P A T R O C I N A D O R E S

I Torneio Cidade de Guimarães


Neste fim-de-semana da interrupção competitiva do Natal participámos no Torneio organizado pelo Vitória Sport Clube de Guimarães, juntamente com o António Aroso e o Desportivo da Póvoa, ambos da Associação de Basquetebol do Porto.
Este torneio surgiu numa boa altura para não quebrarmos o ritmo competitivo e entrarmos bem no decisivo mês de Janeiro onde iremos ter importantes jogos antes da fase final.
No 1º dia de competição realizámos dois jogos e no segundo jogámos com a terceira equipa.


1ª Jornada: António Aroso 52 – Galitos 71

Boa entrada no torneio permite 1ª vitória

Começámos com o António Aroso, a equipa com menos argumentos das 4 intervenientes. Sem jogarmos muito bem fizemos um jogo interessante com uma boa postura defensiva, pressionando bem em todo o campo. Este trabalho defensivo permitiu-nos criar bastantes situações de vantagem numérica e situações de finalização fáceis, nem sempre bem aproveitadas o que não nos permitiu criar uma vantagem confortável, apesar de termos estado a ganhar perto do final do 1º período por 21-8. Assim ao intervalo vencíamos por apenas 8 pontos de diferença (32-24).
Apesar de não termos entrado muito bem no 3º período, um parcial de 11-0 na parte final do parcial fez com que resolvêssemos logo aí o jogo para no último período mantermos a mesma postura apesar de a diferença não se ter alterado significativamente, conquistando assim uma vitória por quase 20 pontos de diferença.

Parciais: 16-22; 08-10; 07-15; 21-24
Marcha: 16-22; 24-32; 31-47; 52-71

Galitos: Filipe Pereira (2), Francisco Gonzalez (2), Pedro Seabra (5), João Ferreira, João Clemêncio (5), Pedro Godinho (4), José Sá (15), Luís Sousa (6), João Limas (2), Pedro Santos (23), Luís Folque (8) e João Lemos.


2ª Jornada: Vitória de Guimarães 54 – Galitos 85

Depois do aquecimento do jogo da manhã, bom jogo contra a equipa da casa
Depois do jogo realizado de manhã a equipa cresceu ainda mais, entrando a todo gás. A defesa foi ainda mais forte, com grande agressividade o que permitiu criar várias situações de vantagem sendo desta vez melhor aproveitadas. No final do 1º período já vencíamos por 31-15.
No 2º período mantivemos a intensidade no jogo mas a equipa adversária conseguiu equilibrar o parcial.
Neste jogo, contrariamente ao que tem acontecido noutras situações mantivemos a concentração e intensidade ao longo dos 40 minutos o que nos permitiu ir aumentando sucessivamente a nossa vantagem no marcador que chegou a ser de 36 pontos, já perto do final do encontro.
Parabéns pela vitória e acima de tudo pela postura.

Parciais: 15-31; 17-18; 10-16; 12-20
Marcha: 15-31; 32-49; 42-65; 54-85

Galitos: Filipe Pereira (3), Francisco Gonzalez (8), Pedro Seabra (7), João Ferreira (4), João Clemêncio (4), Pedro Godinho (2), José Sá (15), Luís Sousa (12), João Limas (6), Pedro Santos (16), Luís Folque (5) e João Lemos (3).


3ª Jornada: Desportivo da Povoa 92 – Galitos 79

Vantagem física do adversário fez a diferença
No segundo dia do Torneio jogámos o encontro decisivo para atribuição do 1º lugar. Tivemos como adversário o Desportivo da Póvoa, uma equipa que se apresentou mais forte fisicamente que a nossa face às ausências de alguns dos nossos jogadores, a participarem nos trabalhos das selecções.
Este aspecto veio a revelar-se decisivo em todo jogo.
Entramos no encontro com a mesma determinação e intensidade dos 2 anteriores, defendo com agressividade e em todo o campo. O Desportivo da Povoa sob tirar partido da sua maior estatura e desde cedo liderou o marcador chegando a 12 pontos de diferença a meio do 1º parcial. O Galitos reagiu no final do 1º período e no início do 2º passámos mesmo para frente, mas apenas por um ponto.
O adversário recupera a liderança e vai gerindo sempre a vantagem saindo bem da nossa pressão defensiva. Neste jogo tivemos muitos problemas de faltas chegando ao intervalo com 2 jogadores com 4 faltas cada de um total de 18 da equipa.
Ao intervalo perdíamos por 45-37 e andámos todo o jogo a tentar recuperar da desvantagem no marcador. O melhor que conseguimos foi chegar a apenas 4 pontos de diferença no início do 4º período mas o desgaste acumulado pela pressão defensiva, pela luta desigual no ressalto face à nossa desvantagem de estatura e ao elevado número de faltas que foram assinalados à nossa equipa (33 faltas no total e 4 jogadores excluídos com 5 faltas) não nos voltaram a permitir passar para a frente.
Apesar da derrota todos os jogadores estão de parabéns pelo torneio realizado, tanto pela boa atitude colocada em campo, como por todo o seu comportamento ao longo destes dois dias.
João Cura
Parciais: 26-19; 19-18; 19-21; 28-21
Marcha: 26-19; 45-37; 64-58; 92-79

Galitos: Filipe Pereira (3), Francisco Gonzalez (5), Pedro Seabra, João Ferreira, João Clemêncio (6), Pedro Godinho, José Sá (18), Luís Sousa (13), João Limas (4), Pedro Santos (7), Luís Folque (20) e João Lemos.

11ª Jornada: Galitos 84 – CENAP 73

Galitos fecha 1ª volta com mais uma vitória

No último jogo da 1ª volta, defrontámos e vencemos a motivada equipa do CENAP, que vinha de 3 vitórias consecutivas. Sem fazermos um jogo brilhante, mérito do adversário, vencemos e fechamos assim a 1ª metade do campeonato, isolados no 2º lugar. Como temos dito, procuramos discutir e vencer todos os jogos, para no fim alcançarmos a melhor classificação possível.
Após um 1º período razoável em termos defensivos, permitimos nos 10m seguintes muitos pontos ao adversário. Tivemos momentos de grande desconcentração defensiva, apesar de estarmos eficazes no ataque. Ao intervalo, com 14 pontos de diferença no marcador (45-31), sabíamos que ainda teríamos muito que fazer para vencer o jogo.
Apesar de não entramos bem na 2ª parte, soubemos rapidamente aumentar e melhorar a nossa intensidade defensiva. Concretizámos assim várias situações de contra ataque em superioridade numérica. O resultado avolumava-se para uma diferença de 30 pontos (68-38). No entanto a partir deste momento, deixámos de trabalhar em equipa. De tal facto se aproveitou e bem o adversário para ir reduzindo a diferença pontual até ao fim do jogo. Soubemos conquistar merecidamente mais uma vitória, mas tivemos uma exibição muito irregular. Podemos e sabemos fazer mais e melhor.
A nossa equipa está de parabéns pela 1ª volta realizada. Vamos continuar a treinar e a lutar para conseguirmos fazer ainda uma melhor 2ª volta.
João Neto
Parciais: 20-07; 25-24; 23-11; 16-31
Marcha: 20-07; 45-31; 68-42; 84-73

Galitos
: Pedro Oliveira (17), Nuno Gonçalves (2), José Silva, Pedro Pereira (8), João Machado, André Patarrana (10), António Gaioso (14), João Balseiro (22), Luís Oliveira (2), Freddy Pereira (3), Carlos Resende (2) e Hugo Carvalho (4).

