansiedade, sofrendo um parcial de (1-8), uma melhoria na escolha das situações de lançamento e na intensidade defensiva possibilitou que no final do 1º período já estivessemos na frente do marcador (15-13).
As duas equipas estiveram muito iguais nos períodos seguintes, com demasiados erros defensivos e ofensivos a serem acumulados. Apesar disso o Galitos conseguiu manter sempre ligeira vantagem no marcador até meio do 4º período.
Com o resultado empatado a 47 pontos a poucos minutos do fim, conseguimos um parcial de 13-0 fruto de uma boa entrega defensiva e correcto aproveitamento de situações de contra-ataque, sentenciando assim o jogo a nosso favor.
Jorge Dias
Parciais: 15-13; 17-14; 09-11; 19-13.
Marcha: 15-13; 32-27; 41-38; 60-51

Galitos: João Silva (25), André Ferreira (16), Luís Seixo (4), Anísio Mané (9) e Ricardo Lopes (6).

8ª Jornada: F.C. Gaia 74 – Galitos 75

Excelente 4º período dá vitória

O Galitos alcançou a 1ª vitória nesta competição num jogo em que foi feliz, mas que aconteceu porque a equipa nunca desistiu de lutar.
Na 1ª parte o Gaia manteve sempre algum ascendente no marcador, reflexo duma maior dinâmica ofensiva e poder físico junto do cesto.
O Galitos esteve muito lento na recuperação defensiva e “mole” na luta dos ressaltos defensivos, permitindo ao Gaia elevada percentagem de lançamento na área próxima do cesto o que se traduziu numa diferença de 16 pontos próximo do final do 2º período.
O 3º período foi diferente com a nossa equipa a melhorar defensiva e ofensivamente e a conseguir equilibrar o jogo. Melhores leituras na transição defesa-ataque face à pressão do adversário nas situações de 2x1, permitiram diversas concretizações de cestos fáceis e ao contrário evitavam que o Gaia colocasse em prática o jogo rápido da 1ªparte.
Ao entrar com 10 pontos de desvantagem no último período a nossa equipa “manteve-se” no jogo e ao acreditar que podia lutar pelo resultado, foi aumentando a agressividade defensiva. Ao garantir os ressaltos defensivos e recuperando algumas bolas na defesa e no ataque melhorando a eficácia de lançamentos curtos, o Galitos conseguiu passar para a frente do marcador já no último minuto do encontro, com o Gaia a desperdiçar a última posse de bola ao suar do apito final.
Jorge Dias
Parciais: 23-15; 21-19; 19-19; 11-22.
Marcha: 23-15; 44-34; 63-53; 74-75.

Galitos: André Ferreira (24), Luís Seixo (2), Anísio Mané (5), João Silva (19), Pedro Santos (6) e Bolon Sauané (19).

TreinadoresGalitos: Quantos anos tens de prática de basquetebol?
João Tavares (Iniciados A): Jogo há 4 anos.

TreinadoresGalitos: Quais as razões que te fizeram começar a jogar basquetebol? E porquê no Clube dos Galitos?
João Tavares: O meu irmão jogava e quis experimentar também, porque acho que é o melhor clube de basquetebol que existe.

TreinadoresGalitos: Consegues conciliar o basquetebol com os estudos?
João Tavares: Sim.

TreinadoresGalitos: De toda a tua experiência no basquetebol e no Galitos, quais os momentos mais marcantes, pela positiva e pela negativa?
João Tavares: Pela positiva foi o apoio dos meus colegas de equipa e não houve nenhum aspecto negativo.

TreinadoresGalitos: Quais os teus objectivos pessoais no basquetebol? E para a tua equipa?
João Tavares: Crescer saudável e com boa forma e ajudar os meus companheiros.

TreinadoresGalitos: Tens algum modelo? Qual o exemplo que gostarias de seguir?
João Tavares: Tenho. E gostaria de seguir o exemplo do Michael Jordan.

TreinadoresGalitos: O que esperas conseguir esta temporada no Galitos?
João Tavares: Espero que consigamos ganhar o campeonato nacional.

TreinadoresGalitos: Como caracterizas o ambiente na tua equipa e no Clube.
João Tavares: É bom.

TreinadoresGalitos: Costumas visitar o Blog Treinadores.Galitos? Qual a tua opinião sobre a sua utilidade.
João Tavares: Costumo. Serve para ver se os jogadores vão sempre aos treinos, aos jogos e se são bons jogadores.

TreinadoresGalitos: Deixa uma mensagem para os colegas da tua equipa.
João Tavares: Os que ainda não responderam à entrevista respondam e espero que façamos algo de bom como ganhar o campeonato nacional.