13ª Jornada: Galitos 91 – Gafanha 45

Boa reacção

Depois da 1ª derrota soubemos reagir positivamente e vencer a aguerrida equipa do Gafanha, que sempre nos cria imensos problemas. Fizemos um jogo com boa atitude, em que o avolumar do resultado foi consequência natural da nossa seriedade posta em campo.
Consolidámos assim o nosso 1º lugar na 1ª fase deste campeonato. Estamos assim apurados automaticamente para o Campeonato Nacional. Paralelamente, ganhámos o direito a disputar a Fase Final Regional no nosso pavilhão, algo que é sempre mais confortável para qualquer equipa.
Em relação ao jogo, o equilíbrio que ainda foi existindo no 1º período, foi-se diluindo com o passar do tempo. Cimentámos mais uma vitória através da nossa maior intensidade e profundidade como equipa. Voltámos a não sofrer mais de 50 pontos, facto que é sempre de assinalar e resume a atitude posta em campo pela nossa equipa. Parabéns.
João Neto
Parciais: 25-14; 23-08; 23-13; 30-10
Marcha: 25-14; 48-22; 61-35; 91-45

Galitos
: Diogo Peralta (8), Gonçalo Pereira (4), Élio Maia (7), Nuno Gonçalves (12), Ricardo Leite (2), António Gaioso (22), Hugo Carvalho (17), Rui Oliveira (2), Rui Puga, Carlos Resende (13) e Hugo Soares (4).


Jogadores do Ano
e

Atletas Modelo

dos últimos 3 anos
- 2005/06, 2006/07 e 2007/08.


  • Pode ser consultada a listagem de todos os atletas que venceram o prémio de Jogador do Ano
  • E a listagem de todos os jogadores que receberam o Diploma de Atletas Modelo


Palmarés


Pode ser consultado todo o palmarés do Basquetebol do Clube dos Galitos.
  • Os Títulos e os Vice-Campeonatos Nacionais conquistados, identificando a Época Desportiva e o Escalão Etário
  • Os 65 Títulos de Campeão Regional em cada Época Desportiva e o respectivo Escalão Etário.

6ª Jornada: Galitos 67 – Sangalhos 66

Impróprio para Cardíacos…parte 2!

No início do jogo começamos por ganhar alguma vantagem (7-2), ascendente este que se foi perdendo ao longo do 1º período, novamente por falta de concentração e de recuperação defensiva (18-16).
Entrámos no 2º período com uma desvantagem de apenas de dois pontos, no entanto conseguimos ir para intervalo a vencer pela mesma diferença, não nos conseguindo distanciar devido a um jogo pouco consistente, alternado períodos, defensivamente e ofensivamente, fortes, com outros menos fortes.
Na 2ª parte a defesa melhorou mas não marcávamos pontos e o Sangalhos acabou por passar novamente para a frente.
Acordamos novamente, ficando com uma vantagem de 1 ponto no fim do 3º período. Com uma grande rotatividade da equipa, tentamos que todas dessem o litro dentro de campo, incluindo as mais novas (iniciadas) que estiveram muito bem.
No 4º período conseguimos uma vantagem de 6 pontos quando faltavam apenas 2 minutos para o final do jogo, mas pensamos que já estava ganho, começando a atacar o cesto ao fim de 5 / 10 segundos, a não recuperar defensivamente e com um desconto de tempo pedido na mesa mas sem paragens no jogo o Sangalhos não perdoou encostando no marcador.
Quando faltavam 6 segundos para terminar e ganhávamos apenas por 2 pontos, fizemos uma falta desnecessária que deram 2 lances livres. A jogadora do Sangalhos marcou o primeiro lance livre, falhou o segundo e nós ainda demos o ressalto para uma segunda oportunidade que voltaram a falhar e ganhamos assim por 1 ponto.
Temos de estar concentradas até ao apito final para não passarmos por tantas dificuldades sem necessidade. Ficam aqui os parabéns a todas as atletas, pois estiveram muito bem.
Andreia Migueis
Parciais: 16-18; 14-10; 16-17; 11-11
Marcha: 16-18; 30-28; 46-45; 67-66

Galitos: Catarina Pereira (1), Joana Carvalho, Renata (22), Diana Marques (13), Inês Araújo (2), Beatriz Beer (12), Inês Vieira (4), Jéssica Miranda, Maria Inês Ferreira (7) e Lia Delgado (9).

5ª Jornada: Galitos 50 – Colégio de Calvão 63

Entrada no jogo foi determinante para o desfecho final
Depois de um jogo bastante atribulado na casa do adversário, a equipa galinácea recebeu o Colégio de Calvão e mostrou em casa que jogamos bem mais do que foi possível fazer no jogo da 1ª volta.
Começámos bem, faltando apenas um pouco mais de concentração na recuperação defensiva, o que já não era um problema para nós, mas voltou a sê-lo neste jogo. No final do 1º período perdíamos por 12-19.
Melhoramos na recuperação defensiva obtendo nos restantes parciais resultados bastante mais equilibrados, não deixando o adversário fugir no resultado. A desvantagem verificada no final do 1º parcial veio a revelar-se decisiva. Mais uma vez andámos atrás do prejuízo, não conseguindo passar para a frente do marcador.
Andreia Migueis
Parciais: 12-19; 14-14; 13-16; 11-13
Marcha: 12-19; 26-33; 39-49; 50-63

Galitos: Mariana Oliveira (2), Joana Carvalho, Renata (17), Diana Marques (3), Joana Tavares, Beatriz Beer (10), Inês Vieira, Jéssica Miranda, Maria Inês Ferreira e Lia Delgado (18).

10ª Jornada: Oliveirense 41 – Galitos 91

Grande 1ª parte permite vitória folgada e apuramento para a fase final

Depois do jogo menos conseguido na véspera entramos em campo decidimos a mostrar o que valemos como equipa e o resultado não podia ser mais ilustrativo. No final do 1º período vencíamos já por 32-7 e ao intervalo o resultado apresentava uns claros 53-20.
Para este resultado muito contribuiu a nossa agressividade defensiva colocada no campo todo e os rápidos contra-ataques realizados concretizados.
Após a boa 1ª parte realizada tínhamos como desafio manter a mesma intensidade e concentração até final do jogo o que viríamos a conseguir apenas no 3º período onde voltamos a fazer um bom parcial (24-9).
No 4º período, apesar de também o vencermos não o fizemos com o mesmo nível de jogo, falhando muitos passes e lançamentos fáceis.
Estivemos muito bem durante 30 minutos não o conseguindo fazer em todo o jogo. Foi bastante melhor do que noutras situações mas temos de procurar fazer mais vezes e durante todo o encontro.
Temos tido um bom desempenho até este momento entrando agora na interrupção natalícia para enfrentarmos o decisivo mês de Janeiro e chegarmos à fase final nas melhores condições. Parabéns e vamos continuar a trabalhar.
João Cura
Parciais: 07-32; 13-21; 09-24; 12-14
Marcha: 07-32; 20-53; 29-77; 41-91

Galitos: Filipe Pereira, Francisco Gonzalez (4), Marcelo Martins (10), Bolon Sauné (7), Matthew Moreira (22), João Clemêncio (11), José Sá (11), Luís Sousa (6), Pedro Santos (12) e Luís Folque (8).

9ª Jornada: Brandoense 58 – Galitos 64

Vencer sem jogar bem

Após o último fim-de-semana com jornada dupla o Galitos tinha mais dois jogos neste e logo ambos fora. No sábado em Paços de Brandão vencemos apenas por 6 pontos e não estivemos nada bem. Muito desconcentrados e pouco intensos no jogo permitimos que o Brandoense estivesse sempre no jogo liderando inclusivamente o marcador durante o 2º e 3º período.
O jogo teve muitas faltas de ambas as equipas, quase 50 e muitos lances livres, perto de 70, não permitindo que o jogo fosse muito rápido. O Galitos nunca este ao seu nível, pouco intenso na defesa e fazendo as transições defesa ataque de forma lenta e jogando de forma pouco colectiva. Na 1º parte apenas conseguimos fazer 25 pontos o que é manifestamente pouco para a nossa equipa
No 3º período a vantagem da equipa da casa chegou a ser de 7 pontos, soando aqui o sinal de alarme que nos levou a jogarmos de forma mais intensa. Aumentámos a agressividade defensiva e o ritmo de jogo passando para a frente do marcador já no 4º período onde fizemos um parcial de 22-13.
Vencemos mais um jogo que se tornou bastante complicado muito por nossa responsabilidade. Temos de ser mais intensos e consistentes em todo o jogo.
A equipa deseja um rápido restabelecimento ao Vasco para que regresse depressa.
João Cura
Parciais: 16-18; 12-07; 17-17; 13-22
Marcha: 16-18; 28-25; 45-42; 58-64

Galitos: Filipe Pereira, Francisco Vieira, Francisco Gonzalez, Marcelo Martins (6), Bolon Sauné (18), Matthew Moreira (12), João Clemêncio (6), José Sá (6), Luís Sousa (4), Pedro Santos (2) e Luís Folque (10).

Final: Ginásio Figueirense 36 – Galitos 19

Na final voltamos a encontrar a equipa do Ginásio.
Inexplicavelmente entrámos muito ansiosos para este jogo, talvez ainda marcados pelo jogo do dia anterior.
O Ginásio jogou de forma complemente diferente do dia anterior, menos agressiva na defesa, recuperando várias bolas de forma legal e em termos ofensivos voltou a revelar uma maturidade muito maior do que o Galitos.
A 1ª parte ainda teve algum equilíbrio. Ao intervalo perdíamos por apenas 4 pontos.
Esperava-se uma reacção da nossa na 2ª parte que não aconteceu vencendo justamente o Ginásio por 17 pontos.
Parabéns aos vencedores e a nós resta-nos tirar algumas lições deste torneio para o futuro.
A equipa de Iniciados do Galitos deseja a todos, em especial a família Galinácea um FELIZ NATAL e um PRÓSPERO ANO NOVO.
Ricardo Brito
Parciais: 06-01; 08-09; 15-08; 07-01
Marcha: 06-01; 14-10; 29-18; 36-19.

Galitos: Luís Pina (2), Reynaldo, Hugo Verde, Henrique Romão, João Tavares, João Padilha (1), Dikilson (7), Jorge Anjos, João Daniel, Hugo Rangel, Francisco Cacho e Bruno Fartura (9).

2ª Jornada: Ginásio Figueirense 41 – Galitos 20

Na 2º jornada deste grupo realizamos um jogo algo incaracterístico, jogado por vezes com excesso de agressividade com grande prejuízo na qualidade de jogo praticado.
O Ginásio (campeão da Associação de Coimbra) revelou neste jogo uma organização acima do que normalmente esperamos neste escalão e na 1ª parte fomos incapazes de contrariar o seu poderio físico, grande agressividade e organização ofensiva.
Na 2ª parte o Galitos tentou contrariar a equipa adversária impondo mais agressividade no seu jogo, conseguindo ganhar o 3º período (5-0).
No último parcial o Ginásio, com uma defesa muito fechada nas áreas próximas do cesto, obrigou-nos a lançar mais vezes de fora onde não fomos eficazes sendo aproveitado pela equipa adversária para, em contra ataque, ganhar o jogo por 21 pontos.
Temos de levantar a cabeça e saber lidar com estas contrariedades pois podem voltar a acontecer na próxima competição.
Ricardo Brito
Parciais: 18-04; 10-08; 00-05; 13-01
Marcha: 18-04; 28-12; 28-17; 41-20.

Galitos: Reynaldo, Hugo Verde, Henrique Romão, João Tavares, João Padilha (7), Dikilson (2), Jorge Anjos, João Daniel, Hugo Rangel, João Simões, Francisco Cacho (2) e Bruno Fartura (9).

1ª Jornada: Seis Nadal 40 – Galitos 60

O Galitos participou este fim-de-semana de interrupção competitiva no torneio de Natal de Sub-14 organizado pelo G.D. da Gafanha.
O Torneio iniciou com o Galitos a defrontar a equipa Espanhola (Vigo) do Seis Nadal.
O jogo começou com algum ascendente por parte da equipa Galinácea, chegando ao fim do 1 período a ganhar por 4 pontos.
O 2º período as equipas equilibraram-se e ao intervalo vencíamos apenas por 6 pontos.
Dominámos claramente a 2ª parte embora a equipa espanhola tenha valor para equilibrar o jogo. Vencemos por 20 pontos de diferença.
Ricardo Brito
Parciais: 13-17; 10-12; 11-16; 06-15
Marcha: 13-17; 23-29; 34-45; 40-60.

Galitos: Luís Pina (12), Reynaldo, Hugo Verde (7), Henrique Romão, João Tavares, João Padilha (17), Dikilson (3), Jorge Anjos, João Daniel, Hugo Rangel (2), Francisco Cacho (5) e Bruno Fartura (14).

12ª Jornada: Sangalhos 62 – Galitos 60

1ª Derrota. 3º Período desastroso

Foi com naturalidade que chegou a 1ª derrota. O adversário soube e quis ganhar o jogo. Foi superior e ganhou justamente.
Sabíamos das dificuldades que iríamos encontrar. Apesar de não estarmos muito bem no ataque, fomos conseguindo estar na frente do marcador ao longo dos 2 períodos iniciais. No entanto, quando terminamos a 1ª parte, a sofrer um parcial de 0-5, vimos o adversário reduzir a diferença para 7 pontos (33-26). Tal facto veio a ser determinante para o resto do jogo. Temos que aprender a não sofrer pontos na buzina.
O 3º período, foi decisivo para o resto do jogo. Estivemos mal na defesa e vimos o Sangalhos galvanizar-se e passar para a frente do marcador. O resultado deste período (10-24), tudo diz e explica. No entanto mesmo em desvantagem permanentemente no marcador ao longo do 4º período nunca desistimos e mesmo sem sermos brilhantes conseguimos recuperar de uma desvantagem de 9 pontos (43-52) e assim discutir o jogo até às ultimas 2 posses de bola.
Falhámos com o jogo empatado e o Sangalhos teve o mérito de marcar quase no final do jogo os 2 pontos da vitória. Parabéns a quem justamente venceu.
Nós temos feito um excelente campeonato e vamos a continuar a treinar com todo o empenho.
João Neto
Parciais: 15-20; 11-13; 24-10; 12-17
Marcha: 15-20; 26-33; 50-43; 62-60

Galitos: Diogo Peralta (2), Gonçalo Pereira (8), João Silva (5), Élio Maia (1), Nuno Gonçalves (7), Ricardo Leite, António Gaioso (19), Hugo Carvalho, Rui Oliveira, Rui Puga (9), Carlos Resende (9) e Hugo Soares.



11ª Jornada: Anadia 72 – Galitos 75

Bom 4º período permite alcançar vitória

O Galitos deslocou-se a Anadia após a derrota da semana anterior com o Illiabum, onde apresentámos inúmeras lacunas na nossa organização ofensiva e defensiva.
De inicio o jogo foi pautado por contínuas alternâncias no marcador. Se no aspecto ofensivo conseguíamos, sobretudo por acções individuais de penetração, concretizar pontos, na defesa mostrávamos a nossa fragilidade no ressalto defensivo.
A história no 2º período foi diferente, pois a nossa equipa relaxou e desconcentrou-se de tal forma que o Anadia aproveitou para facilmente concretizar pontos (27 neste período). A nossa atitude, totalmente passiva, permitiu ao adversário utilizar o lançamento exterior (3 triplos) e o lançamento em áreas próximas do cesto como quis e assim terminar com vantagem de 13 pontos (31-44).
No intervalo realizamos forte abordagem aos erros cometidos com objectivo de recomeçarmos o jogo de forma positiva e aproximarmo-nos no marcador, o que não foi conseguido. O 3º período foi de equilíbrio (22-21) e atingimos o final praticamente com o mesmo diferencial negativo (53-62).
A equipa entrou no último período transfigurada. A defender com grande pressão no jogador com bola e com as ajudas a aparecerem no momento certo, obrigámos o Anadia a cometer erros sucessivos, maus passes e a lançamentos com forte oposição o que nos permitiu obter um parcial de (16-3) e passar para a frente no marcador (69-68). Os minutos finais foram jogados com grande ansiedade mas conseguimos terminar com uma vitória que já não obtínhamos há algum tempo.
Em conclusão a equipa mostrou que pode realizar trabalho positivo quando coloca em campo atitude, determinação e espírito colectivo. A partir de agora o objectivo passa por continuar a trabalhar durante a semana de forma a conseguir realizar em campo durante mais tempo de jogo tudo o que fizemos de positivo no último período e com o desempenho de todos.
Jorge Dias
Parciais: 17-18; 27-13; 21-22; 07-22.
Marcha: 17-18; 44-31; 65-53; 72-75.

Galitos: André Santos (19), João Almeida (1), João Silva (15), Ricardo Mota (24), André Ferreira (4), Luís Seixo, Simão Ratola (8), Gustavo Sardo (2) e Anísio Mané (2).

Iniciámos a 2ª fase a jogar com outro 1º classificado da fase anterior e logo fora, por isso foi com alguma apreensão que se encarou o jogo. Essa atitude fez com que esse jogo tivesse sido o mais difícil desta fase pois só passámos definitivamente para a frente do marcador no fim do 3º período. Acabámos por ganhar por 12 pontos de diferença a outro candidato ao 1º lugar deste grupo.
Depois deste jogo a equipa com muito empenho no trabalho ao longo da semana e encarando os jogos mais descontraídos, mas de uma forma sempre séria, obteve vitorias contundentes perante adversários fortes que sempre lutaram até ao fim dignificando os nosso resultados desta 2ª fase.
No último jogo desta fase, recebemos a Sanjoanense, actual detentora dos títulos regional e nacional, que não foi capaz de travar a motivada equipa do Galitos.
Terminamos esta fase invicta, obtendo o apuramento para o Campeonato Nacional, esperando manter o bom trabalho e as boas exibições nesta competição.
Ricardo Brito

10ª Jornada: Gafanha 48 – Galitos 84

Ganhar naturalmente

Depois de uma vitória só outra interessava. Conseguimos vencer um aguerrido Gafanha que nos colocou imensos problemas na parte inicial do encontro. No entanto, através de uma maior intensidade e qualidade de jogo, conseguimos resolver todas as dificuldades que o adversário nos tentou causar.
Dedicamos esta vitória a todos os nossos adeptos e amigos que fizeram questão de marcar presença em mais esta jornada. Muito sentimos e apreciamos o vosso apoio. Vamos continuar como sempre, a tentar fazer o máximo em prol do nosso clube.
Destaque para todos os 12 jogadores que contribuíram com pontos para este triunfo. Parabéns por mais uma merecida e justa vitória.
João Neto
Parciais: 17-21; 13-21; 02-20; 16-22
Marcha: 17-21; 30-42; 32-62; 48-84

Galitos: Pedro Oliveira (2), Luís Oliveira (4), Pedro Pereira (7), João Machado (7), André Patarrana (7), António Gaioso (20), Jaime Neves (2), Freddy Pereira (6), Carlos Resende (6), Henrique Silva (17), João Balseiro (4) e José Silva (2).

6ª Jornada: Galitos 74 – Sanjoanense 37

Galitos termina 2ª fase invicto

Este domingo de manhã jogou-se no pavilhão do Galitos a ultima jornada da 2ª fase. O Galitos recebeu a Sanjoanense actual detentora do título regional e nacional da categoria e venceu de forma categórica.
Após a obtenção do 1º lugar no grupo e respectivo apuramento para o nacional o Galitos terminou da melhor forma realizando uma excelente exibição, aliás poderá dizer-se que terminou em “Grande”.
O encontro iniciou-se com os jogadores a interpretarem bem o que tinha sido pedido, assentando o seu jogo numa defesa agressiva e sendo muito colectivo no ataque, por vezes exageradamente colectivo, permitindo desde cedo ganhar uma vantagem de 10 pontos que poderia ser maior não fosse esse exagerar de colectivismo.
No 2º período o Galitos começou forte, fazendo um parcial esmagador de 16-2, marcando o jogo definitivamente.
A 2ª parte a toada continuou igual permitindo que todos os jogadores participassem bastante no jogo e dando um contributo positivo.
Não queria deixar ao terminar esta fase de dar mais uma vez os parabéns aos atletas do Galitos que tem trabalhado afincadamente para atingir os seus objectivos.
Uma ultima palavra de agradecimento aos pais que tem apoiado de forma incondicional nos jogos e aos seccionistas.
Parabéns e ao trabalho!..
Ricardo Brito
Parciais: 15-05; 28-10; 17-10; 14-12
Marcha: 15-05; 43-15; 60-25; 74-37

Galitos: Luís Pina (8), Reynaldo (2), Hugo Verde (2), Henrique Romão (4), João Tavares, João Padilha (15), Dikilson Neto (21), Jorge Anjos (2), Francisco Cacho (3) e Bruno Fartura (17).



Entrega de Prémios da temporada 2007-08

A entrega dos prémios aos atletas que mais se destacaram na temporada passada foi feita no lançamento do livro - Relatos dos Treinadores, no passado Sábado no Auditório da Escola Profissional de Aveiro.


Jogadores do Ano
É distinguido um atleta por equipa. Para a obtenção deste prémio é ponderada a Assiduidade aos Treinos, as Convocatórias para os Jogos oficiais, a Média de Pontos Marcados por Jogo e a Percentagem de Lances Livres.

Jogadores distinguidos em cada equipa:

Iniciados B - Rodolfo Santos
Iniciados A - Pedro Seabra
Cadetes B - José Sá
Cadetes A - Matthew Moreira
Juniores B - Élio Maia
Juniores A - António Gaioso


Diplomas Atleta Modelo
É atribuído este Diploma a todos os atletas que registaram 80% de Presenças a todas as actividades da sua equipa entre Treinos e Jogos e ao mesmo tempo obtiveram Aproveitamento Escolar.