"Só serás bom, se souberes ver as coisas boas e as virtudes dos outros. Por isso, quando tiveres de corrigir, fá-lo com caridade, no momento oportuno, sem humilhar... e com intenção de aprender e de melhorar tu próprio, naquilo que corriges."
Josemaría Escrivá

6ª Jornada: AD Vagos 55 – Galitos B 57

Galitos termina fase a vencer

Depois da boa exibição frente ao Sangalhos pretendíamos dar continuidade, afastando a série de jogos onde a qualidade ficou aquém do esperado e do trabalhado. Cientes das dificuldades que o Vagos nos iria colocar entramos no jogo concentrados e activos conseguindo terminar o 1º período na frente do marcador.
O Vagos tentava impor um ritmo lento, jogando 5x5 em ½ campo e explorando as suas vantagens e nós conseguimos acelerar o jogo, com transições rápidas criando situações de contra-ataque, partindo da pressão defensiva sobre o portador da bola.
O 2º período foi animado, estivemos sempre na frente, mas com vantagens mínimas, conseguindo atacar a defesa zona adversária com os nossos princípios e movimentações ofensivas muito activas.
Na 2ª parte entrámos bem e apesar de tomarmos boas opções ofensivas a bola teimava em não entrar o que nos criou alguma ansiedade. Passámos a estar menos serenos e a procurar somente soluções de lançamento exterior, sem sucesso. Aumentando a intensidade defensiva criámos situações de contra-ataque que nos permitiram desgastar o adversário que cada vez tinha mais dificuldade em impor as suas soluções.
O 4º período foi menos conseguido pelas duas equipas, mais nervosismo traduzido em lançamentos precipitados e perdas de bola. No final, a nossa maior serenidade e mais soluções permitiram controlar o jogo.
A equipa teve bons momentos, quer no ataque, quer na defesa, conseguindo deixar para trás jogos menos conseguidos, onde estivemos mais presos no ataque e muito passivos na defesa. Conseguimos ter um contributo muito positivo e equilibrado de todos os jogadores.
Avançamos agora para o último mês de competição onde pretendemos manter o que conseguimos alcançar nesta recta final.
Bom trabalho.
Luís Araújo
Parciais: 14-11; 15-19; 12-13; 14-14
Marcha: 14-11; 29-30; 41-43; 55-57

Galitos
: Pedro Seabra (10), Gonçalo Catarino (4), Luís Vieira (2), Pedro Godinho (12), Miguel Carvalho (2), João Lemos (2), Alexandre Oliveira (5), João Tavares (11), Miguel Ferreira (2) e João Azoía (6).

5ª Jornada: Ginásio Fig. 62 – Galitos 59

Galitos deixa “fugir o pássaro depois de o ter na mão” .

Após o jogo com o FC Porto tínhamos como desafio ser capazes de levantar a cabeça de forma a jogar fora contra outra equipa já campeã, neste caso da AB de Coimbra. A tarefa não era nada fácil mas a equipa teve uma atitude fantástica.
O jogo começou com algum ascendente do Ginásio mas nunca se distanciando de forma significativa no marcador, principalmente fruto da nossa boa defesa aos movimentos ofensivos adversários que são um pouco previsíveis.
O 2º período correu-nos de feição, aproveitando bem os erros ofensivos do Ginásio o que nos permitiu concretizar diversos contra ataques.
A 2ª parte foi equilibrada como se pode verificar na marcha do 3º período 40-40, embora o Galitos já no último período tivesse ganho uma vantagem de 6 pontos.
Alguns erros infantis consecutivos permitiram ao ginásio passar para a frente e gerir a posse de bola com inteligência de forma a sair vencedor deste encontro.
Pelo que se passou no jogo o Galitos teria sido um justo vencedor. Resta-nos a vitória moral que nos pode balançar para o início da 2ª volta.
Ricardo Brito
Parciais: 11-14; 18-13; 11-13; 19-22;
Marcha: 11-14; 29-27; 40-40; 62-59.

Galitos: Luís Pina (2), Reynaldo Morales, Hugo Verde (3), Henrique Romão, João Tavares (2), João Padilha (15), Dikilson Neto (7), Jorge Anjos, Francisco Cacho (2) e Bruno Fartura (28).

4ª Jornada: Galitos 58 – FC Porto 73

Galitos perde 1º jogo em casa

Na passada sexta-feira a equipa do Galitos recebeu e perdeu justamente contra um adversário forte, um candidato ao título.
O jogo iniciou-se com uma clara supremacia Portista que apenas no 2º período foi contrariada, uma vez que conseguimos corrigir, tanto nos aspectos defensivos, principalmente ao nível recuperação defensiva, como nos aspectos ofensivos, utilizando mais vezes a rápida mudança do lado da bola com posterior penetração para o cesto, o que nos permitiu criar situações de cesto fácil.
Ao intervalo a diferença de 9 pontos perspectivava uma boa 2ª parte.
No 3º período o FC Porto entrou a todo gás colocando novamente a diferença nos 19 pontos e apenas no final do 4º período o Galitos reagiu encurtando a diferença para 15 pontos.
Foi um excelente jogo de basquetebol onde a equipa do Galitos foi impotente contra o maior poderio físico do adversário.
Ricardo Brito
Parciais: 11-26; 20-15; 10-19; 17-13
Marcha: 11-26; 31-41; 41-60; 58-73

Galitos: Luís Pina (5), Reynaldo Morales (2), Hugo Verde (2), Henrique Romão (10) , João Tavares, João Padilha (6), Dikilson Neto (10), Jorge Anjos, Hugo Rangel, Pedro Mealha (2), Francisco Cacho e Bruno Fartura (21).