Jogadores que receberam o Diploma
:

Iniciados B
Francisco Antunes
Francisco Cacho
Henrique Romão
Hugo Verde
João Frade
Jorge Paula
Luís Pina
Rodolfo Santos
Tiago Monteiro

Iniciados A
Alexandre Oliveira
Bruno Fartura
Gonçalo Catarino
João Lemos
João Padilha
João Tavares
José Gonçalves
Miguel Carvalho
Pedro Santos
Pedro Seabra

Cadetes B
Francisco Gonzalez
João Clemencio
João Limas
José Sá
Luís Filipe Pereira
Luís Sousa

Cadetes A
André Ferreira
Gustavo Sardo
Luís Folque
Luís Seixo
Matthew Moreira
Ricardo Lopes
Rui Jorge
Simão Ratola
Vasco Quintino

Juniores B
Alexandre Brandão
Élio Maia
Filipe Pereira
Frederico Moreira
Hugo Soares
João Romão


Lançamento do Livro – Relatos dos Treinadores

No passado Sábado, no Auditório da Escola Profissional de Aveiro, em Sá Barrocas, a Secção de Basquetebol do Galitos apresentou o livro Relatos dos Treinadores.
Perante uma plateia repleta de grandes Galináceos, que enchiam quase por completo o Auditório, o Dr. Juiz Pires da Rosa apresentou a obra deliciando todos os presentes com a sua intervenção.
Estiveram presentes grandes personalidades das quais destacamos o Presidente do Clube, António Granjeia, o Presidente da Associação de Basquetebol de Aveiro, João Carlos Ribeiro, José Nogueira a maior referência como treinador do clube, Carlos Bio, Victor Couto e antigos atletas.
Para além da apresentação do livro foram relembrados todos os treinadores de seniores da história do clube, a equipa sénior feminina que subiu à 1ª divisão em 1980-81 (relembre-se que a secção retomou este ano a prática do basquetebol feminino) e os atletas formados no clube que jogam actualmente na Liga e na Proliga (João Santos, João Balseiro e Hugo Mota no Vagos; Daniel Felix e Alexandre Martins, no Illiabum; Bruno Santos no Esgueira e Rui Costa no Maiabasket).
Foram ainda premiados os atletas que mais se destacaram na época passada. Assim foram entregues os Diplomas de Atleta Modelo aos atletas que participaram em pelo menos 80% das actividades da sua equipa (entre treinos e jogos) e ao mesmo tempo tiveram aproveitamento escolar e os Prémios de Jogador do Ano ao atleta de cada equipa, tendo por base a assiduidade a treinos, a convocatória a jogos, a média de pontos marcados e a percentagem de lançamentos livres.
Foi uma noite em cheio com grande fervor clubístico onde não faltou o tradicional grito – Pelo Galitos Canta Canta … Galo.



Aspecto da mesa com o Dr. Juiz Pires da Rosa
a realizar a sua apresentação

Os muitos Galináceos que assistiram

Os 8 treinadores do Galitos da temporada passada
responsáveis pela elaboração do livro

Sete atletas convocados para as selecções masculinas
Nesta interrupção lectiva do Natal o Galitos vai estar representado por 7 atletas nas selecções regionais masculinas de Iniciados e Cadetes.
Assim na Selecção de Iniciados vão participar nos trabalhos Bruno Fartura, Dikilson Neto e João Padilha.



Nos Cadetes estão convocados Bolon Sauné, Luís Folque, Marcelo Martins e Matthew Moreira.



Bom trabalho para todos.

Nova convocatória

Marcelo Martins, atleta Sub-16 que no ano passado esteve integrado no Centro Treino Paulo Pinto, foi novamente convocado para um estágio de observação que se vão realizar em S. J. da Madeira nos dias 28,29 e 30 de Dezembro.

9ª Jornada: Galitos 82 – Illiabum B 70

Vitória paciente e colectiva

Conquistámos uma vitória merecida, frente a um adversário poderoso, que dificultou e contrariou ao máximo a nossa tarefa. Não foi fácil conseguir ganhar vantagem, mas soubemos ser pacientes e colectivos quando fugimos no marcador.
Foi uma 1ª parte de intenso equilíbrio. Muitos empates no marcador iam dando emoção ao jogo. Tivemos períodos de supremacia, que o Illiabum também repetia. Não foi por isso surpresa para ninguém que os 2 primeiros períodos terminassem empatados.
Sentimos ao intervalo que ainda não tínhamos feito tudo em termos defensivos para conseguir parar o adversário. Falámos e resolvemos melhorar o nosso colectivo defensivo. No entanto, ao longo do 3º período, apesar de termos liderado quase sempre o marcador, o resultado teimava em manter-se praticamente igualado. Um ponto de diferença a nosso favor (57-56).
No início do 4º período, o Illiabum concretiza 2 triplos consecutivos. Foi um sinal de alerta para a nossa equipa, que responde com um parcial de 11-0 a nosso favor. Ficávamos em vantagem por 8 pontos (70-62). Soubemos a partir daqui gerir e até aumentar a vantagem a nosso favor, conquistando assim de forma justa, pelo nosso maior colectivo, a 6º vitória neste campeonato.
Vamos continuar como até aqui. Treinar e jogar o melhor que sabemos para representar sempre com gosto e determinação o nosso clube. Parabéns.
João Neto
Parciais: 19-19; 17-17; 21-20; 25-14
Marcha: 19-19; 36-36; 57-56; 82-70

Galitos: Pedro Oliveira (15), Nuno Gonçalves, Luís Oliveira, Pedro Pereira (4), João Machado (9), André Patarrana (4), António Gaioso (26), Jaime Neves, Hugo Carvalho (9), Freddy Pereira, Carlos Resende (5) e Henrique Silva (10).

5ª Jornada: Galitos C 60 – Ovarense B 70

Galitos perde novamente com a Ovarense pela mesma diferença pontual da 1ª volta

O Galitos recebeu a equipa B da Ovarense em jogo da 5º jornada da 2ª fase do campeonato Regional, com uma boa entrada em campo, conseguimos rapidamente uma vantagem de 9-2, à qual o adversário respondeu conseguindo equilibrar o jogo. Mesmo assim chegamos ao fim do 1º período com uma vantagem de 5 pts (17-12).
A entrada no 2º período foi desastrosa, permitindo à equipa adversária 10 pts sem resposta (17-22). A partir desse momento voltamos a equilibrar o jogo tendo chegado ao final da 1ª parte com uma desvantagem de 2pts (28-30).
O 3º período, foi igualmente equilibrado até à parte final, altura em que voltamos a não estar suficientemente concentrados, permitindo ao adversário novamente um parcial de 8 pts consecutivos, deixando o marcador em 45-52.
No 4º e ultimo período nunca conseguimos ser mais fortes e a diferença pontual acabou por aumentar, terminando o jogo com o marcador a indicar 60-70.
Paulo Santos
Parciais: 17-12; 11-18; 17-22; 15-18
Marcha: 17-12; 28-30; 45-52; 60-70


Galitos: Francisco Mata (2), Tiago Maio (4), Jorge Paula (5), João Ferreira (17), João Clemêncio (14), Tiago Monteiro (3), Miguel Ferreira (3), Francisco Antunes (2), Francisco Vieira (8) e André Resende (2).

8ª Jornada: Galitos 83 – Sangalhos 60

Galitos retoma o caminho das vitórias

Depois da 1º derrota da época sofrida na véspera em Ovar era importante entrar bem no jogo e foi isso que o Galitos fez apesar de o resultado no final do 1º período (15-10) não expressar essa supremacia. Neste parcial fizemos muitos maus passes, principalmente em situações de contra-ataque com clara vantagem.
No 2º período voltamos a desacelarar e a jogar de forma desconcentrada, aproveitando o adversário para vencer este parcial por 2 pontos, chegando ao intervalo a vencer por apenas 3 pontos.
No 3º período o Galitos jogou como devia jogar sempre, defendo com agressividade e realizando rápidas transições para o ataque, tendo condições físicas e técnicas para o fazer durante todo o jogo. No inicio deste parcial fizemos um parcial de 20-2 fechando o período com o resultado de 33-13 (marcamos quase tantos pontos como em toda a 1ª parte).
Com o jogo resolvido voltamos a não jogar com a mesma intensidade, principalmente em termos defensivos, permitindo que o Sangalhos equilibrasse o último período.
O desafio para a nossa equipa é tentar jogar durante mais tempo com a concentração e empenhamento do 3º período. É possível.
João Cura
Parciais: 15-10; 19-21; 33-13; 16-16
Marcha: 15-10; 34-31; 67-44; 83-60

Galitos: Filipe Pereira, Francisco Gonzalez, Marcelo Martins (12), Bolon Sauné (6), Matthew Moreira (8), André Occhiallini (2), José Sá (2), Luís Sousa (4), João Limas (7), Pedro Santos (28), Luís Folque (6) e Vasco Quintino (8).

6ª Jornada: Ovarense 69– Galitos 58

Galitos perde invencibilidade esta temporada ao 12º jogo oficial

Depois da interrupção no ultimo fim de semana fruto dos trabalhos da selecção nacional o Galitos perde na Arena Dolce Vita com a Ovarense.
Este jogo colocava frente a frente as duas únicas equipas ainda invictas nesta fase. O Galitos entrou muito bem a defender e a sair para o contra-ataque chegando rapidamente a 8-0 ao fim de apenas minuto e meio. A Ovarense reagiu, equilibrando o encontro, apesar de nós mantermos a diferença pontual conquistada até próximo do final deste parcial, altura em que o adversário encostou no marcador.
No começo do 2º período a Ovarense continua a ganhar ascendente passando para a frente do marcador, ao fazer um parcial de 21-12, chegando ao intervalo com 7 pontos de vantagem. Para esta reviravolta no marcador contribuíram decisivamente dois aspectos. Algumas situações de cesto fácil desperdiçadas e uma diminuição da intensidade defensiva que se reflectiu em cestos sofridos em contra-ataque e algumas situações de cesto com falta do adversário.
Na 2º parte a Ovarense esteve a ganhar por 11 pontos mas uma boa reacção nossa fez com que recuperássemos para apenas 1 ponto, tendo nesta altura falhado uma situação clara de vantagem próxima do cesto que virava o resultado.
No último período a Ovarense controlou a vantagem novamente ganha gerindo o resultado até final. Nesta fase do jogo perdemos várias bolas infantis na transição defesa ataque e nos passes para os jogadores próximos do cesto. É necessário passar a bola de forma mais tensa e após realizar fintas de passe.
Apesar da derrota a equipa mostrou que pode discutir e ganhar a este adversário. Vamos continuar o nosso trajecto de forma a estarmos melhor no próximo jogo.
João Cura
Parciais: 19-21; 21-12; 15-14; 14-11
Marcha: 19-21; 40-33; 55-47; 69-58

Galitos: Filipe Pereira, Francisco Gonzalez (2), Marcelo Martins, Bolon Sauné (8), Matthew Moreira (9), André Occhiallini (3), José Sá (7), Luís Sousa (5), João Limas, Pedro Santos (2), Luís Folque (16) e Vasco Quintino (6).


11ª Jornada: Galitos 77 – Oliveirense 51

Vitória tranquila

Entrando bem no jogo, a nossa equipa construi uma vantagem interessante desde cedo, que soube ir controlando ao longo de todo o jogo. Com um forte 1º período (26-10), demos o mote para o resto da partida. Defender bem e atacar fácil e rápido.
No 2º período o jogo foi mantendo a mesma toada. E só 2 triplos consecutivos a acabar a 1ª parte amenizaram um pouco o resultado ao intervalo (41-24).
Na 2ª parte soubemos sempre manter o colectivismo, não facilitámos mesmo gerindo o jogo e o resultado. E sempre com boa atitude e réplica por parte da Oliveirense, fomos alargando a vantagem de forma natural.
Boa participação de todos os jogadores, que ajudaram a construir a 11ª vitória na prova. Parabéns a toda a equipa pela forma como se tem entregue à competição.
João Neto
Parciais: 26-10; 15-14; 15-12; 21-15
Marcha: 26-10; 41-24; 56-36; 77-51

Galitos: Diogo Peralta, Gonçalo Pereira (3), João Silva (4), Élio Maia (5), Nuno Gonçalves (11), Ricardo Leite (2), António Gaioso (19), Hugo Carvalho (12), Rui Puga (8), Carlos Resende (13) e Hugo Soares.

10ª Jornada: Galitos 57 – Illiabum 76

Bom 4º período não deu para compensar os 3 primeiros

O jogo apenas teve algum equilíbrio no seu início pois o Galitos, após um parcial de 6-8, passou a jogar de forma desconcentrada e desinteressada, aproveitando o Illiabum para conseguir, com muita facilidade, obter vantagem nas situações de 1x1 através de penetrações em drible, nos cortes do lado contrário da bola e consequentemente no ressalto ofensivo. A nossa equipa defendia mal e utilizava sempre como recurso a tentativa de roubo de bola em situações de desvantagem. Os pontos facilmente consentidos, sem qualquer tipo de pressão, inúmeras faltas e jogo ofensivo lento e denunciado com vários turnovers, permitiram o dilatar do marcador para o adversário (6-19).
O 2º período começou da pior maneira para o Galitos e apenas a alteração defensiva verificada para zona conseguiu obrigar o Illiabum a cometer diversos erros ofensivos. No entanto, ofensivamente a nossa equipa continuava a demonstrar enormes dificuldades em concretizar pontos, desperdiçando de forma ingénua diversas situações fáceis de lançamento, inclusive de 1x0.
Se a 1ª parte foi negativa, a 2ª começou ainda de pior forma o que permitiu ao Illiabum atingir a maior vantagem (27-54), diferença pontual que se manteria até ao final do 3º período.
Por fim, apenas no último período o Galitos, ao colocar em campo uma atitude defensiva agressiva, conseguiu mostrar que pode atingir um nível mais elevado e consequentemente discutir os resultados. Como a reacção foi tardia, o parcial de 19-12 no 4ºperíodo apenas atenuou a diferença pontual no resultado.
O jogo demonstrou que os jogadores têm que se mentalizar que só com grande empenho e determinação em todas as tarefas que executamos dentro de campo, sejam defensivas ou ofensivas, no treino ou nos jogos, conseguimos evoluir e alcançar resultados/objectivos.
Jorge Dias
Parciais: 14-26; 11-16; 13-22; 19-12.
Marcha: 14-26; 25-42; 38-64; 57-76.

Galitos: André Santos (27), Gonçalo Pacheco (6), João Almeida, Matthew Moreira (8), Ricardo Mota (10), Simão Ratola, Marcelo Martins (2), Anísio Mané, Gustavo Sardo, Luís Folque (1) e Luís Seixo (3).

Lançamento do Livro
Relatos dos Treinadores
e
Entrega dos prémios de Jogador do Ano de cada equipa e
dos Diplomas Jogador Modelo da época 2007/08

Sábado, dia 13 de Dezembro às 21h
Auditório da Escola Profissional de Aveiro, em Sá Barrocas

A Secção de Basquetebol do Clube dos Galitos decidiu editar o livro – Relatos dos Treinadores – que retrata toda a temporada 2007/08.
Esta obra, feita com base no blog – treinadoresgalitos.blogspot.com - apresenta as fotografias colectivas de todas as equipas do clube e as fotografias individuais e respectivos dados de todos os atletas, treinadores, seccionistas e elementos da Secção; as crónicas e respectiva ficha (parciais e pontos marcados por cada atleta do Galitos) de todos os jogos disputados pelas equipas ao longo de toda a temporada.
Na parte inicial do trabalho é apresentada uma breve resenha histórica da modalidade no Clube. É ainda apresentado o palmarés do Galitos (o clube com mais títulos de campeão regional de Aveiro)
Na parte final apresentam-se fotografias com história de algumas equipas que ajudaram a engrandecer o Clube dos Galitos.
Serão ainda entregues os Prémios de Jogador do Ano de cada equipa e dos Diplomas Jogador Modelo da época 2007/08.
Também serão relembrados todos os treinadores que dirigiram as equipas de Seniores do Clube e os jogadores formados no Galitos que jogam actualmente na Liga e na Proliga.
Por último, no ano do relançamento do basquetebol feminino será evocada a equipa Sénior Feminina que subiu à 1ª divisão nacional.
A Secção de Basquetebol
do Clube dos Galitos


5ª Jornada: Vale Cambra 53 – Galitos 69

Iniciados continuam invictos

Na passada segunda-feira feriado, a equipa galinácea deslocou-se a Vale de Cambra para realizar o seu último jogo fora do Campeonato Regional.
Após um 1º período frenético, com a equipa do Vale de Cambra a ser claramente superior ao Galitos, sendo uma equipa mais organizada e mais combativa. Após um início menos bom, a equipa recuperou, terminando o 1º período com um parcial de 10-0.
No 2º período a equipa do Galitos superiorizou-se ao adversário, cometendo menos erros defensivos (sofrendo apenas 8 pontos), ganhando mais ressaltos, mas continuou com grandes dificuldades em atacar o cesto adversário, nunca, ao longo da 1º parte, conseguir contrariar a defesa com demasiadas ajudas imposta pelo Vale de Cambra ao longo de todo o jogo.
Na 2ª parte o Galitos continuou com um grande desacerto ofensivo, precipitando lançamentos e tentando resolver individualmente o que só em equipa se conseguiria.
De relevo é o facto dos atletas conseguirem por ELES solucionar os problemas que lhes aparecem em campo, demonstrando maturidade e capacidade para lidar com situações adversas.
Bom trabalho a todos.
Bruno Fangueiro
Parciais: 25-20; 08-19; 12-16; 08-14
Marcha: 25-20; 33-39; 45-55; 53-69

Galitos: Luís Pina (6), Reynaldo, Hugo Verde (4), Henrique Romão (9), João Tavares, João Padilha (28), Dikilson Neto (11), Jorge Anjos, Hugo Rangel e Bruno Fartura (13).

1ª Jornada: Galitos 46 – G.I.C.A. 43

“Um jogo bem disputado…”

Em 4 jogos disputados esta época, 3 foram com o G.I.C.A e os primeiros períodos começaram todos com uma vantagem nossa. Desta vez o parcial não foi tão favorável (15-8) em muito por mérito do adversário, que fez deste jogo uma verdadeira final.
No 2º período não estivemos tão bem e a equipa adversária acabou por recuperar encurtando a nossa vantagem (13-17). Uma das causas foi a defesa menos agressiva, muito por culpa das inúmeras faltas que nos tinham sido averbadas neste parcial de 16-6 e que não nos permitiram manter a agressividade defensiva colocada no 1º tempo. Passámos a defender HxH apenas no nosso meio campo, até porque as atletas do G.I.C.A., números 12 e 13 são rápidas e criaram-nos muitas dificuldades no contra-ataque.
No 2ª tempo deixamos fugir o jogo e perdemos a vantagem ganha no 1º (28-25). Nos jogos realizados até agora, nunca conseguimos ganhar um 3º período, o máximo que conseguimos foi um empate frente a esta mesma equipa no 1º jogo desta época. Isto acontece porque no final da 1ª parte mantemos uma euforia face ao resultado alcançado que nos leva sempre a passar um mau bocado.
Com um parcial de 6-12 a equipa contrária ganhou confiança, muito por culpa da nossa incapacidade de parar as melhores jogadoras do G.I.C.A., numa defesa descuidada e permissiva. No final do 3º período a equipa de Águeda já ganhava por 34-37.
Foi então que resolvemos “abrir o livro” e mostrar porque nos empenhamos tanto nos nossos treinos semanais. Num verdadeiro trabalho de equipa (defensivo e ofensivo) demos uma volta de 180º e viramos o jogo a nosso favor (12-6). Mesmo assim não nos livramos de sofrer até ao fim, pois a 55 segundos do final do encontro, estávamos a ganhar apenas por 43-41 e o jogo terminou 46-43.
Desta vez o aumento da percentagem nos lances-livres permitiu-nos ganhar o jogo ao contrário de outros jogos.
É de salientar o trabalho de equipa e capacidade de vencer certas adversidades que vão aparecendo durante o jogo. Foi também muito importante o apoio constante das colegas que estavam no “banco”, que foram incansáveis e que contribuíram para a motivação de quem estava em campo.
Estamos a melhorar de dia para dia. Estas meninas trabalham semanalmente para superar as suas dificuldades e aprender a jogar Basquetebol, por isso merecem o nosso apoio, entrega e respeito.
Uma palavra de agradecimento aos pais das nossas atletas que nos tem acompanhado para todo o lado e que nos apoiam com elevação, respeito e educação, mantendo um fair-play que orgulha a equipa e o clube. O nosso muito obrigado…
PARABÉNS MENINAS!
Miguel Coelho
Parciais: 15-08; 13-17; 06-12; 12-06
Marcha: 15-08; 28-25; 34-37; 46-43

Galitos: Joana Tavares (9); Bruna Pires (2); Mariana Oliveira (4); Catarina Pereira (5); Angélica Mendes (2); Maria Inês (10); Adriana Ramos (6); Inês Araújo (5); Joana Martins; Ana Sousa (2) e Vanda Correia.

4ª Jornada: Galitos 77 – Sangalhos 65

Vitória importante garante o 1º lugar do grupo e apuramento para o Nacional

Esta fim-de-semana marcado por mais uma jornada dupla, o Galitos recebeu o Sangalhos e venceu de forma justa um adversário que tudo fez para levar de vencido o jogo, dignificando bastante a nossa vitória.
O jogo iniciou-se de forma equilibrada mas paulatinamente fomos ganhando alguma vantagem.
No 2º período a equipa do Sangalhos de alguma forma tentou reagir aproveitando alguns erros infantis na saída para o ataque, quer em contra-ataque quer em ataque planeado. O intervalo chega com apenas 1 ponto de vantagem.
No inicio da 2ª parte a equipa do Sangalhos entra de rompante chegando mesmo a passar para a frente do marcador, mas após um desconto de tempo que serviu para serenar a equipa, o Galitos fez um parcial de 13-0, ficando ai resolvido o jogo. No último período ambas as equipas fizeram alguma rotação dos seus jogadores.
Parabéns a todos pelo feito alcançado, colocando mais uma vez os iniciados do Galitos no campeonato Nacional.
Ricardo Brito
Parciais: 22-16; 16-21; 21-10; 18-18
Marcha: 22-16; 38-37; 59-47; 77-65

Galitos: Luís Pina (4), Reynaldo, Hugo Verde, Henrique Romão , João Tavares, João Padilha (36), Dikilson Neto (12), Jorge Anjos, Hugo Rangel , João Simões e Bruno Fartura (25).

4ª Jornada: Illiabum B 46 – Galitos C 61

Apesar da má entrada Galitos volta a vencer

O Galitos deslocou-se a Ílhavo, para disputar o 4º jogo da 2ª fase do Regional. Entrando na partida algo desconcentrados e com pouca agressividade defensiva, permitimos ao adversário a obtenção de 3 triplos. Fomos corrigindo alguns erros defensivos e ainda conseguimos terminar o 1º período com uma vantagem de 4 pts (20-16).
No início do 2º período aumentámos a nossa vantagem, chegando ao fim da 1ª parte com o resultado de 40-26.
No 3º período a nossa atitude foi muito boa, tendo a vantagem no marcador atingido os 20 pts, para vir a terminar com o resultado de 53-37.
Tal como no início do jogo, no 4º período voltámos a não estar tão bem em termos de finalização e permitimos que o adversário equilibrasse o jogo, acabando por ganhar com o resultado final de 46-61.
Paulo Santos
Parciais: 16-20; 10-20; 11-13; 09-08
Marcha: 16-20; 26-40; 37-53; 46-61

Galitos: João Ferreira (10), Filipe Pereira (4), André Occhialini (21), Tiago Monteiro (4), Francisco Vieira (2) André Resende (2), João Clemêncio (4), Francisco Antunes, João Frade, Rodolfo Santos (4), João Limas (8) e Miguel Ferreira (2).

8ª Jornada: Oliveirense 68 – Galitos 69

Merecer a sorte

Depois de duas derrotas consecutivas, partimos para este difícil jogo com a convicção que era possível regressar às vitórias. Assim o fizemos. Soubemos merecer a sorte no último lançamento.
Como prevíamos, tínhamos pela frente uma equipa com valor e com valores.
1º Período de ascendente do adversário que soube conquistar várias faltas e finalizar da linha de lance livre (14-21).
No 2º período, já estivemos melhor a defender e a atacar, mas o valor e o mérito da Oliveirense, fizeram com que só tivéssemos recuperado um ponto (33-39).
Conseguimos um excelente reinício de jogo. Com um parcial de 10-2 a nosso favor colocámo-nos na frente do marcador, fruto de uma óptima defesa, com apenas 11 pontos sofridos, chegamos ao final do período com 7 pontos de vantagem (57-50).
Até aos 65-58, conseguimos controlar de forma eficaz o resultado. No entanto a 2 minutos do fim, perdemos concentração e eficácia. O adversário nunca desistiu e aproveitou os nossos erros.
Valeu-nos o acreditar quando após falharmos dois lances livres, conquistámos na tabela adversária a ultima posse de bola. Precisávamos de dois ou três pontos. Conseguimos um lançamento de três e … Vencemos! Soubemos na 2ª parte contrariar a confiança e motivação da Oliveirense. Bom jogo. Boa vitória. Parabéns.
João Neto
Parciais: 21-14; 18-19; 11-24; 18-12
Marcha: 21-14; 39-33; 50-57; 68-69

Galitos: Pedro Oliveira (7), Nuno Gonçalves (4), Luís Oliveira (2), Pedro Pereira, João Machado (6), André Patarrana (9), António Gaioso (9), Jaime Neves, (8), Hugo Carvalho (2), Freddy Pereira, Carlos Resende (22) e Henrique Silva (8).

10ª Jornada: Brandoense 66 – Galitos 79

Apuramento fase final garantido

Com mais esta vitória, a 10ª consecutiva, conquistámos o apuramento para a Fase Final Regional, quando ainda faltam disputar 4 jornadas.
Foi um jogo não muito conseguido pela nossa equipa. Não fomos jogando bem, apesar de estarmos sempre na frente do marcador. Estivemos pouco colectivos no ataque e tivemos sempre dificuldades em parar o jogo interior do GRIB. Nomeadamente o seu jogador nº 12 que realizou uma excelente exibição.
Apesar disso soubemos e quisemos ganhar. Nota positiva para todos os jogadores terem contribuído com pontos.
Estamos de parabéns por o alcançar deste objectivo. Agora é legítimo da nossa parte trazer a Fase Final para o nosso pavilhão. Vamos fazer por isso.
João Neto
Parciais: 15-23; 16-16; 18-23; 17-17
Marcha: 15-23; 31-39; 49-62; 66-79

Galitos: Gonçalo Pereira (3), João Silva (11), Élio Maia (4), Nuno Gonçalves (2), Ricardo Leite (6), António Gaioso (11), Hugo Carvalho (10), Rui Puga (9), Carlos Resende (21) e Hugo Soares (2).

6ª Jornada: Galitos B 58 – AGAA 62

Galitos perde jogo equilibrado no prolongamento

A palavra-chave pedida aos jogadores, para o início desta nova etapa, foi “Ritmo”, e foi assim que a equipa entrou no jogo. Pressionamos, impedimos a bola de entrar em jogo, construíamos situações de 2x1 no jogador com bola, e assim proporcionamos uma entrada animada no jogo. Cometemos erros ofensivos, não optamos pelas melhores soluções ao encontrarmos opositores mais fortes fisicamente, além disso abusamos do drible, apesar de conseguirmos uma boa movimentação ofensiva.
O jogo decorreu sempre com alternâncias no marcador, com o Galitos sempre pressionante, mas a cometer erros defensivos que davam cestos ao adversário. No último minuto, depois de recuperar de uma desvantagem de 6 pontos, conseguimos passar a uma vantagem de 3. A 11 segundos do fim, com posse de bola para o adversário, não cumprimos o preparado no desconto de tempo – fazer falta – e sofremos 3 pontos em cima do apito final que levam o jogo para prolongamento.
No prolongamento entramos melhor e comandamos o marcador, mas uma maior serenidade dos Gigantes sentencia o jogo
Este foi o 1º jogo de uma nova etapa, tendo jogado com bastante intensidade e agressividade e onde a vitória nos escapou por pouco, por inexperiência, mas voltando a demonstrar uma grande margem de progressão.
Luís Araújo
Parciais: 15-13; 11-13; 11-13; 15-13; 15-13
Marcha: 15-13; 26-26; 37-39; 52-52; 58-62

Galitos: Pedro Seabra (20), Gonçalo Catarino (7), Luís Vieira (6), Pedro Godinho (7), Miguel Carvalho (2), Jorge Paula, Alexandre Oliveira, João Azoia (4), José Gonçalves (8) e Francisco Mata.


Mês de Novembro - Cadetes A
Destaque Mensal de participação nas actividades da Equipa

No mês de Novembro, destaque para o João Limas, Francisco Gonzalez, Pedro Santos e Francisco Vieira que participaram em todas as actividades e para mais 9 jogadores da Equipa de Cadetes A, que durante este mês participaram em mais de 80% das actividades, entre treinos e jogos.

Mês de Novembro

Nome

Treinos

15

Jogos

5

Total

20

%

João Limas

15

5

20

100

Francisco Gonzalez

15

5

20

100

Pedro Santos

15

5

20

100

Francisco Vieira

15

5

20

100

Luís Sousa

14

5

19

95

João Ferreira

14

5

19

95

Matthew Moreira

13

5

18

90

Vasco Quintino

13

5

18

90

José Sá

13

5

18

90

Filipe Pereira

13

5

18

90

Luís Folque

12

5

17

85

André Occhialini

12

5

17

85

João Clemêncio

13

3

16

80

;;
Galitos Basquetebol - Original Posting Rounders 3 Column | Design: Douglas Bowman | Modification: Ricardo Brito/João Cura