12ª Jornada: Ginásio Fig. 48 – Galitos 80

Vitória na Figueira com boa 1ª parte


O Galitos venceu o Ginásio na Figueira de forma clara após excelente 1º parte.
Uma entrada decidida do Galitos permitiu vencer este jogo. Com uma defesa agressiva e rápidas saídas em contra-ataque conseguimos conquistar uma vantagem de 10 pontos no 1º período. Com esta boa entrada a confiança da equipa aumentou e no 2º parcial o jogo só teve um sentido. Ao intervalo a vitória estava assegurada.
Na 2º parte a equipa relaxou, não mantendo a atitude e a concentração com que encarou a 1ª parte. O nosso adversário tentou contrariar o nosso jogo, melhorando a intensidade e alternando a sua defesa. Desta forma não conseguimos manter os níveis de jogo da 1ª metade permitindo que o Ginásio equilibrasse a 2ª parte.
Temos de ser mais ambiciosos e procurar sempre o melhor resultado possível, tanto nas vitórias, como nas derrotas. Não podemos ficar satisfeitos apenas com um bom desempenho em metade do encontro.
João Cura
Parciais: 11-21; 06-24; 11-14; 20-21
Marcha: 11-21; 17-45; 28-59; 48-80

Galitos: Filipe Pereira, Bolon Sauané (14), Pedro Seabra (9), João Clemêncio (4), José Sá (11), Luís Sousa (2), João Limas (4), Pedro Santos (21), Luís Folque (4) e Vasco Quintino (11).

Campeonatos Nacionais

Em dupla viagem à Figueira da Foz este domingo de tarde para defrontar o Ginásio Figueirense, o Galitos obtêm resultados diferentes, em cadetes e em iniciados.

Depois da vitória obtida na sexta, os cadetes voltam a vencer de forma clara, desta vez fora, o seu adversário. Com este resultado, 48-80, o Galitos garante definitivamente o 6º lugar, assegurando assim as 3 vagas ara a Associação de Aveiro para o campeonato nacional do próximo ano.
Uma 1º parte de bom nível permitiu averbar uma vitória folgada. Ao intervalo com o resultado de 17-45 o jogo estava praticamente decidido.

Os iniciados não tiveram a mesma sorte em jogo extremamente equilibrado acabando por perder por apenas 3 pontos de diferença (62-59).
Depois de chegar ao intervalo a vencer por 27-29 e de conseguir uma vantagem de 6 pontos já no 4º período a equipa acabaria por sair derrotada.


Resultados da Semana

Torneios Inter-Associações

A jovem equipa das iniciadas obteve um excelente resultado frente à equipa b do Sporting Figueirense, ao vencer por 56-28.

Os juniores B voltaram a vencer, desta vez em casa, a equipa de Lousada por 60-51.


13ª Jornada: Vasco Gama 75 – Galitos 50

Noite não

Como o resultado mostra, não há muito a contar sobre a história do jogo. Começámos mal e acabámos mal. Apenas no 3º período fomos uma equipa ligeiramente parecida com aquilo que fizemos nos restantes 29 jogos da época. Não fomos iguais a nós próprios. Ficámos a dever a nós próprios na última jornada, uma exibição que nos permita de alguma forma esquecer este resultado.
Realizámos uma 1ª parte fraquíssima. 14 Perdas de bola e apenas 17 pontos marcados, são a imagem do que (não) fizemos nos 2 primeiros períodos de jogo. O Vasco da Gama aproveitou e fomos para o intervalo a perder por 18 pontos de diferença.
Restava-nos, na 2ª parte, independentemente do resultado, mostrar outra imagem. Conseguimos um razoável 3º período, onde encurtámos em 5 pontos a diferença pontual. Quando pensávamos em recuperar ainda mais, voltámos a fazer um péssimo período, onde nos limitámos a ver o adversário avolumar o resultado.
Foi um jogo, não para esquecer, mas para recordar e com ele aprendermos para não repetirmos no futuro. A época como é óbvio não se resume a um jogo. No entanto, não nos podemos esquecer que este foi o nosso pior resultado do ano…
Temos um último jogo que iremos tentar ganhar, para podermos aspirar à 3ª posição.
João Neto
Parciais: 18-10; 17-07; 16-21; 24-12
Marcha: 18-10; 35-17; 51-38; 75-50

Galitos: Diogo Peralta, Gonçalo Pereira (4), João Silva (9), Luís Oliveira (6), Nuno Gonçalves (2), Ricardo Leite (5), Hugo Carvalho (6), Rui Oliveira (5), Carlos Resende (13) e Hugo Soares.

;;
Galitos Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura